Ubuntu ou Debian com KDE Plasma

O KDE Plasma 5.x é a quinta e atual geração do ambiente de trabalho criado pelo KDE, principalmente para sistemas Linux, sendo ele inicialmente lançado em 15 de julho de 2014. O KDE Plasma é observado por toda comunidade faz um tempo, já que promete ser mais leve que suas versões anteriores, além de ser escrito na linguagem Qt 5 e KDE Frameworks 5 predominantemente plasma-framework.

[ Hits: 1.103 ]

Por: Diego Mendes Rodrigues em 03/07/2020 | Blog: https://www.linkedin.com/in/diegomendesrodrigues/


Introdução



O KDE Plasma 5.x é a quinta e atual geração do ambiente de trabalho criado pelo KDE, principalmente para sistemas Linux, sendo ele inicialmente lançado em 15 de julho de 2014. O KDE Plasma está sendo observado por toda comunidade Linux faz um bom tempo, já que ele promete ser mais leve que suas versões anteriores, pois foi escrito na linguagem Qt 5 e KDE Frameworks 5, predominantemente plasma-framework, além disso foi muito otimizado o seu processamento, agora ele não vai esquentar o processador de nossas estações de trabalho, além de contar com diversas correções de bugs e a implementação de novos recursos.

Outros pontos interessantes são a melhora com o suporte para monitores HiDPI e a entrega de um shell gráfico mais convergente, capaz de modificar o shell gráfico de acordo com o dispositivo em uso pelo usuário final. Também inclui um novo tema padrão, denominado "Breeze".

O KDE Plasma 5 completa a migração do KDE Plasma 4 para QtQuick, já que o QtQuick 2 do Qt 5 usa um gráfico baseado em OpenGL (ES), que consegue acelerar o hardware para compor e renderizar gráficos na tela, o que permite a descarga de tarefas de renderização de gráficos computacionalmente caras para a GPU, liberando recursos na CPU principal do sistema, além de ser mais rápido e mais eficiente em economia de energia que a versão anterior.

Outro recurso esperado que está também presente na versão 5 do KDE Plasma, é a disponibilização das notificações, pois agora ele consegue notificar ao usuário, de forma semelhante aos avisos que ocorrem no Unity, que é desenvolvido pela Canonical. O usuário final consegue receber até mesmo as notificações de downloads concluídos, como as do Google Chrome.

Para instalar o KDE Plasma no Ubuntu e seus derivados, execute os seguintes comandos:

sudo add-apt-repository ppa:kubuntu-ppa/backports
sudo apt-get update && sudo apt-get dist-upgrade
sudo apt-get install kubuntu-desktop

Reinicie seu computador e não esqueça de escolher o KDE na tela de login.

Para instalar no Debian, deve executar o seguinte comando no terminal:

sudo tasksel install kde-desktop

Reinicie seu computador e escolha o KDE na tela de login.

Tela inicial com o menu inicial do Debian 10 com o KDE Plasma:
Informações do sistema:
Navegação na internet com o Firefox:
Aplicativos de escritório:
Desenvolvimento em Java com IntelliJ IDEA da JetBrains:


E você, já utilizou o KDE Plasma?

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Principais novidades do Linux Mint 20 Ulyana

Instalar o Ubuntu Server

Linuxfx OS - Distribuição para quem deseja o visual do Windows 10

ISPConfig 3.1 - Instalação no Debian 9

Usando o cURL - Client URL

Leitura recomendada

Leia, grave e execute!

Instalação de Programas no Ubuntu (atualização)

Debian Squeeze Backports

À procura por pacotes em distros Debian-based (Ubuntu, Linux Mint e outras)

Instalando Fedora CoreOS no KVM

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 03/07/2020 - 12:30h

O KDE Plasma e um ambiente de trabalho bem completo, utilizo ele desde a versão 5.4, ele vem progredindo muito, não utilizo o kubuntu, o Debian mas utilizei mas a distro que mais duas distros me cativam com o KDE o openSUSE e a Mageia, ambas fazem um trabalho fantástico.


[2] Comentário enviado por clodoaldops em 03/07/2020 - 14:29h

Gosto muito do kde-5 no mageia e especialmente no open-suse.

[3] Comentário enviado por mauricio123 em 04/07/2020 - 14:40h


o plasma 5 é muito bom. excelente artigo.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts