Virtualização com CentOS e VMware Server

cvs

Nesse breve artigo vamos abordar uma introdução à virtualização utilizando o VMWare Server. Assim vamos abordar a instalação e configuração dessa ferramenta em um ambiente Linux utilizando a distribuição CentOS.

[ Hits: 80.571 ]

Por: Thiago Alves em 07/07/2009 | Blog: http://www.seeufosseopresidente.com.br


Introdução



Vamos fazer um breve passo-a-passo tratando da instalação e configuração do VMWare-server no CentOS Linux. Antes, vamos há alguns conceitos.

Virtualização

Em computação, virtualização é uma forma de esconder as características físicas de uma plataforma computacional dos usuários, mostrando outro virtual, emulando um ou mais ambientes isolados.

O conceito de virtualização de desktops é o mesmo empregado na virtualização de servidores, ou seja, executar diversos sistemas operacionais em um único equipamento físico.

Uma forma já bastante difundida, apesar de não utilizar esta mesma terminologia, é a virtualização de desktops através do uso de servidores de terminais, onde cada usuário conectado possui a sua sessão dentro de um mesmo sistema operacional.

Atualmente as máquinas virtuais, que normalmente são utilizadas para virtualizar servidores, tem se difundido também no uso para a virtualização de desktops. Este novo conceito de virtualização para desktops se diferencia do já difundido serviço de terminais, pois neste cenário cada usuário possui um sistema operacional próprio, tal como se estivesse utilizando um desktop normal. Este conceito elimina qualquer trauma de migração e possui uma série de benefícios.

Vantagens da virtualização:
  • Gerenciamento centralizado;
  • Instalações simplificadas;
  • Facilidade para a execução de backups;
  • Suporte e manutenção simplificados;
  • Acesso controlado a dados sensíveis e à propriedade intelectual mantendo-os seguros dentro do data center da empresa;
  • Independência de Hardware;
  • Disponibilização de novos desktops reduzida para alguns minutos;
  • Migração de desktops para novo hardware de forma transparente;
  • Maior disponibilidade e mais fácil recuperação de desktops;
  • Compatibilidade total com as aplicações.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Virtualização

CentOS

CentOS é uma distribuição Linux de classe Enterprise derivada de códigos fonte gratuitamente distribuídos pela Red Hat Enterprise Linux e mantida pelo CentOS Project.

A numeração das versões é baseada na numeração do Red Hat Enterprise Linux. Por exemplo, o CentOS 4 é baseado no Red Hat Enterprise Linux 4. A diferença básica entre um e outro é o fornecimento de suporte pago na aquisição de um Red Hat Enterprise Linux. Funcionalmente, pode-se considerar os sistemas clones.

CentOS proporciona um grande acesso aos softwares padrão da indústria, incluindo total compatibilidade com os pacotes de softwares preparados especificamente para os sistemas da Red Hat Enterprise Linux. Isso lhe dá o mesmo nível de segurança e suporte, através de updates, que outras soluções Linux Enterprise, porém sem custo.

Suporta tanto ambientes de servidores para aplicações de missão crítica quanto ambientes de estações de trabalho e ainda possui uma versão Live CD.

CentOS possui numerosas vantagens, incluindo: uma comunidade ativa e crescente, um rápido desenvolvimento e teste de pacotes, uma extensa rede para downloads, desenvolvedores acessíveis, múltiplos canais de suporte incluindo suporte em português e suporte comercial através de parceiros.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Centos

VMware Server

Voltado ao uso em servidores de pequeno e médio porte. Tornou-se gratuito em 12 de Junho de 2006. É um produto de "entrada" para o mercado.

Conta com boa parte dos recursos da versão Workstation, e adiciona recursos úteis ao seu uso em servidores, como o gerenciamento remoto (usando uma versão modificada do VNC). Isto resulta em perda de desempenho na interface gráfica, porém não é um problema para servidores que rodam "headless", ou seja, sem monitor ou interface gráfica.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Vmware

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação do VMware
   3. Configurações do VMware
   4. Acessando o VMware Server
Outros artigos deste autor

Gaim + Gaim Encryption - Bate-papo com segurança

Snort - The Open Source Network Intrusion Detection System

Compilação distribuída usando o distcc

Tornando seu Apache mais seguro com o ModSecurity

Instalação e configuração do Gkrellm

Leitura recomendada

Introdução ao Linux: Instalação do OpenSuSE

Instalação do Archlinux por outro sistema já instalado

Instalando Ubuntu 9.04 e deixando com todos os programas que você gosta

Afinal, qual a melhor distribuição?

Quem disse que micro velho não presta?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por guimfonseca em 09/07/2009 - 10:46h

como faço pra rodar alguma maquina virtual ja criada via console ??

[2] Comentário enviado por david fonseca em 08/07/2011 - 08:52h

nao estou conseguindo acessar via navegador

[3] Comentário enviado por eliezergnu em 19/03/2013 - 10:04h

Muito boa sua contribuição, só preciso esclarecer algumas dúvidas, se ainda puder porque este artigo é de 2011. Abraço.

- O vmware server no Linux é gratuíto pelo que entendi?
- É necessário ter interface gráfica no Linux para acessar a console, ou posso acessar de outra estação windows também?
- Tem como fazer o mesmo procedimento para vmware player??

Desde já agradeço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts