Visualizando Área de Trabalho Remota

Como visualizar, em tempo real, desktop remoto com Terminal Service. Porém, somente para visualização e
monitoramento.

[ Hits: 68.077 ]

Por: m4cgbr em 25/05/2012 | Blog: http://pt.wikipedia.org/wiki/MacGyver


Introdução



Alguns clientes vêm tendo necessidade de visualizar a área de trabalho de alguns de seus colaboradores de forma esporádica (sem que os mesmos saibam), seja para ver se os mesmos estão produzindo, verificar o que estão acessando, notarem alguma atitude suspeita, se estão fazendo algo incompatível com a política da empresa, etc.

Enfim... As necessidades variam.

Tentarei ser bem direto neste artigo, e fazendo tudo via terminal. Todas as estações são Linux e a ideia, é implantar algo rápido e fácil de forma que mesmo usuários sem muita experiência, possam fazer tais configurações.

A ideia não é nada robusta, como configurar estações para armazenamento/gravação de imagens e/ou vídeos durante a sessões dos usuários.

Observações Iniciais

Eu escrevo este texto enquanto configuro em texto em estações com Linux Mint 12, Ubuntu 11.X e Debian Squeeze, sempre usando como X, o GNOME. Além disso, toda a configuração é feita via SSH (terminal).

Mãos à obra.

Nas estações onde deseja visualizar a área de trabalho, conecte-se via SSH, e como root, ou com o poder do mesmo, instale o pacote VINO (é um VNC Server), conforme mostro abaixo:

# apt-get install vino

* Atenção neste momento, pois o binário que deverá ser carregado nas estações durante a inicialização do sistema é o "vino-server", e não o vino. Sendo assim, crie uma cópia, ou um link simbólico, do arquivo "/sbin/vino-server" para a pasta "/etc/init.d/", conforme mostro abaixo:

# ln -s /sbin/vino-server /etc/init.d/vino-server

Pronto, agora, inicie uma nova sessão SSH conectando com o nome do usuário (supondo que a diretiva 'X11Forwarding' do Servidor SSH na estação esteja habilitada), conforme imagem abaixo:


    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Iniciando o novo terminal e liberando o acesso e/ou controle remoto
   3. Estabelecendo conexão com as estações
   4. Visualizando em tempo real
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

OpenLDAP: a chave é a centralização

Experimento com Linux (parte 2): de Sabayon a... Gentoo e Funtoo!

Configurando o Lopster

Instalando antivírus LinuxShield no SuSE e OpenSuSE

Sobre a aceitação do Software Livre no mercado

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Tacioandrade em 26/05/2012 - 09:59h

Muito bom o artigo e bem interessante a ideia. Utilização para isso, como você mesmo falou são inúmeras, o único problema é que em um local com Samba PDC acho que não iria funcionar, pois você não teria a senha do usuário da maquina para fazer o acesso VNC, estou correto?

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 26/05/2012 - 11:22h

Parabéns muito bom o seu Artigo .
Só uma correção "Avantasia" não era uma banda, mas sim um projeto musical
http://pt.wikipedia.org/wiki/Avantasia

[3] Comentário enviado por m4cgbr em 27/05/2012 - 00:48h

daniel-lara, obrigado pela informação!

[4] Comentário enviado por m4cgbr em 27/05/2012 - 00:54h

Tacioandrade, na verdade a ideia como expressei no artigo por diversas vezes, e voce ter acesso root as estacoes, pois uma vez configurado e removendo o acesso binario para usuarios comuns, teoricamente ninguem conseguira editar as configuracoes e impedir que voce acesse.

Abs

[5] Comentário enviado por m4cgbr em 05/03/2013 - 20:07h


[1] Comentário enviado por Tacioandrade em 26/05/2012 - 09:59h:

Muito bom o artigo e bem interessante a ideia. Utilização para isso, como você mesmo falou são inúmeras, o único problema é que em um local com Samba PDC acho que não iria funcionar, pois você não teria a senha do usuário da maquina para fazer o acesso VNC, estou correto?


Tacioandrade, minhas sinceras desculpas pois eestive ausente deste maravilhoso portal por motivos pessoais.

Bom a idéia é que o responsável, seja o proprietário, o uma pessoa capacitada configure todas as máquinas, tão logo terá acesso a todas as senhas.
Observe que a idéia é para micro empresas ou pequenos negócios. Além disso, conconrda que a pardir do momento que alguém responsável, seja um gerente de TI ou um técnico configurar a máquina para colaboradores, ele pode travar para que o usuário não possa alterar a senha.

Espero ter ampliado um pouco o horizonte, pois em alguns cenários foi de grande utilidade e com uma boa viabilidade de tempo e equipamento.

Abs

[6] Comentário enviado por m4cgbr em 05/03/2013 - 20:09h


[2] Comentário enviado por danniel-lara em 26/05/2012 - 11:22h:

Parabéns muito bom o seu Artigo .
Só uma correção "Avantasia" não era uma banda, mas sim um projeto musical
http://pt.wikipedia.org/wiki/Avantasia


Rsss, obrigado pela informação ;) Mas é forma de dizer. Ehhh que projeto foi aquele heinnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn
Saudade

[7] Comentário enviado por geanfelip3 em 07/11/2013 - 01:16h

Só não entendi a parte da imagem, poderia exemplificar por favor?!
obg

[8] Comentário enviado por afpdo em 19/02/2015 - 14:09h

Executo o comando mas retorna o seguinte erro:

** (vino-preferences:5799): WARNING **: Couldn't connect to accessibility bus: Failed to connect to socket /tmp/dbus-puze6xiUfK: Conexão recusada
(vino-preferences:5799): Gtk-CRITICAL **: gtk_entry_set_text: assertion `text != NULL' failed


Contribuir com comentário