Usando o FreeBSD como desktop

Vamos dar uma passada rápida e simples por esse maravilhoso S.O., abordando um pouco da instalação e configuração do mesmo como desktop.

[ Hits: 84.232 ]

Por: Perfil removido em 11/08/2008


O que é o FreeBSD



A primeira vez que instalei o FreeBSD foi por incentivo de um amigo chamado Wanderson. Mas na época tinha muitos afazeres e não pude dar uma atenção merecida ao FreeBSD. Agora instalei de novo, mas com a missão de usá-lo como desktop. Mesmo com o slogan dizendo "The power to serve", com um pouco de sacrifício dá para usar o Free como desktop.

E nessa minha tentativa de usá-lo como desktop, esbarrei em vários problemas e nesse tuto pretendo descrevê-los como forma de ajudar os futuros aventureiros desse mundo chamado BSD. Dêem uma olhada nesse texto retirado do Wikipédia para saber o que verdadeiramente é o FreeBSD:

O FreeBSD é um sistema operacional livre do tipo Unix, descendente do BSD, desenvolvido pela Universidade de Berkeley. Está disponível para as plataformas Intel x86, DEC Alpha, Sparc, PowerPC e PC-98 assim como para as arquiteturas baseadas em processadores de 64bits IA-64 e AMD64. Considerado como robusto e estável, geralmente é utilizado em servidores, como de internet ou proxies, mas também pode ser utilizado como estação de trabalho.

O FreeBSD é um sistema operacional multiusuário, capaz de executar em multitarefa. Ainda que o FreeBSD não possa ser chamado apropriadamente de Unix por não estar sob a licença do The Open Group, ele foi desenvolvido para ser compatível com a norma POSIX assim como outros clones do Unix.

O FreeBSD possui um sistema de arquivos próprio chamado Fast File System (FFS), que é uma derivação do Unix File System (UFS). Os derivados do BSD em geral tem como mascote um diabinho vermelho chamado Daemon, que significa demônio em grego, mas na realidade se refere a programas que rodam na memória autonomamente para servir requisições.

Até 2005 o Beastie era o "logotipo" do FreeBSD, quando foi aberta uma competição para escolher um novo símbolo para o projeto. Em 8 de outubro ganhou o desenho feito por Anton K. Gural para ser o novo símbolo do FreeBSD.

O lema do FreeBSD é The Power to Serve, ou seja, "O Poder para servir", obviamente se referindo a sua aplicação como servidor.

Fonte:
Usando o FreeBSD como desktop .
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é o FreeBSD
   2. Instalando e configurando o FreeBSD como desktop
   3. Acessando o drive de CD/DVD e partições NTFS, ReiserFS, EXT2 e EXT3 no FreeBSD
   4. Utilizando o ports
Outros artigos deste autor

Sudoers 1.8.12 - Parte IV - Manual

Como instalar Postgres 8 no Linux em 10 passos rápidos

Trabalhando com a extensão .tar

Consegue guardar um segredo?

Selecionando dados numa tabela para confecção de gráficos no oocalc

Leitura recomendada

Guia (nem tanto) Introdutório do Linux

Deixando o Ubuntu (ou outra distro) parecido com o Mac OS X

Iniciando no Linux

Instalação do Zabbix 1.6 no CentOS 5

sidux Hipnos XFCE

  
Comentários
[1] Comentário enviado por kalib em 11/08/2008 - 10:50h

Bom artigo para quem pretende experimentar o freebsd. ;]
Parabéns eu!noel...
Eu já tive essa experiência...mas não curti muito a experiência... Freebsd pode ser uma boa para servidores... Mas, como gosto é algo pessoal... Posso afirmar que em minha experiência...volto a repetir.. EM MINHA EXPERIÊNCIA... não achei o freebsd legal para uso em desktop. Uma vez que em meu desktop espero algo que funcione e seja simples de se usar onde sem dificuldades possa ter meu sistema atualizado e com todos os pacotes de que preciso. ;] O FreeBSD não cumpriu essas tarefas comigo...infelizmente...é fato que a quantidade de pacotes existentes para BSD cresceu muito..mas mesmo assim...muitos pacotes eu não encontrava... :/ E tinha que ser tudo compilando...e essa era uma coisa que eu também não gostava no gentoo por exemplo...Em casa..quero ter lazer e praticidade... no trabalho...a nível de segurança..tudo bem penar um pouco mais para ter algo garantido e seguro.

abraços e novamente parabéns pelo artigo. ;]

[2] Comentário enviado por joserribeirojuni em 11/08/2008 - 10:59h

Muito bom esse artigo cara, mas assim como o Kalib, minha expêrincia com o FreeBSD em desktop, não foi animadora, não por que seja algo dificil ou extremamente complexo, e sim é, qu eno meu desktop, prefiro algo que não seja preciso muita coisa pra dar certo, na minha expêrincia foi um sistema muito "fragil", apos um queda na energia ele não funcionou mais direto, eu poderia ter procurado como concertar e tal, mas achei masi rapido e pratico colocar o slackaware e pronto !
Mas eu pretendo instalar ele denovo, pra começar a estudar mais servidores, alias na faculdade que eu faço eles usam ele, : )

Mas é uma otima iniciativa cara, meus parabéns !

E boa sorte aos futuros usuarios de FreeBSD no DEsktop.

Abração !

[3] Comentário enviado por removido em 11/08/2008 - 11:10h

só uma coisa que esqueci dê por aí :

O freeBSD não possuí o flash por padrão, mais você tem várias opções de substituição .
As melhores são o linux-flashplugin7 e o 9, mais o nove tem um problema o som não funciona .
Então a melhor opção passa a ser a 7, funciona relativamente bem,
só tem um pequeno problema com alguns vídeos .
Ex : vídeos do globo.com

vlw, Kalib !!!
Realmente é bem mais trabalhoso configurar o FreeBSD como desktop, se você estiver comparando com um
Ubuntu, Arch llinux e etc ...
mais o FreeBSD também tem seu sabor .... rs rs rs rs rs

[4] Comentário enviado por percival em 11/08/2008 - 11:38h

Perdoe-me a sinceridade, colega, mas achei que poderia abordar melhor o assunto, mesmo dentro do seu enfoque "dicas básicas".

Mas, enfim, o artigo é bom e serviu para mostrar um pouco para quem não conhece este fantástico Sistema.

O esquema do ports do FreeBSD é simplesmente fora-de-série, não tem o que falar dele.

Se alguém não instalou os ports durante a instalação básica, basta um:

portsnap fetch

portsnap extract

E os ports estarão à disposição.

A única coisa é que eu comando apenas "make install clean" dentro do diretório do aplicativo que desejo compilar.

Outra ferramenta interessante é o pkg_add... com ela podemos instalar os binários de determinados aplicativos, sem ter a necessidade de compilar nada.

Exemplo: pkg_add -rv firefox

O amigo também poderia ter explicado sucintamente a "nomenclatura" das partições no BSD: na minha opinião, é o assunto mais chato e complicado para quem vem do GNU/Linux.

Muita gente dizia que o Debian era distro apenas para servidores... o mesmo dizem hoje do FreeBSD, mas posso afirmar que tenho um desktop com este fantástico Sistema e com tudo o que preciso.. inclusive compiz rodando.

Eu tentei várias vezes mostrar para vocês meu desktop FreeBSD através de screenshots aqui no VOL, mas todos foram barrados, apesar de existirem dezenas de outros usuários com seus screenshots de BSD aqui mesmo... vai ver que alguém da moderação não curte muito a minha cara... mas paciência, acontece.

Quem quiser me visitar no Orkut, no meu álbum eu tenho alguns shots do FreeBSD.

Abraço a todos.

[5] Comentário enviado por julianjedi em 11/08/2008 - 11:44h

Nossa ! e eu que achei que era dificil!!!!

[6] Comentário enviado por removido em 11/08/2008 - 11:49h

Favaratojr
Obrigado pelo complemento,
lembrando que iniciei nesse mundo chamado de "BSD " de cabeça a menos dê um mês.
E resolvi escrever esse mini tuto, afim de ajudar aqueles "noobs" em freeBSD como eu,
a não sofrerem nas mesmas coisas que eu sofri ...
mais de qualquer forma um muito obrigado pelos exclarecimentos.
Eu tenho o compiz instalado também :

http://www.vivaolinux.com.br/screenshot/Gnome-freeBSD-7.0-+-compiz/

conseguiu instalar o avant-window-navigator ????
se conseguiu, pode dizer como ????

[7] Comentário enviado por percival em 11/08/2008 - 11:53h

Nem tentei, amigo.. para te falar a verdade eu nunca usei isto nem no GNU/Linux.

Mas posso dar uma pesquisada e te retorno.

Abraço.

[8] Comentário enviado por willian.firmino em 11/08/2008 - 12:37h

Cara to afim de instalar esse sistema em uma partição aqui mas não sei como configurar o lilo do slackware 12.1 para subir o freeBSD se alguem souber me diz ai valeu

[9] Comentário enviado por removido em 11/08/2008 - 12:55h

eu não uso o lilo,
mais se quiser trocar pelo grub que está no cd 2 do slackware
vai ficar assim :

#[BSD]
title FreeBSD 7.0
root (hd0,3,a) * partição onde se encontra o freeBSD
makeactive
chainloader +1

[10] Comentário enviado por iz@bel em 11/08/2008 - 13:04h

Agora me animei!
Valeu por compartilhar suas experiências com os *BSD :)
Parabéns pelo artigo too!
[]'s

[11] Comentário enviado por maran em 11/08/2008 - 13:09h

Favoritos ;)

[12] Comentário enviado por fco em 11/08/2008 - 13:32h

Noel -> belo artigo! Quando estavam quebrando a cabeça para fazer algumas coisas funcionarem eu esqueci de mencionar que sua "labuta" pelo BSD daria bom um artigo. E deu!

Valeu pela menção!

@willian.firmino - para "subir o freeBSD" a configuração fica como se você do rWindows:

other = /dev/[s,h]da?
label = FreeBSD
table = /dev/[s,h]da

Abraço.

[13] Comentário enviado por removido em 11/08/2008 - 13:38h

esse mini tuto e 99% seu Xico,
foi até vc que moderou ... rs rs rs rs rs rs rs
Iza, vlw !!!!
maran, vlw !!!!
josé, vlw !!!!

[14] Comentário enviado por albertguedes em 11/08/2008 - 15:02h

E ai eu!noel.
Tô vendo que ficou apaixonado mesmo pelo FreeBSD. hehehe
Mas não posso te culpar, o FreeBSD é um sistema espetacular, quem puder, use ele nem que seja pra apagar depois, é uma experiência totalmente diferente pra quem quer ser adm de sistemas.
E pra usuários normais, não deixa de ser uma alternativa muito estável e segura, além da compatibilidade dele com os programas do Linux, podendo haver um belo intercâmbio entre ambos.

[15] Comentário enviado por fulllinux em 11/08/2008 - 16:23h

Não preciso dizer mais nada neh...hehe,
As nossas conversas em off diz tudo neh não!!!

Grande artigo,
Abraço!

[16] Comentário enviado por removido em 11/08/2008 - 16:26h

vlw, albert !!!
vlw, full !!!

[17] Comentário enviado por pasteleiro em 11/08/2008 - 17:32h

KKKKKKKKKKKKKK

SÓ RINDO MESMO !!!

O CARA COMEÇOU COM ONTEM COM O BSD E JÁ "FICOU APAIXONADO MESMO".

SEMPRE A MESMA PANELINHA SEM-GRAÇA AQUI NO VOL: FULLLINUX, KALIB, EUNOEL , MARAN , IZABEL E OUTROS.

UM FAZ UM "ARTIGO" DESTES E OS OUTROS CORREM ATRÁS LAMBER-SE.

MUITO TRISTE, MUITO TRISTE.

[18] Comentário enviado por grandmaster em 11/08/2008 - 18:49h

E temos um revoltado comentando.

Renato de Castro Henriques
CobiT Foundation 4.1 Certified ID: 90391725
http://www.renato.henriques.nom.br

[19] Comentário enviado por hideoux em 11/08/2008 - 19:40h

eu ía reclamar de que não tinha nenhum screen... mas tem sim...
afinal, os screens do eu!noel estão entre os melhores daqui do vol!

(e quero ver se alguém fala que não tenho razão ou que estou lambendo alguém!!

Há muitos anos que tenho vontade de brincar com esse SO... tenho vontade de colocar aqui no vmware...
Agora, com esse artigo, fiquei com mais vontade ainda!

valeu, noel!
abraço,
hideo

[20] Comentário enviado por hideoux em 11/08/2008 - 19:43h

ih... alguém criou uma conta só para zoar com o eu!noel...

[21] Comentário enviado por kalib em 11/08/2008 - 21:15h

Ainda bem que bom senso existe..e o eu!noel não vai cair nessa tentativa de "fazer raiva"...
Apenas colhemos os frutos que desejamos. ;]

abraços

[22] Comentário enviado por fabiomattes2011 em 12/08/2008 - 13:55h

Kra muito show teus screenshots, ainda vo fica bom assim... :D

[23] Comentário enviado por iz@bel em 12/08/2008 - 18:30h

pasteleiro acho que vc tem problemas!
Pode ser inveja, despeito, paixão pelo eu!noel e/ou outros usuários do VOL.
Bom, isso é um problema seu, vai se tratar!!!

Mas me deixa fora dessa!
Eu nem te conheço!
Izabel

[24] Comentário enviado por removido em 12/08/2008 - 18:36h

vlw , hideoux, kalib, gelheadbanger e Iza !!!!!!!
pela linguagem chula, e pelos erros de português .
Dou R$ 10, para quem adivinhar quem é o pasteleiro !!!!!!

[25] Comentário enviado por fabiomattes2011 em 12/08/2008 - 19:00h

Não faço idéia de quem seja, "BILL GATES", "STEVE JOBS", quem é?

[26] Comentário enviado por albfneto em 12/08/2008 - 20:59h

Parabéns, Eu!Noel. Puxa Compiz Fusion em um sistema BSD! Fabuloso.
Não tenho nenhuma prática, com BSD.
Sei que não é LInux, e até os comandos são diferentes.
Voce gosta de desafios...
Já sei, O Gentoo e o Arch, tava fácil demais! Rs

[27] Comentário enviado por pirrola em 18/10/2008 - 15:23h

Eu!Noel!, se vc está achando q o pasteleiro sou eu, enganou-se redondamnte...inclusive quero parabenizá-lo por ter colocado as fontes de onde vc tirou as informações para fazer seu artigo, coisa q até então vc jamais tinha feito...qto ao artigo em si, achei pouco informativo...

[28] Comentário enviado por maxsbory em 31/05/2009 - 13:02h

Eu gostei deste tutorial e o site da handbook , livro-de-mão, e uma otima fonte de pesquisa.
Vou tentar encontra tempo para praticar.
Aproveitando a oportunidade vou dar uma dica que descobrir tentando instalar o gnome:

basicamente e uma maneira de iniciar o GNOME automaticamente. Acesse o arquivo /etc/rc.conf e adicione a seguinte linha: GDM_ENABLE="YES" sem espacos e com letras maiusculas. Isso diz ao kernel para habilitar o gdm por padrão.

reinicie e pronto! Não testei com kdm porque o KDE esta dentro do GNOME
valeu!.

[29] Comentário enviado por paulo.rddck em 19/06/2009 - 23:59h

Bom embora o artigo está um pouco off... vamos lá

1° - Para usar o Mouse e o teclado no X.org apartir do FreeBSD 7.2 tem que ativar o HAL Daemon.
use: hald_enable="YES" no /etc/rc.conf

2° - Desktop sem som não é legal então vamos lá.
Presumindo que saiba qual o dispositivo de som va em : http://www.freebsd.org/releases/7.2R/hardware.html#SOUND e verifique se o seu dispositivo é suportado, se o mesmo não constar na lista de hardware suportado, bom então ainda tem uma breve quase impossivel possibilidade de ter driver para ele no site do fabricante, então não perca tempo procurando e compre uma compativel ou deixa de ser acomodado e começa a escrever um modulo para suporta-la.
Bom se seu hardware for compativel temos três formas de subir o modulo a mais facil é usando o kldload.
Com base no nome do modulo que está presente no link passado acima, então simplesmente entre com o comando no terminal como root.
Exemplo#kldload $nome_do_modulo
ou como segue o exemplo.
matilda#kldload snd_ich
No caso da minha maquina o dispositivo de audio é um suportado através do modulo SND_ICH presentes em placas-mães baseado em chipset intel, não sendo AHCI e nem ICH8 (Sigmatel HD).

O segundo modo é através de copilação do kernel.
Segue os passo vou passar onde se consegue documentação caso seja necessário.
Considerando que tenha instalado as fontes do sistemas haverá uma arvore de diretórios abaixo do /usr/src ou /sys.
localize o arquivo de configuração do kernel no seguinte caminho.
matilda#/usr/src/sys/$arch/conf/GENERIC
Esse é o arquivo do kernel generic disponibilizado por padrão pelo projeto.
Copieo usando o nome que deseja dar ao kernel do seu sistema.
matilda#cp /usr/src/sys/$arch/conf/GENERIC /usr/src/sys/$arch/conf/MATILDA
no caso o meu kernel chamará-se MATILDA.
apos isso insiras as seguintes linhas.
echo "OPTION sound" >> /usr/src/sys/$arch/conf/MATILDA
echo "device $nome_do_modulo" >> /usr/src/sys/$arch/conf/MATILDA
Aconselho ler os arquivos /usr/src/sys/$arch/conf/NOTES pois nele tem muitas opções.
No momento não tenho comigo o caminho dos arquivo de NOTES para dependencias do sistemas não especificas de arquitetura, pelo que me lembro acho que é
/usr/src/sys/conf/NOTES

Apos ter editado esse arquivo vamos a compilação do garoto.

matilda# cd /usr/src
matilda#make buildkernel KERNELCONF=MATILDA
matilda#make installkernel KERNELCONF=MATILDA

Após isso terá instalado um kernel personalizado para o seu sistema com suporte ao seu dispositivo de som.
Reinicie a maquina.
Apos logar-se no sistema ainda tem um procedimento que faz parte da compilação.
Como root execute:
matilda#mergemaster -p
Esse comando serve para atualizar os arquivos de configuração do sistema
Bom apos ele reinicie mais uma vez e se configurou corretamente o modulo para o seu hardware te o som funcionando de modo integrado no kernel.

A terceira forma de colocar som é editando o arquivo do boot.loader para carregar o modulo durante a inicialização do sistema, o arquivo esta disposto sobre o seguinte caminho.
/boot/loader.conf
entre ne a linha referente ao seu modulo da forma que é demostrada no /boot/defaults/loader.conf
Use o ee ou ( easy editor) , BSD é simples então não complique-o com vi.

Depois eu posto mais configurações sobre o FreeBSD.... para vocês linuxusers....

[30] Comentário enviado por paulo.rddck em 20/06/2009 - 01:18h

Bom vamos a mais algumas dicas ...
Embora a utilização do gdm_enable="YES" ser tiver interesse de usar o XDM ou o KDM como gerenciador de login no X segue as instruções.
Primeiro o XDM

Para deixar o XDM ativado durante o Boot editaremos o arquivo /etc/ttys onde na linha que referencia o terminal numero 8 mudamos a opção off para on .
Para usar o KDM no local do comando de execução do xdm passamos a do KDE que na versão 4 está disposta no caminho /usr/local/kde4/bin/kdm
Se quizer usar o XDM terá de usar o arquivo ~./.xsession que pode ter nele algumas das entradas a seguir.

Gnome = gnome-session
KDE = kde-start
Esqueci o demais como o do e17 e e16 assim como tambem o openbox mais nada que uma lida na man page não vai te ajudar.

Não esqueça de que para o GDM funcionar precisa que o dbus esteja funcionando.
Agora vamos lá, já que é para usar FreeBSD por que não esquecemos um pouco desse estilo do achar dificil do linux e vamos para o de fato dificil que é facil da familia dos BSDs
O Enlightenment é um otimo gerenciado de janelas, se falar o fvwm, ou no twm, vamos então para o OpenBox, ou passamos antes pelo fvwm95....

Segue alguns links que vai ajudar muito usuário que quando vem do mundo linux acha que a folga do quase tudo pronto se mantem.

Meu Blog conhecimento-bsd.blogspot.com tem umas coisa lá de como compilar e configurar o OpenOffice.org no FreeBSD, assim como uma preview das opções disponiveis no kernel para a serie 5.x e 6.x muita coisa se aplica a serie 7.x

Links otimos para se ler.
O Mais importante de todos.
http://doc.fug.com.br/handbook/
Versão em Português Brasil do Handbook está um pouco desatulizado mais guia um usuário não preguiçoso

O Segundo e tambem muito importante.

http://www.fug.com.br/component/option,com_wrapper/Itemid,80/

Historico da lista de discussão da Fug, por favor leêm as regras caso queira participar e antes de assinar le as regras, elas estão em http://www.fug.com.br/content/view/20/69/ e se assina a lista em http://www.fug.com.br/component/option,com_wrapper/Itemid,85/ Lá não tem essa falta de educação que temos em foruns e lista destinado a linux, Respeito e organização são regras no qual se seguem quase que ao pé da letra e antes de postar qualquer coisa por favor pesquise no google e depois no historico da lista e leêm antes o handbook...

Tem outros sites interessantes como o http://free.bsd.com.br que é um site de documentação com ótimos materiais, tem tambem os artigos da Fug, e a do UniJui http://www2.unijui.tche.br/~heini/freebsd/

Tem tambem as referencias de listas e foruns em Inglês assim como o Google Groups.

E Esquece esse estilo de que tem um utilitário que faz o grosso boa parte da configuração do sistema é através de linha de comando e edição de texto....
E outra não use Softupdate no root o fsck em single user é uma maravilha... :D ...


Bom acho que já ajudei demais os Lunixers afinal o linux é mesmo o melhor sistema operacional do mundo segundo eles, pena que esquecem que Linux é só um Kernel Todo BSD é SISTEMA OPERACIONAL .... agora se vinherem com arrogância vou postar um artiginho sobre NetBSD .... :D nada contra Lunixers mais gente se vocês fizessem codigo bom como fazem Marketing sacanagem de fato eu teria que ficar quieto por que sistema melhor não haveria.

Bom é isso ....
HUAHUAUHAUA bem vindo ao mundo BSD....

[31] Comentário enviado por paulo.rddck em 20/06/2009 - 01:23h

E para quem não sabe o Elightenment faz o Efeito transparente sem precisar gastar todo o hardware, e a Nvidia oferece um Driver proprio para ele só que tem que instalar o FreeBSD x86-32 e não o amd64 os drivers ainda não estão prontos...

E atualizem o sistema tem um previem no blog de como se faz em caso de duvida usa o Google, lembro de ter lindo algo sobre o Csup no Fug.com.br


Até mais... Linuxers.... :P

[32] Comentário enviado por k33p em 12/10/2009 - 22:25h

Minha opinião sincera é fbsd em desktop não vira, sem contar ainda os fanáticos chatos. ^

[33] Comentário enviado por douglas.giorgio em 30/11/2009 - 20:02h

freebsd para quem nao sabe nao vira msm

[34] Comentário enviado por removido em 04/12/2009 - 15:59h

Cara... na primeira vez que eu fui instalar o FreeBSD, não tive problema nenhuma na instalação.
(Lógico que tive lê o que estava fazendo e tals...).
Ele é um bom sistema e eu migraria para ele, mas antes eu tinha que ver algumas coisas.

[35] Comentário enviado por Thomáz Vinícius em 21/12/2009 - 09:15h

Eu também concordo com aqueles que falaram aqui que o FREEBSD como desktop é uma alternativa séria a se pensar.Eu mesmo já o testei e pra desktop ñ o aprovo,não por quê ñ o consegui usar,mas por quê ele ñ é simples e intuitivo de usar.Ele como servidor é muito bom.Agora como desktop,pra usar no dia-a-dia tem que melhorar muito,mas é um SO muito bom,mas para aqueles que querem iniciar no mundo do software livre não o recomendo,eu o achei mais difícil de instalar e configurar que o slackware para vocês terem idéia.Para quem tá iniciando no mundo linux recomendo um SO mais fácil e intuitivo e excelente como : BIG LINUX (muito bom,e totalmente em português),Mandriva,Kurumin,Ubuntu.São alguns dos mais fáceis no momento de se mecher e que possui uma boa documentação em português,lembrando que a outros SO bons em português,mas para iniciantes deve sempre buscar um SO que é mais difundido e usado,no caso do Linux seria mais uma DISTRO mais usada.Esses que eu mencionei com exceção do Kurumin que o projeto está estagnado,não tem previsão de volta todos tem boa documentação e muitos usuários que podem auxiliá-los.

[36] Comentário enviado por _wolf em 24/01/2010 - 13:45h

Ótima iniciativa com esse artigo.
Instalei o FreeBSD no meu notebook, com WINE, BrOffice, Advmame , KDE4, Mplayer, framebuffer, flashplayer no firefox, VitualBox, console 1024x768 (rodo mplayer no console) e todos esses frufrus de desktop.

Aprovadíssimo.



---Google is your friend---

[37] Comentário enviado por douglas.giorgio em 24/01/2010 - 13:56h

na minha opnião qualquer unix bem configurado da para fazer de desktop, desde que tenha interface grafica e os aplicativos nescessários, no inicio eh osso configurar tudo e talz, mas com o tempo vc acostuma, mas nao eh recomendavel para iniciantes, somente para aqueles que gosta de fazer tudo

[38] Comentário enviado por mcnd2 em 09/05/2010 - 19:04h

Estou no caminho da configuraçao...

Logo estarei com ele redondo, so e questao de tempo...


Parabens pelo artigo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts