Tempestade de cor

Vamos direto ao ponto: hoje vamos aprender o caminho necessário para se criar uma tempestade de cores e linhas abstratas em forma de fractal.

[ Hits: 18.300 ]

Por: Guilherme RazGriz em 03/08/2007 | Blog: http://razgrizbox.tumblr.com


Como assim?



O que é uma tempestade de cores? Nada mais é do que uma grande variedade do mesmo tom ou de palestas diferentes que unidos em preenchimento formam desenhos abstratos dos mais diversos tipos.

IPC: Caso você não possua experiência ao menos razoável com o Gimp, favor consultar os artigos sugeridos abaixo, afim de obter um bom aproveitamento do conteúdo deste artigo:
Mui bien, vamos começar. Primeiro abra uma nova imagem de tamanho 500x500 pixels* (este tamanho é apenas uma SUGESTÃO, você é livre para decidir qual será mais apropriado para o seu caso).

Agora que você já criou a nova imagem, vamos tratar dos caminhos que podemos seguir para executar esse procedimento tão complexo e ao mesmo tempo tão simples. Vamos começar com um fractal instantâneo (também conhecido como "fracmiojo" pelos meus alunos presenciais).

O caminho abaixo levará você até o explorador de fractais, que nada mais é do que a chave do segredinho contado acima:



E... você achou mesmo que eu falei que era pra criar uma imagem vazia? Não! Eu disse para criar uma imagem, agora se ela vai estar vazia já não é problema meu. =] .

Abra o filtro e vamos começar a nossa brincadeira.

Quando se abre o filtro pela primeira vez, somos apresentados a esta interface que podemos ver abaixo:



Vamos falar um pouco sobre ela: acima você pode notar que existem 3 abas (isso mesmo abas, como em outros filtros do próprio Gimp, navegadores e etc), são elas:

Parâmetros:

Esta é a aba que aparece a nossa esquerda, é nela que editamos as posições e frequências de tons dentro do nosso fractal, mas nada disso tem haver com as cores, apenas com os tons e posicionamento.

Cores:

A aba do centro e também a primeira que nós vemos quando o filtro é aberto, é aqui que podemos fazer todos os ajustes de coloração que nós desejamos, vamos falar mais sobre ela adiante.

Fractais:

Aba da direita, sua função é apresentar uma lista atualizável (sim, você pode importar modelos de fractal feitos por você ou outras pessoas) na qual você pode optar por modelos de fractais pré-prontos para modificar ou usar sem rodeios trocando as cores ou não. =]

Agora vamos falar um pouquinho sobre a interface de cada aba do filtro de uma forma mais abrangente:

Fractais



Como foi dito anteriormente, a função desta interface é bem simples, para escolher o fractal desejado, basta clicar sobre ele na lista e depois em "OK". Para adicionar um novo fractal basta clicar em atualizar e para excluir a resposta esta na própria interface.

Uma vez escolhido o seu fractal base, vamos para a próxima interface:

Cores



Como já foi dito anteriormente diversas vezes, esta é a interface a qual somos apresentados primeiro quando o filtro é inicializado, vamos agora falar um pouco sobre ela:

A barra de controle de número de cores (simplesmente denominada na interface pelo nome: "número de cores") determina a quantidade de cores e tons derivados que serão agregados a imagem, pessoalmente eu considero o seu ajuste um pouco delicado e em muitos casos até mesmo desnecessário para a proposta deste documento, mas fica o registro assim mesmo.

Logo abaixo da barra nós temos o quadrinho "Usa suavização LogLog". Basicamente quando ativada, trabalha diretamente com o número de cores e tons da imagem que se altera na barra que mencionamos acima, o problema é que em demasia ela pode causar embaralhamento de cores fazendo um efeito de TV mal sintonizada, porém se feito com cuidado pode eliminar qualquer mexa de serrilhado ou criar novos tons reflexivos na imagem.

Densidade das cores

Bem, esta subferramenta é simples, quanto maior for o valor de uma cor maior serão seu raio de ação na imagem e vice e versa.

Função de cor

Mui bien, esta subferramenta é responsável por definir o tipo de ângulo que as cores vão atacar na figura, dependendo do ângulo eventualmente uma cor pode ser subtraída pela outra. =]

Modo de cor

A minha subferramenta favorita, você com ela tem duas opções: manter tudo do jeito que está (no caso o seu ajuste atual) ou simplesmente "esquecer tudo" quanto a isso e usar as cores de algum degradê que deseje utilizar! Para utilizar algum dos degradês que você mesmo fez ou algum dos já prontos, basta selecioná-lo na barrinha onde aparece o degradê cinza padrão, dentro da interface do filtro. =]

E por fim:

Parâmetros



Parece ser a mais complicada, mas na realidade é bem simples, requer apenas uma dose de sensibilidade no começo, mas depois você verá que é muito simples passar a sua imaginação para estes vetores.

Neste caso, por experiência própria em sala de aula, constatei que não adianta eu falar sobre cada vetor, deixo a você a tarefa de experimentar e ver como cada um atua sobre a figura.

Tipos de fractal

A segunda parte desta interface trata do molde do mesmo. Basta dizer que alterando este parâmetro você voltará a um modelo pré-pronto de fractal, que no caso deve ser a última coisa que você deseja agora.

Uma vez finito o teu ajuste completo em todas as abas, clique em ok e espere o processamento ser concluído.

Agora vejamos aqui: se você fez tudo isso em uma imagem em branco sem nada feito antes, esta parte do artigo não precisa ser lida.

Agora que você concluiu o seu fractal, copie o resultado e desfaça a operação, isso mesmo control + Z! Cole o resultado sobre a imagem em forma de nova camada e aplique o efeito de camada multiplicar* (NÃO se prenda a apenas este, invente vá enfrente e tente os outros =]).



Quando satisfeito clique em OK e depois brinque com as cores utilizando um filtro ou apenas jogo de brilho e luz!



Claro que acima tem uma pegadinha para os meus queridos alunos não presenciais (ou seja, que acompanham os artigos pelo VOL e ou baú), para inverter as cores e tons eu usei um determinado filtro específico com um ajuste secundário, pergunta: qual é o nome do filtro e o seu modo de atuação na imagem?

Muito bem, vamos para a próxima página.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Como assim?
   2. A tal águinha
Outros artigos deste autor

Composição por anexação e o Gimp

Inkscape descomplicado - Parte III (criando e imprimindo objetos 3D)

Tratamento de imagens em pessoas usando construtivismo reaplicado

Porque o PC popular é ruim?

Programação visual (módulo 2)

Leitura recomendada

Blender - Como fazer um planeta 3D

Uma pequena jóia sobre ilusionismo visual

Xorg 7.0 no Slackware 10.2

Deformar ou recriar?

Publicidade? Linux? Como?!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por camolez em 03/08/2007 - 10:22h

Legal .. psicodelico .....

[2] Comentário enviado por removido em 03/08/2007 - 12:33h

Nossa cara!
Voçê está de parabéns!
Quando eu tiver o meu linux eu irei fazer igual!
NOTA 10!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts