Vírus, a mesma praga mas diferentes entre plataformas

Neste artigo, resumido mas completo, até porque se formos estendermos o assunto ficaríamos o dia todo falando, mostro o que causa o vírus em Windows e o que causa o vírus em Linux. Esse artigo foi escrito após pesquisas em sites que serão citados no final como referências.

[ Hits: 22.134 ]

Por: Rafael da Silva Rosa em 23/09/2011 | Blog: http://rafaelsuporteonline.blogspot.com.br/


O que são os vírus e como agem



Os vírus de computadores são programas maliciosos, desenvolvidos para trazer malefícios a suas vítimas. Após seu computador ser infectado ele passa a agir de formas estranhas, como lentidão, abertura de telas sem a intervenção do usuário ou até mesmo como temos visto, servir de "Zumbis" para hackers experientes.

Os vírus após serem instalados em um computador se auto propagam, ou seja, se multiplicam e tentam se espalhar para os demais micros da rede para que se possa fazer mais estragos.

Hoje como um dos maiores problemas da internet e dos administradores de redes estão os vírus de computador. Esses vírus antigamente se espalhavam de forma mais demorada e por disquetes, mas nos dias atuais essa multiplicação é feita de maneira muito mais rápida devido a internet, pendrives, redes de computadores, emails maliciosos etc.

Antes os vírus eram escritos em Assembly e C, mas nos dias atuais os vírus são mais destrutivos e podem ser escritos em scripts e até mesmo em arquivos .bat.

Nos dias atuais, muitos desses arquivos são repassados para os usuários através de meios de comunicação rápida, como MSN, Skype e principalmente os e-mails. Os hackers ou scripts kiddies fazem uso da engenharia social e softwares mal projetados para a disseminação de seus vírus. Um exemplo disso são os e-mails com mensagens de "Clique aqui para ver a foto" e outras frases que induzem os usuários a clicar no link.

Outros meios de disseminação de vírus usado pelos hackers são as vulnerabilidades e os bugs de softwares.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que são os vírus e como agem
   2. Os vírus e a plataforma Windows
   3. Os vírus e a plataforma Linux
   4. Exemplos de vírus em Windows e Linux
Outros artigos deste autor

Cacti + Plugins (Settings, Monitor, Thold e Weathermap) - Instalação e configuração

Backuppc - Solução de backup corporativo

Conexão do Vindula com o Active Directory Server 2008 R2

Configurando um servidor DNS e DHCP na rede

Instalação do Squid com autenticação NTLM e Kerberos

Leitura recomendada

Como um Linuxer pode ajudar Tux, o pinguim, a ficar cada vez mais gordinho!

O Software Livre precisa de você!

O protocolo EAP-TTLS

LINA - Open Source em todo lugar

Windows é mais fácil que Linux!? Tá louco!? Você sabe ler!?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mcfmlt em 23/09/2011 - 12:39h

Show !!! Belo Artigo !!

[2] Comentário enviado por valterrezendeeng em 23/09/2011 - 12:42h

Gostei Muito !!!!

Simples e Claro

Parabens !!!

[3] Comentário enviado por darksign em 23/09/2011 - 14:12h

Ótimo artigo! Sempre tive curiosidade sobre o porque dos vírus não conseguirem emplacar no Linux, o que é uma beleza. Achei minha resposta aqui. Obrigado!

[4] Comentário enviado por removido em 23/09/2011 - 22:12h

Muito bom!!!!

[5] Comentário enviado por izaias em 24/09/2011 - 01:10h

Gostei também.

Muito esclarecedor.

[6] Comentário enviado por rweu em 24/09/2011 - 09:55h

Bom dia a todos,

Muito bom meu camarada, tomei a liberdade de postar isso em Blog, obviamente citando a fonte.
...> http://rweu.blogspot.com/2011/09/dificil-vida-de-um-virus-no-linux.html

Grato por nos brindar pelos excelentes text e conteúdo

Boa sorte a todos...e sem vírus!!

[7] Comentário enviado por hagahood em 24/09/2011 - 19:35h

o unico motivo dos virus não terem sucesso no linux eh os usuarios.

pois os virus atuais tem menos preocupação com o sistema e maior a informaçoes do usuario(senhas e contas).

o grande truque do linux eh o sistema de permiçoes que so permitem executar o que estiver marcado como executavel. mas esse eh o grande vilão, pois, ao contrario do windows em que vc conseguiria detectar um potencial virus por sua extenção(Fots.jpg.exe), no linux não ocorre. Nele eu poderia enviar-lhe um virus simplismente com o nome Photos_pamela_A.jpg com permição de execução abilitada( compactadores preservam as permiçoes).

bem depois de infectado o que fazer depende da criatividade do programador: tentar em backgroud quebrar a senha de root, ou baixar o sendmail e instala-lo para o envio de spam, ou instalar um software de computação distribuida para a descoberta da cura da aids.

claro que, como dito no artigo, o virus vai se limitar aos dados do usuario e quando voce deletar o usuario o sistema estará limpo, mas o que realmente importa eh os dados do usuario.

ate mais

[8] Comentário enviado por mcnd2 em 25/09/2011 - 01:37h

Muito bom!

Se tivermos cuidado com o que fazemos em nosso sistema e como ele é manipulado, até o windows não precisa usar anti-vírus.


Parabéns pelo artigo Rafael.

[9] Comentário enviado por mposser em 25/09/2011 - 11:24h

Vlw Rafael,
Leitura agradavel,
Em minha opinião de leigo, acredito que o maior pecado do windows,
eh querer oferecer ao "usuario comum iniciante" um produto descomplicado,
o jogo "a" se instala em um click, tudo se instala num clique e sem dependencias faltando
....ate os virus...e esses nem clique precisa...hehehe...
Jah faz tempo que nao uso Windows. Experimentei o linux em 2001... Em casa uso linux a uns 5 anos (sem windows em dual-boot), e no serviço jah a um ano que uso 100% Slackware com 4 impressoras em rede,Samba afinado e tu rodando como era no Windows .
Meu filho de 11 anos usa Slackware 12... esse dias falei em instalar Windows e ele disse
"pai nem prescisa esse tah otimo"
Concluindo...acho que a "Evolução leva ao linux"
abraços a tds!

[10] Comentário enviado por nicolo em 25/09/2011 - 13:33h

Há motivos não explicitados pelos quais os virus fazem a festa no Windows.
O Windows possui deficiências estruturais crônicas que facilitam a vida dos hackers.
Estes problemas vem sendo corrigidos aos poucos, já não sei como eles estão no Windows 7.
O artigo "Porque o windows é frágil", já um pouco velhinho dá uma idéia técnica do assunto:
Exemplos: Programas rodando no nível do kernel, como o IE, falta de gerenciamento de DLLś, drivers
vindo de todos os cantos, registro cama de motel onde todos os programas escrevem, mudanças de
premissas a cada edição fazendo zorra geral na segurança, etc

Há uma enorme diferença estrutural entre o Linux e o Windows.
O Linux é o conservador, decendente do velho Unix. O Windows é o único
sistema operacional de massa, fora da tradição *nix.

[11] Comentário enviado por removido em 25/09/2011 - 14:48h

Um ótimo artigo e bem interessante que nos trás informações preciosíssimas, Gostei muito do artigo.

[12] Comentário enviado por tatuiano em 25/09/2011 - 19:22h

favoritado,so mantenho essa merdade windows na minha maquina porque a as provas da faculdade que faço tem que ser feitas no explorer(provalvemente devem ter contrato de esclusividade com a ms)pois é salvo um arquivo,e no frefox nao cria esse arquivo.

[13] Comentário enviado por rafaelrsr em 26/09/2011 - 13:09h

Olá a todos os que postaram sobre meu artigo, gostaria de agradecer a todos que gostaram e dizer que fico muito feliz com os posts de vocês, obrigado a todos.

[14] Comentário enviado por davimendes em 26/09/2011 - 22:06h

Embora superficial, cheio de informações das quais eu desconhecia!
Vlw!

[15] Comentário enviado por dennis.leandro em 27/09/2011 - 13:56h

Esse assunto e muito bom de ser falado!
E voce soube muito bem como falar nesse artigo!

Parabeens e ja esta favoritado!

[16] Comentário enviado por Lwksbc em 24/10/2011 - 13:50h

Mutio bom o artigo que vc fez



[17] Comentário enviado por josemirsilva em 11/12/2011 - 13:05h

boa tarde,

bom artigo, principalmente para que não conhece nada de informatica.


[18] Comentário enviado por LucianoAlexandre em 09/05/2012 - 08:18h

bom artigo num nivel bem iniciante mais legal!!!!


Contribuir com comentário