Sociedade Software Livre

Cada vez que ouço as palavras "Software" e "Livre" consecutivamente, de imediato surge-me outras três na mente:
Liberdade, Comunidade e Compartilhamento. Fugindo da parte computacional, consegue imaginar o impacto destas três
palavras no âmbito de nossa sociedade ?

[ Hits: 6.560 ]

Por: Rosberg M Bozzetto em 21/05/2011


Liberdade, Comunidade e Compartilhamento



Trocando em miúdos cada uma delas, a palavra LIBERDADE está no nosso sangue, no nosso DNA, surge principalmente quando começamos a entrar na adolescência. Quando esta nos surge logo nos imaginamos em cima de um pequeno morro de grama alta, onde há uma solitária árvore balançando suas folhas com o vento, e nós de braços abertos curtindo a brisa, olhando para o sol se pondo. Imagine e curta a cena antes de continuar lendo.

COMUNIDADE nos leva a contribuição, ajuda, motivação, uns pelos outros em busca da paz humana, mesmo que não sabemos nada do passado de João ou Maria. Essa palavra fica ainda mais em evidência em tempos de tragédias “naturais”, países em guerra, fome. Todos nós (ou a maioria) sentimos um pouco de culpa, procuramos a melhor forma de amparar aqueles que sofreram, nos imaginamos enfrentando a mesma situação. Enfim, queremos que estes desconhecidos não passem mais por aquilo, e queremos também ser ajudados quando precisamos.

A terceira palavra, COMPARTILHAMENTO, está entrelaçado com a comunidade, pois quem compartilha somos nós, que fazemos parte dela. Mas aqui quero enfatizar o compartilhamento de ideias e conhecimento. Imagine um mundo onde tudo que foi inventado tivesse ficados apenas na mente de seu criador, e que a “receita” dessa maravilhosa invenção tivesse simplesmente se perdido. Pensando assim é complicado vermos o mundo como é hoje.

Evoluímos apenas através do pensamento alheio, do conhecimento de alguém que passou por coisas que não passamos ainda, as ideias são repassadas, melhoradas, atualizadas através de diferentes mentes que funcionam de maneiras distintas e que juntando-as podem construir aviões supersônicos, robôs inteligentes e até semáforos, que no início só tinha as cores verde e vermelho, depois alguém adicionou o amarelo e assim diminuíram ainda mais os acidentes de trânsito.

Maravilhoso tudo isso, não?

A filosofia do Software Livre me encanta por levar essas três palavras em sua base (há outras, mas por hora pra mim são essas) e deve encantar você também que lê este texto. Nem vou citar a relação do Software proprietário com estas três palavras (como se fosse possível!?).

No fim vos digo, liberte-se, participe das comunidades, compartilhe, use o Software Livre e o Linux,

é claro. ;)
   

Páginas do artigo
   1. Liberdade, Comunidade e Compartilhamento
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Fornecendo informações úteis para obter respostas válidas

RedBug: Lista dos autores de artigos sorteados do mês

O que é o OpenDocument Format

Software Livre é o futuro

Linux x Windows - O paradoxo da atualização

  
Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 21/05/2011 - 18:24h

Muito legal, parabén.
Isso sintetiza o que é software livre.

[2] Comentário enviado por rai3mb em 21/05/2011 - 20:44h

Maravilhoso texto, daria uma ótima introdução de palestra sobre software livre :-)
É isso ai mesmo.
Parabéns!

[3] Comentário enviado por cruzeirense em 23/05/2011 - 10:22h

Prezado Rosberg M Bozzetto,

Legal o seu ponto de vista.
Mas acho que seria importante colocar uma quarta palavra ái:
"Respeito"
Num mundo globalizado onde diversas comunidades diferentes interagem, se não houver respeito vira tudo uma bagunça só.

A palavra respeito é que me mostra o limite do "até quando eu posso ser livre".

Posso ser livre para utilizar determinado software open source? Sim, desde que respeite a licença. Tenho que respeitar, por exemplo, a questão dos créditos. Tenho também que compartilhar o que eu desenvolver. E por aí vai...

Sem respeito a liberdade não funciona e o conhecimento não é compartilhado como deveria.

Tenho que respeitar pessoas diferentes de mim, que tem opiniões contrárias, mesmo porque elas também tem direito a liberdade.
Tenho que respeitar, por exemplo, uma pessoa, que gastou $$$ para desenvolver um software e não quer abrir os fontes do mesmo.

Finalizando:

"Minha liberdade acaba onde começa o direito do outro".

Abraço,

Renato

[4] Comentário enviado por bergcc em 23/05/2011 - 20:50h

Renato,

Legal, concordo plenamente com você.
Respeito tem de haver sim, temos que ser flexiveis e ser capazas de interpretar cada caso. Afinal, tudo depende tbm da intenção e dos objetivos do desenvolvedor. Ou p/ quem(ou que) determinado software é destinado.
Respeito é uma virtude que tem de haver de todos os lados.
O texto quis passar mais uma questão filosófica do que eu realmente penso quando falo sobre SL. Sem levar em consideração licenças, direitos autorais, patentes, etc...
Mas achei totalmente válida sua dica de adicionar esta palavra. Complementa bem! :)

Abraço!

[5] Comentário enviado por DadoCe em 24/05/2011 - 01:04h

Seguindo o conceito de COMUNIDADE, vamos ao wiki pedir ajuda à nossa galera:

"Do ponto de vista da sociologia, uma comunidade é um conjunto de pessoas que se organizam sob o mesmo conjunto de normas, geralmente vivem no mesmo local, sob o mesmo governo ou compartilham do mesmo legado cultural e histórico" [...] "Fichter, 1967 em suas Definições para uso didático ressalta que uma palavra que é rodeada de significados múltiplos, requer uma cuidadosa definição técnica, ao que propõe: comunidade é um grupo territorial de indivíduos com relações recíprocas, que servem de meios comuns para lograr fins comuns".

Enfim. Há muito venho "pregando", feito um pastor, sobre os incomensuráveis benefícios gerados dentro de uma comunidade. E isso vem desde aquela época que baixávamos arquivos P2P e tirávamos da pasta de compartilhamento rs, passando pela fase de desenhista, voley, basquete, guitarra e afins, só depois chegando ao software.

Não sou nenhum exemplo de conquista ou superação, mas, de qualquer forma, definitivamente não chegaria até aqui não fosse a influência das mais variadas comunidades que me apoio. Dai explica-se minha preocupação em manter uma e, na medida do possível, o mais próximo de mim.

Defendo a filosofia do SL desde antes mesmo de ter conhecimento real de causa. Me escondi durante anos atrás do lendário mimimi de que não tinha tempo, de que usava Delphi com zilhares de dependência e bla bla bla, mas não passavam de desculpas. Hoje, envolvido com essa comunidade, fica bem mais claro criar um entendimento dessa comentada palavra: COMUNIDADE.

A descrição que referenciei no começo foi só pra embasar minha ideia de que, apesar de concordar com o que o Renato disse, acho que o respeito e mais uma porrada de outros atributos, já vêm importados no contexto.

Bergão, parabéns pelo texto, como disse no tweet, ficamos orgulhosaços. Lembrando também que, se eu uso Linux hoje, esse tal de Berg tem grande culpa nisso ;)

=**

DADO

[6] Comentário enviado por bergcc em 24/05/2011 - 10:05h

DADO,

É exatamente isso que o texto quer passar. O quanto essas palavras, principalmente COMUNIDADE, já estão no nosso dia-a-dia a tempos, e a todo momento nos remetemos a elas nos mais diversificados casos. E quem vive o SL, sente elas no sangue. Dá arrepios ver tanta gente usando seu pouco tempo de folga pra ajudar, seja quem for, alguém a resolver seu problema. E isto é feio por prazer de saber que contribuiu com uma pequena parcela na COMUNIDADE. Quando digo isso, falo da COMUNIDADE no geral(NÓS), e não das empresas voltadas aos fins lucrativos(RED HAT, CANONICAL, ...), mesmo assim estas empresas tem grande parcela no crescimento das comunidades.

Brothá! :)

[7] Comentário enviado por rafamiott em 24/05/2011 - 14:18h

De emocionar mesmo,Parabens cara.

[8] Comentário enviado por danilobs em 24/05/2011 - 14:29h

Parabéns cara, seu texto está ótimo! Um dos melhores artigos (nada de técnico ou científico) que já li...favorito na certa!
Continue escrevendo...

Um abraço.

[9] Comentário enviado por cassiabisinoto em 24/05/2011 - 20:12h

Muito bem elaborado Berguito! São conceitos que, com certeza, devemos aplicar no nosso cotidiano em comunidade
científica e social! A cada dia deixando os amigos mais orgulhosos! Parabéns =D
Um grande abraço

Cássia

[10] Comentário enviado por robsoncassol em 25/05/2011 - 16:08h

Parabéns Berg! Conseguiu passar, de uma forma contagiante , o espírito do software livre.
Muitos após lerem seu artigo serão "convertidos" :D

[11] Comentário enviado por removido em 25/08/2011 - 22:52h

Gosto muito dessa comunidade, formada por pessoas inteligentes com um vasto conhecimento, mas que é humilde e respeita os iniciantes.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts