Utilizando o Protheus em estações Linux

A Totvs (antes Microsiga) é a criadora no programa de gestão empresarial chamado Protheus. Neste artigo mostrarei como instalar e configurar o Protheus para rodar nas suas estações Linux.

[ Hits: 45.764 ]

Por: Eduardo Vieira Mendes em 30/01/2009


Introdução



A Totvs (antiga Microsiga) é a criadora do programa de Gestão Empresarial Protheus. O Protheus atualmente está na versão 10 R1. Ele dispõe de vários módulos para uma administração completa de empresas.

Neste artigo vamos aprender como fazer para rodar o cliente Protheus em estações rodando o sistema operacional Linux.

Obs.: Este artigo destina-se apenas à instalação e configurações do Protheus SmartClient, não será demonstrado aqui os procedimentos para se instalar e configurar o servidor do Protheus.

Download

Neste artigo mostrei como baixar a versão binária do Protheus através de uma conta de cliente já existente na Totvs.

Acesse o endereço: http://portaldocliente.microsiga.com.br

Entre com seu código de cliente (Brasil - entre com o CNPJ da empresa) e sua senha.

Vá até o menu "Atualizações de produtos".

Na próxima página escolha a categoria "Binário Protheus" e clique em buscar.

Obs.: Não é necessário digitar nenhuma palavra para a busca.

Na próxima página clique no link do binário Protheus 8 versão para Linux.

Por fim clique na opção Download.

Instalando (descompactando)

A Totvs não fornece o código fonte do Protheus, ela o disponibiliza no formato binário, ou seja, já compilado. Então o que precisamos fazer é somente descompactar o arquivo que acabamos de baixar.

Para uma melhor organização do nosso sistema, vamos instalá-lo no diretório /usr/local/bin/protheus8.

Vamos primeiramente criar este diretório:

# mkdir -p /usr/local/bin/protheus8

Vamos agora descompactar o arquivo que baixamos com o binário do Protheus.

# unzip Binário\ Protheus.zip

Serão criados os seguintes arquivos no diretório atual:
  • alteracoes_binario_811.doc
  • mp8rmt.tar.z
  • mp8server_linux.zip
  • totvs_tec___totvs_development_studio___aplicação_de_patch.pdf

Dentre estes arquivos, o que nos interessa é o mp8rmt.tar.z, o binário do SmartClient compactado.

Vamos agora descompactar o SmartClient, para isso faça:

# tar -xvzf mp8rmt.tar.z -C /usr/local/bin/protheus8

Prontinho, agora podemos rodar o Protheus.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Iniciando e configurando o Protheus SmartClient
Outros artigos deste autor

Transforme seu Linux num Neo Geo

Prompt Bash avançado

Utilizando o alien para a conversão de pacotes

Permissões e propriedades de arquivos

Trabalhando com RPM

Leitura recomendada

Instalando o KnowledgeTree fácil e rápido

Experimento: Transformando openSUSE 12.3 Tumbleweed em 13.2 Factory Milestone 0

Usando o Linux como um studio de gravação (parte 1)

AMSN, uma opção Open Source para o Messenger da Microsoft

Inkscape - Introdução (parte 2)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por dondalski em 30/01/2009 - 17:35h

Na verdade o protheus está na versão 10 release 1.2

[2] Comentário enviado por vodooo em 30/01/2009 - 17:38h

Verdade dondalski, já está quase saindo a 10 R2.

Abraço

[3] Comentário enviado por edipo.magrelo em 30/01/2009 - 19:22h

Em quel distro foi testada?

[4] Comentário enviado por edipo.magrelo em 30/01/2009 - 19:22h

Em qual distro foi testada?

[5] Comentário enviado por alfameck em 31/01/2009 - 10:48h

:)))

[6] Comentário enviado por rogerio_gentil em 02/02/2009 - 13:28h

Na empresa que trabalho temos o Protheus 10 instalado sobre o OpenSUSE 10.3 e DB2-Express. Faço todas as atulizações utilizando o TotvsDevStudio, mas no ambiente Windows XP. Achei que faltou um pouco de detalhes no artigo... mas é uma boa introdução.

[7] Comentário enviado por Abner Correa em 03/02/2009 - 17:44h

Ola meus caros,
Temos aqui em nossa empresa o Protheus como sistema de ERP em sua versão 8.11, o Servidor de aplicaçào de banco de dados são Windows Server 2003, e usamos clientes mistos, a maioria das estaçòes (cerca de 70 em LTSP) da matriz são Mandriva 2006, temos alguns pequenos problemas com o cliente, mas esta funcional. Em algumas poucas estações usamos o cliente em Ubuntu 8.04 com 100% de sucesso. As outras estações (cerca de 50) utilizam Windows, com cliente no servidor.
Parabenizo pela excelente iniciativa. Artigo muito importante para usuários de Protheus no Linux.
Precisando de auxilio, estou a disposição.

[8] Comentário enviado por dondalski em 04/02/2009 - 16:44h

no servidor, Protheus 10 R1.2 com o openSUSE 10.3 e PostgreSQL 8.2.6 e nas estações o cliente com o openSUSE 11.1

[9] Comentário enviado por denisflosi em 02/04/2009 - 16:03h

Olá Pessoal,

Seguinte, estou fazendo alguns testes com o remote do Protheus 8.11 para o Linux, até agora tudo deu certo, apenas um problema.
A impressora que tenho na estacao linux (Debian) via Cups não aparece disponivel no Remote para imprimir algum relatorio.

Valeu

[10] Comentário enviado por guilherme.couto em 09/12/2010 - 16:16h

Pessoal....preciso de uma ajuda....

Temos estações windows rodando o Protheus com o Crystal Reports.

Tem como usar o Crystal no Linux? ou usar uma ferramenta equivalente?

Se sim, como configurar?

[11] Comentário enviado por rafamello em 03/02/2012 - 11:11h

Bom Dia...uso o totvs em estações clientes. tudo em linux...só que ta caindo direto...sabem me dizer o que pode estar ocorrendo? nos centOs cai menos que no Ubuntu.

[12] Comentário enviado por vodooo em 03/02/2012 - 12:25h

Olá Rafamello.

O ideal seria verificar o console.log no servidor do Protheus para tentar verificar o que pode estar ocorrendo!

Outra coisa que pode estar dando problema é a rede!

Tem um comando da TOTVS que verifica o status da comunicação entre o Servidor e os Clientes

O nome é U_Nettest.

Mande rodar e aguarde uns 30 minutos ou mais.

Ao terminar será mostrado um log com quantas conexões houveram com ping maior que 100ms

Se tiver muitas pode ser que exista um problema de lentidão na rede, ocasionando perca de pacotes e consequentemente queda na conexão.

Espero ter ajudado


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts