Samba + DHCP + Webmin em 3 distribuições Linux

Neste artigo apresento a instalação e configuração de um controlador de domínio, servidor de arquivos, servidor DHCP e Webmin com instalação via apt-get, fontes / binários e RPM. Gosto disso pois nunca se sabe em qual distribuição Linux trabalharemos . Atualmente trabalho com derivados de Red Hat, Slackware e Ubuntu.

[ Hits: 138.414 ]

Por: Paulo Roberto Junior - WoLF em 15/10/2008


Introdução



Servidor Samba

A grosso modo, é um servidor de arquivos que usa o mesmo protocolo de máquinas Windows para se comunicar.

Curiosidades a parte, o nome SAMBA foi denominado pelo seu criador, que procurou no dicionário uma palavra que tivesse as siglas SMB, por acaso encontrou somente a palavra SAMBA.

O serviço e servidor Samba é capaz de fazer muito mais que o seu princípio básico afirmado acima. Citarei alguns exemplos:
  • Controlador de domínio;
  • Servidor de arquivos / compartilhamento;
  • Compartilhamento de impressoras.

Assim é possível usar o Linux como servidor de arquivos, servidor de impressão, entre outros, como se a rede utilizasse servidores Windows (NT, 2000, XP, Server 2003). Este artigo faz uma abordagem introdutória ao Samba, mostrando suas principais características e um pouco de sua história.

Servidor DHCP

O DHCP ("Dynamic Host Configuration Protocol" ou "protocolo de configuração dinâmica de endereços de rede") permite que todos os micros da rede recebam suas configurações de rede automaticamente a partir de um servidor central, sem que você precise ficar configurando os endereços manualmente em cada um. O protocolo DHCP trabalha de uma forma bastante interessante.

Imagine um local com 500 ou mais computadores. Pense no quanto seria trabalhoso configurar micro após micro as definições de rede do local.

O servidor de DHCP faz isso para nós, de maneira prática e eficiente.

Serviço WEBMIN

WEBMIN é um administrador de sistemas para Unix baseado em interface web. A grosso modo você pode administrar todo seu servidor Linux e seus demais serviços, tanto nas configurações dos mesmos como reiniciar serviços, e até mesmo parar.

Ele é largamente utilizado por administradores de rede nas empresas, pois simplifica muito o arduoso trabalho de, por exemplo, cadastrar logins de acesso, senhas de usuários, novos compartilhamentos, ou seja, situações repetitivas que manualmente tomariam o triplo do tempo, sendo que atualmente o tempo é sempre curto.

Abaixo alguns exemplos do que o Webmin gerencia:
  • Apache Web Server
  • Samba
  • DHCP
  • Postfix
  • VPN
  • SQUID

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação do SAMBA via APT-GET
   3. Instalação do SAMBA via fontes/binários
   4. Instalação do SAMBA via RPM/Red Hat
   5. Configuração do SAMBA / Arquivo de configuração .conf
   6. Exemplo de arquivo de configuração completo
   7. Instalação do DHCP via APT-GET
   8. Instalação do DHCP via fontes / binários
   9. Instalação do DHCP via RPM/Red Hat
   10. Configuração do DHCP / Arquivo de configuração .conf
   11. Instalação do WEBMIN via APT-GET
   12. Instalação do Webmin via fontes / binários
   13. Instalação do Webmin via RPM/RedHat
Outros artigos deste autor

Scanner de segurança SKIPFISH do Google para sites

Novo EyeOS - Sistema Operacional de Computação nas Nuvens

Servidor de monitoramento Nagios

Webmail Roundcubemail em PHP4/PHP5 com skins, LDAP e extras

FAM - Monitorar alteração de arquivos

Leitura recomendada

Configurando Java e Mozilla no Debian Sarge

HOWTO Samba

Instalando e configurando o servidor Samba

Instalando e Configurando o SAMBA3 no FreeBSD 8.1 Release

Minimizando o delay de logon do Samba

  
Comentários
[1] Comentário enviado por renato.leite em 15/10/2008 - 13:20h

ta otimo o seu artigo, não li tudo porque to no "trabalho"... mas qunado chegar em casa eu leio tudo x]

[2] Comentário enviado por reng.unip em 15/10/2008 - 14:31h

Ótimo artigo, muito proveitoso e instrutivo, meus parabéns!!!

Abraço...

[3] Comentário enviado por removido em 15/10/2008 - 14:58h


Olha , eu não li , na verdade só bati o olho, mas só pelo trabalho de mostrar por rpm, deb e fonte já vale 10 ;)

[4] Comentário enviado por paulorvojr em 15/10/2008 - 15:30h

Obrigado pelos comentários pessoal!!, este é meu primeiro artigo no VOL, gosto de detalhamento, pois nunca se sabe que nível de conhecimento vai ler.

Todos os artigos e textos que escrevo estão em www.blog.paulojr.info

Obrigado a todos.

Paulo Junior
www.paulojr.info

[5] Comentário enviado por removido em 15/10/2008 - 21:55h

Bom não consegui ler tudo mas o seu esforço de fazer para varias distribuições vale 10.
Acho que toda dica ou artigo deve ser que nem o seu,sempre para varias distribuições,parabéns paulorvojr nota 10.

[6] Comentário enviado por removido em 17/10/2008 - 20:43h

Exelente artigo, muito bem elaborado. E bom que esta em 3 versoes do Linux. Parabens!

Vinicius

[7] Comentário enviado por removido em 18/10/2008 - 17:29h

Muito bom, me ajudou com umas duvidas.

vlw

[8] Comentário enviado por furror em 19/10/2008 - 10:17h

vc foi feliz em posta essa dica!

como diz o nosso amigo acima excelente, mto bem elaborado!

vlw

[9] Comentário enviado por removido em 19/10/2008 - 22:33h

Muito bom, nota 10!
Ajuda um monte de gente, tirando suas duvidas.

Parebens

[10] Comentário enviado por comfaa em 28/10/2008 - 12:49h

bem legal

[11] Comentário enviado por renovamark em 02/11/2008 - 11:55h

É amigo muito bom o conteúdo, e encontrei uma coisinha de errado que também estou procurando...
Uma rede com + ou - 500 máquinas, como foi dito no início!? correto?
o seu dhcp.conf está só para 254 máquinas...
Estou sofrendo aqui para usar um /23 e não consigo...
quando coloco no conf

subnet 192.168.0.0 netmask 255.255.254.0 {
range 192.168.0.10 192.168.1.254;

Entenderam ??? vou ter 500 máquinas, mas não roda nem por reza braba... obde está o erro?

quem souber posta aí que ajuda e muito o conteúdo...


Inté

[12] Comentário enviado por deP3D3R em 05/03/2009 - 13:29h

aee.. era o que eu tava precisando

[13] Comentário enviado por vinivend em 15/07/2009 - 11:28h

otimo artigo, parabéns

[14] Comentário enviado por israelborgess em 21/07/2009 - 16:55h

Amigo não conseguir intender a parte:
# ./configure --prefix=/usr/local/samba

Eu baixei a versão do samba: samba-3.4.0 descompactei em:
/opt/samba3 OBS: Criei a pasta e dei permissão total ao usuario.

Como devo proceder ?
Desde já agradeço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts