Introdução ao Void Linux

Aqui veremos a instalação do excelente Void Linux, distribuição que foge aos padrões atuais, leia-se, a dominação do Systemd. Atualizado: 2019.

[ Hits: 17.027 ]

Por: edps em 18/10/2016 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Sobre o Void Linux



A distribuição

O Void Linux é um sistema operacional baseado no monolítico kernel Linux®. Seu gerenciamento de pacotes permite rapidamente instalar, atualizar ou remover pacotes; pacotes estes que podem ser binários ou que podem ser compilados dos sources via xbps-src.

Atualmente, disponibiliza mais de 6000 pacotes otimizados para as arquiteturas: x86, x86_64, ARMv6, ARMv7, existindo ainda a possibilidade de compilação, seja nativa ou por cross compiling de qualquer pacote disponível em XBPS source packages collection.

Fork?

O Void Linux é uma distribuição independente, desenvolvida por voluntários.

Diferentemente de milhões (eles dizem trilhões, rsrs), o Void não é uma modificação de uma distribuição existente, seus gerenciadores de pacotes e de empacotamentos foram escritos "from scratch" sob licença BSD.

A respeito disto, tenho uma nota a acrescentar, em muito o Void Linux se parece com o antigo Arch Linux (antes deles adotarem o estilo gentoo-mode de instalação, rsrs), fora o modo de instalar, a utilização do XBPS em muito lembra o Pacman!

Rolling release?

Instale uma vez, atualize diariamente e seu sistema estará sempre atualizado!

Novos pacotes serão empacotados tão breve quanto for à sua adição aos repositórios Void.

Runit?

Utiliza o "runit" como o init padrão do sistema e supervisor de serviços.

O runit é uma simples e efetiva ferramenta para inicializar sistemas com o enfoque na supervisão confiável de serviços, maiores detalhes (incluindo sua utilização) podem ser vistos nos links abaixo:

LibreSSL?

É a primeira distribuição a substituir o a biblioteca OpenSSL pela LibreSSL.

Após o Heartbleed (bug na biblioteca SSL), acreditam que o projeto OpenBSD é o mais qualificado para fornecer uma solução mais segura.

xbps?

O xbps é o gerenciador de pacotes nativo do sistema, escrito sob a licença BSD.

Ele permite rapidamente instalar, atualizar ou remover softwares, além disso possibilita identificar bibliotecas compartilhadas incompatíveis e dependências, enquanto atualiza ou remove pacotes (fora outras), sobre sua utilização, veja as páginas abaixo:

xbps-src?

O xbps-src é o sistema de empacotamento do Void Linux, também escrito sob a licença BSD.

Constrói softwares em containers através do uso de namespaces, proporcionando isolamento de processos e montagens (entre outros). Não é necessário rodá-lo como root, além disso, o xbps-src pode construir nativamente ou por compilação cruzada (cross compiling) para uma máquina alvo e suporta múltiplas bibliotecas C (glibc e MUSL atualmente).

Para maiores detalhes sobre o xbps-src, veja o link abaixo:

O bê-á-bá?

O básico para a instalação e configuração do Void Linux, podem ser vistos nos links abaixo:
Parte deste artigo e a parte de configuração do Void Linux baseiam-se nos links acima.

Wiki?

Sim, tem wiki:

Fórum?

Em caso de problemas, não deixe de se inscrever no fórum abaixo:
Para concluir esta breve introdução, convém dizer que a mesma não é uma documentação oficial, sendo parte retirada diretamente da página oficial (e com tradução livre).

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Sobre o Void Linux
   2. Instalação
   3. Configuração
   4. Extras
Outros artigos deste autor

Ubuntu Control Center

Siduction - Nova distro baseada no Debian SID

MATE Desktop 1.16.0 [GTK3] no Slackware

Filtrando IPs no Debian e Ubuntu com o Mobloquer

ZRAM (Compressed RAM) no Debian

Leitura recomendada

Pesquisa com slocate, locate e updatedb

Lógica para computação - parte II

Alternativas ao Flash Player no openSUSE

Sabayon CoreCDX FluxBox 5.3, excelente!

Sugestões sobre distros Linux e particionamento de HD

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 09:03h

Qual o navegador padrão da distro?
Se conseguiu instalar o Java da Oracle (sempre atualizável), vou instalar pra conhecer.

Ótimo artigo!
****

De fato, lembra mesmo a instalação do Arch.
Será esse XBPS tão bão quão o pacman? :)

[2] Comentário enviado por edps em 18/10/2016 - 21:06h


[1] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 09:03h

Qual o navegador padrão da distro?
Se conseguiu instalar o Java da Oracle (sempre atualizável), vou instalar pra conhecer.

Ótimo artigo!
****

De fato, lembra mesmo a instalação do Arch.
Será esse XBPS tão bão quão o pacman? :)


Izaias, eu oacho muy Arch! rsrs a única coisa que falta é algo como um AUR próprio, e por sua vez o xbps-src também lembra o Arch build System (ABS).

QUanto ao Oracle Java vou ficar te devendo por enquanto pois não lembro se o instalei, mas acho que sim, visto que estou com um sistema completo, mas de acordo com a Wiki, a instalação dessa versão do Java se dará após a instalação do repo void-nonfree, visto na última página deste artigo.

# xbps-install void-repo-nonfree
# xbps-install -S oracle-jre
ou
# xbps-install -S oracle-jdk

Em relação ao navegador, não tenho certeza pois fiz a instalação NetInstall, provavelmente deve ser o Firefox numa instalação completa, pois notei que o CHromium vem capenga dos pacotes (chromium-widevine e pepperflash), pelo menos em meu sistema i686.

O Vivaldi e o novo Opera podem ser instalados via xbps-src, tal como visto em:

https://edpsblog.wordpress.com/2016/09/10/how-to-xbps-src-empacotamento-no-void-linux/

[3] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 21:30h

Se os desenvolvedores se inspiraram no Arch, tiveram o mesmo cuidado com o máximo de pacotes possíveis disponíveis.
Quando uma distro é tratada de forma responsável, ela vai longe!

Obrigado pelas informações.

[4] Comentário enviado por edps em 18/10/2016 - 21:36h


[3] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 21:30h

Se os desenvolvedores se inspiraram no Arch, tiveram o mesmo cuidado com o máximo de pacotes possíveis disponíveis.
Quando uma distro é tratada de forma responsável, ela vai longe!

Obrigado pelas informações.


Convenhamos, fica mais bonito dizer que algo é feito from-scratch do que ser derivado de outra distribuição (não estou dizendo que seja), mas o fato é que lembra e muito e como se não bastasse dá para você instalar o Void direto do Arch:

https://wiki.voidlinux.eu/Installing_alongside_Arch_Linux

[5] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 21:38h

Qualquer semelhança, é mera coincidência. :)

[6] Comentário enviado por kowalskii em 19/10/2016 - 10:23h

Ótimo tutorial, a proposta do sistema é muito interessante mesmo.
Quando sobrar um tempo quero instalar ele no HD e ir construindo do meu jeito, minha última experiencia com ele não foi das melhores kkk
abraço

[7] Comentário enviado por Felipeigor em 19/10/2016 - 23:52h

Sempre ótimos artigos , sempre leio os artigos do seu blog.. parabéns brother

Igor Felipe
Cadastrado desde: 25/09/2009

[b]If it moves , compile it.[/b]

[8] Comentário enviado por edps em 20/10/2016 - 21:00h


[5] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 21:38h

Qualquer semelhança, é mera coincidência. :)


É igual Denorex (não diga que não lembra hein?), parece mas não é! :)

[9] Comentário enviado por edps em 20/10/2016 - 21:06h


[6] Comentário enviado por kowalskii em 19/10/2016 - 10:23h

Ótimo tutorial, a proposta do sistema é muito interessante mesmo.
Quando sobrar um tempo quero instalar ele no HD e ir construindo do meu jeito, minha última experiencia com ele não foi das melhores kkk
abraço


Sò por oferecer uma alternatova ao SystemD, já vale o teste.


[7] Comentário enviado por Felipeigor em 19/10/2016 - 23:52h

Sempre ótimos artigos , sempre leio os artigos do seu blog.. parabéns brother

Igor Felipe
Cadastrado desde: 25/09/2009

[b]If it moves , compile it.[/b]


Thanks brother.

[10] Comentário enviado por izaias em 20/10/2016 - 21:48h


[8] Comentário enviado por edps em 20/10/2016 - 21:00h


[5] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 21:38h

Qualquer semelhança, é mera coincidência. :)


É igual Denorex (não diga que não lembra hein?), parece mas não é! :)


Não sou desse tempo! rsrs

[11] Comentário enviado por edps em 20/10/2016 - 22:01h


[10] Comentário enviado por izaias em 20/10/2016 - 21:48h


[8] Comentário enviado por edps em 20/10/2016 - 21:00h


[5] Comentário enviado por izaias em 18/10/2016 - 21:38h

Qualquer semelhança, é mera coincidência. :)


É igual Denorex (não diga que não lembra hein?), parece mas não é! :)


Não sou desse tempo! rsrs


Sei! kkk

[12] Comentário enviado por JJSantos em 24/10/2016 - 00:44h

Melhor parte:

Voltando ao caso do LXDM, após a inserção de usuário e senha, logo o OpenBox é executado e apresentar-se-a horrivelmente assim:


Ótimo artigo, não conhecia esse projeto.

[13] Comentário enviado por luiztux em 25/10/2016 - 08:37h

Olá meu caro.

Ótimo artigo. Parabéns.

Favoritado. :)

-----------------------------------''----------------------------------

Larry, The Cow, uses Gentoo GNU/Linux

^__^
(oo)
(__)

"If it moves, compile it."


[14] Comentário enviado por edps em 27/10/2016 - 19:45h

@JJSantos e @luiztux, obrigado pelos comentários.

Um abraço.

[15] Comentário enviado por xerxeslins em 08/03/2019 - 10:26h


Artigo fantástico. Mas merece uma atualização... Pois os links ".eu" não funcionam mais. Agora é: voidlinux.org

--
"There are lots of Linux users who don't care how the kernel works, but only want to use it. That is a tribute to how good Linux is." - Linus Torvalds

[16] Comentário enviado por edps em 03/09/2019 - 19:23h


[15] Comentário enviado por xerxeslins em 08/03/2019 - 10:26h


Artigo fantástico. Mas merece uma atualização... Pois os links ".eu" não funcionam mais. Agora é: voidlinux.org

--
"There are lots of Linux users who don't care how the kernel works, but only want to use it. That is a tribute to how good Linux is." - Linus Torvalds



Xerxes e demais,

solicitei a atualizacão dos links do artigo pelo Fale Conosco mas até agora não houve resposta.

Porém, em meu blog há 2 artigos recentes que tratam de diferentes métodos de instalacão do Void, uma no modo gráfico usando o spin MATE, outra por meio de chroot:

https://edpsblog.wordpress.com/2019/09/02/how-to-void-linux-mate/
https://edpsblog.wordpress.com/2019/08/26/how-to-instalacao-do-void-linux-chroot/

Outros assuntos referentes ao Void:

https://edpsblog.wordpress.com/tag/void-linux/

[17] Comentário enviado por izaias em 03/09/2019 - 20:00h

Edinaldo, mande qualquer atualização pra mim: izac.cf@gmail.com
Indique páginas, links ou termos a serem atualizados.

[18] Comentário enviado por edps em 09/09/2019 - 21:14h


[17] Comentário enviado por izaias em 03/09/2019 - 20:00h

Edinaldo, mande qualquer atualização pra mim: izac.cf@gmail.com
Indique páginas, links ou termos a serem atualizados.


OK muchacho, acabo de te enviar o texto.

Thanks!

[19] Comentário enviado por xerxeslins em 13/09/2019 - 16:04h


Artigo sensacional.

Eu estou gostando muito do Void.

--
"There are lots of Linux users who don't care how the kernel works, but only want to use it. That is a tribute to how good Linux is." - Linus Torvalds


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts