Sistemas operacionais imutáveis e suas tecnologias

Nesse artigo, apresento o Fedora Silverblue e suas características, além de demonstrar também as vantagens de se utilizar um sistema operacional imutável no dia a dia, seja para a utilização básica ou para desenvolvimento de software.

[ Hits: 12.360 ]

Por: Perfil removido em 14/10/2022


Imutabilidade



Basicamente, imutabilidade significa que algo não pode ser alterado. Por exemplo, em uma linguagem de programação qualquer, uma constante pode ser classificada como um valor imutável, pois não pode e não deve ser alterado. Aplicando esse mesmo conceito em sistemas operacionais, a raiz do sistema (/) é imutável. Isso significa que tudo abaixo de / é somente leitura (read-only), assim como em /usr.

As exceções são as pastas /var, /boot, e /etc, as quais permanecem mutáveis. Nesse sentido, para garantir o funcionamento das aplicações de sistema e de usuário, a pasta /var é utilizada.

Na raiz do sistema, pastas mutáveis são links simbólicos para outras pastas em /var. Segue exemplo:
  • /home -> /var/home
  • /opt -> /var/opt
  • /srv -> /var/srv
  • /root -> /var/roothome
  • /usr/local -> /var/usrlocal
  • /mnt -> /var/mnt
  • /tmp -> /sysroot/tmp

A ideia é manter arquivos e pastas considerados importantes para o funcionamento do sistema operacional como imutáveis.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Imutabilidade
   2. Atualizações atômicas
   3. OSTree
   4. Gerenciamento de software
   5. Bônus: toolbox-shortcuts
   6. Finalização
Outros artigos deste autor

Instalando o maravilhoso Arch Linux

Principais Ambientes Gráficos

Instalando e arredondando o Slackware 13.1

Varnish: Uma camada de velocidade

Emuladores para seu sistema operacional

Leitura recomendada

Linux, uma história sem fim!

Vida nova para o Kurumin 7

Uma introdução ao shell (parte 1)

Dando uma olhada no Mageia 7 (beta)

Instalando o Fedore Core 4

  
Comentários
[1] Comentário enviado por caslubas em 16/10/2022 - 15:21h

Excelente artigo!

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 17/10/2022 - 09:13h


Vou favoritar, porque acredito que será leitura obrigatória para quem for usar um sistema imutável desses.

--
Chega uma hora na vida que você só quer bater o prego e não perder tempo estudando a ciência da construção de um martelo.

[3] Comentário enviado por removido em 17/10/2022 - 12:29h


[1] Comentário enviado por caslubas em 16/10/2022 - 15:21h

Excelente artigo!


Obrigado!

[4] Comentário enviado por removido em 17/10/2022 - 12:52h


[2] Comentário enviado por xerxeslins em 17/10/2022 - 09:13h


Vou favoritar, porque acredito que será leitura obrigatória para quem for usar um sistema imutável desses.

--
Chega uma hora na vida que você só quer bater o prego e não perder tempo estudando a ciência da construção de um martelo.



Um complemento, é que algumas distros imutáveis seguem uma abordagem um pouco diferente, pois não fazem uso do OSTree. Nesse caso, o OSTree se aplica ao Silverblue/Kinoite, Endless OS, e GNOME OS, mas não ao MicroOS, este faz uso do BTRFS para criar snapshots antes de qualquer atualização atômica.

Mas com exceção do OSTree/rpm-ostree, o flatpak e o toolbox são ferramentas universais nesse tipo de sistema. Inclusive, uma dica: no lugar do toolbox, pode ser utilizado o distrobox, o qual seria mais fácil para quem está iniciando nesse tipo de sistema.

[5] Comentário enviado por maurixnovatrento em 23/10/2022 - 13:23h


Excelente artigo.

___________________________________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/mxnt10

[6] Comentário enviado por Creto em 01/01/2023 - 07:48h

O artigo está de parabéns! Até porque eu li e concordei com o "que está escrito", mas discordo em um uso de um sistema feito para ser esse modelo em que eu não posso alterar, ou quem sabe corrigí-lo, como quase sempre faço.


Uso GNU/Linux sou livre, papa-chibé e açaí (mas é açaí mesmo aqui do Pará)
BigLinux 22.0.0 Sikaris, Manjaro Plasma 22.0.0 Sikaris, PCLinuxOS versão BR Plasma

[7] Comentário enviado por removido em 01/01/2023 - 08:53h


[6] Comentário enviado por Creto em 01/01/2023 - 07:48h

O artigo está de parabéns! Até porque eu li e concordei com o "que está escrito", mas discordo em um uso de um sistema feito para ser esse modelo em que eu não posso alterar, ou quem sabe corrigí-lo, como quase sempre faço.


Uso GNU/Linux sou livre, papa-chibé e açaí (mas é açaí mesmo aqui do Pará)
BigLinux 22.0.0 Sikaris, Manjaro Plasma 22.0.0 Sikaris, PCLinuxOS versão BR Plasma


Obrigado pelo comentário.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts