Uma introdução ao shell (parte 1)

O shell é uma ferramenta poderosa dos sistemas GNU/Linux, portanto é bastante interessante para aqueles que querem se aventurar no mundo Linux aprenderem alguns comando básicos dele. O intuito deste artigo é justamente familiarizar aqueles que chegaram a pouco tempo no mundo Linux com o shell.

[ Hits: 145.187 ]

Por: Leonardo Xavier em 12/01/2005 | Blog: http://discordando-do-mundo.blogspot.com/


O que é shell



O shell é um módulo que atua como interface usuário - sistema operacional, possuindo diversos comandos internos que permitem ao usuário solicitar serviços do sistema operacional. O shell também implementa um linguagem simples de programação que permite o desenvolvimento de pequenos programas (os famosos shell scripts).

Um pouco de história


Agora que nós já sabemos o que é o shell, vamos ver um pouco de sua história.

Desenvolvido por S.R Bourne em 1975, o Bourne Shell foi um dos primeiros shells desenvolvidos. Por ser bastante bastante simples ele continua sendo até hoje um dos mais rápidos e mais leves.

A evolução do Bourne Shell foi o C Shell. Desenvolvido por Bill Joy ele apresentava como inovações o histórico de comandos, o alias (que permite usar um "apelido" para comandos complexos) e o controle de processos em foreground e background. Mas a característica principal do C Shell era a semelhança de sua sintaxe com a da linguagem C. Recentemente tivemos o desenvolvimento do Turbo C Shell, que apresenta algumas melhorias em relação ao C Shell.

Na busca da implementação do das características positivas do Bourne Shell e do C Shell, surgiu o Korn Shell, desenvolvido por David Korn.

O Bash (Bourne Again Shell) surgiu como uma reimplementação do Bourne Shell realizada pelo Projeto GNU (www.gnuproject.org). Apresentando melhorias em relação ao Bourne Shell, esse shell se popularizou pela expansão em sistemas GNU/Linux e portanto, é nele que iremos nos basear para o desenvolvimento desse artigo.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é shell
   2. Listando e se movimentando no shell
   3. Usando o gzip pra comprimir arquivos
   4. Usando o tar
   5. Manipulando arquivos e diretórios
   6. Conclusão
Outros artigos deste autor

Entendendo o sistema de arquivos do Linux

Leitura recomendada

Antergos - Um caminho para conhecer o Arch Linux

Lógica para computação - parte II

Dúvidas sobre a primeira instalação

Cinco distribuições para iniciantes

O usuário: o computador e você

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Agente Smith em 13/01/2005 - 11:07h

Ótimo artigo! Para quem acabou de entrar no shell do Linux, é uma mão na roda!

Entretanto, quando voce falou do comando tar:

"O tar (...) permite que possamos comprimir o conteúdo de um diretório transformando em um único arquivo, que quando descomprimido volte a ter toda a estrutura anterior a compressão."

O comando tar não comprime! Ele "empacota" vários arquivos para que sejam distribuídos como um só (que seria o arquivo .tar). O tamanho final de um arquivo .tar é a soma do tamanho dos outros arquivos. Caso voce queira compactar o arquivo empacotado (ou tarred, em inlges), voce pode usar

(exemplo 1) $ gzip arquivo.tar

ou

(exemplo 2) $ bzip arquivo.tar

ou voce pode avisar ao comando tar para que, depois do empacotamento, o próprio tar comprima o pacote resultante

(exemplo 2) $ tar czf ...
(exemplo 3) $ tar cjf ...

Os exemplos 1 e 3 terão como saída o arquivo exemplo.tar.gz, e, com os 2 e 4, exemplo.tar.bz2

Espero ter ajudado a ti nessa!

[2] Comentário enviado por leo_mxs em 14/01/2005 - 01:16h

Obrigado pela correção, eu acho que fui meio infeliz no termo empregado.
valeu !

[3] Comentário enviado por eliz em 10/04/2006 - 14:42h

achei o artigo bem interessante, para quem for iniciante vai quebrar um galho.

[4] Comentário enviado por alexmunhoz em 16/10/2006 - 18:15h

verdade, muito bom para nos iniciantes

[5] Comentário enviado por Burn em 13/01/2007 - 12:49h

cara
eu sou muito iniciante e tenhu de tentar compilare um modem
isso estra em ajudandu pakas mas ainda tem os erros
mas isso é outra parada
um abraço e paraben pelo artigo

[6] Comentário enviado por vvvdracula em 09/02/2007 - 08:49h

muito bom artigo
valeu
;)

[7] Comentário enviado por adrianosegura em 06/10/2008 - 17:27h

caro colega leo_mxs seu artigo ficou bom, mas encontrei alguns erros que podem confundir o usuário. Além dos erros que o amigo Agente Smith disse encontrei um referente ao comando tar. No exemplo da extração do arquivo, vc colocou como $ tar -vvvf nomedoarquivo.tar (está errado) e umas das possibilidades seria tar -xvf nomedoarquivo.tar . Abraço.


[8] Comentário enviado por marciasilva em 15/02/2011 - 10:44h

Parabéns. Ficou sucinto e claro. Estou começando agora e está me ajudando muito.

[9] Comentário enviado por gpzim98 em 26/12/2012 - 23:52h

Excelente!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts