Sabayon Linux - O Gentoo fácil!

O artigo descreve como instalar, configurar para português do Brasil, atualizar e usar o Sabayon Linux, uma distribuição italiana de primorosa apresentação gráfica e derivada do Gentoo.

[ Hits: 167.288 ]

Por: Alberto Federman Neto. em 13/05/2008 | Blog: https://ciencialivre.blog/


Melhorando suporte a Português do Brasil



O Sabayon é um Linux europeu, não especialmente preparado para Português do Brasil. Às vezes, mesmo escolhendo Português do Brasil no instalador, o Sabayon será instalado em português de Portugal.

Após instalar (não atualize o sistema ainda, pois estará atualizando para Inglês e português de Portugal!) e checar eventuais problemas de vídeo e resolução, melhore o suporte a Português Brasileiro, procedendo da seguinte maneira:

Abra um terminal de Konsole, digite su e o password, e a seguir:

# gedit (ou xedit) /etc/make.conf

Copie e edite o make.conf, substituindo as strings em LINGUAS por pt_BR:

LINGUAS="pt_BR"

no mesmo arquivo, adicione nls (Native Language Support), após a linha USE=

O trecho do texto, no arquivo, ficará mais ou menos assim:

USE="-oss voice nls weather libao -esd amarok xine java mp3 gnutls cups ppds \
     foomatic-db alsa \ hal opengl qt4 qt3 qt3support gtk sdl png \
     gif gimpprint freetype gnome X gtk2 unicode moznocompose \
     moznoirc moznomail kde qt livecd samba rdesktop kerberos \
     xscreensaver pda zeroconf wifi gnokii lm_sensors ieee1394 \
     logitech-mouse xinerama bluetooth irda sms nls quotas dvb nvidia xprint \
     dvd theora ogg a52 kdeenablefinal win32codecs v4l xvid \
     network dvdread fame quicktime -kerberos winbind libclamav \
     subversion ruby svg ffmpeg nsplugin wmf 7Zip visualization \
     accessibility css audiofile artswrappersuid musicbrainz gphoto2 povray \
     scanner musepack dvdr jack new-login commercial kerberos mono \
     pam_console pwdb dbus firefox acpi kqemu esd pcmcia openexr \
     rar dri aac dlloader fat hfs jfs xfs ntfs reiserfs cjk cdda \
     dts imap flash jabber msn yahoo icq irc lj aim bidi rss dxr3 \
     cairo sysfs xpm nptl nptlonly reiser4 gs dv lzo mjpeg mmx \
     speex slp fftw real joystick asf xvmc mythtv v4l2 cpudetection \
     matroska vcd libcaca sndfile plugin inkjar effects streams \
     skins wxwindows xosd extraicons speech extramodules mail -apm \
     config_wizard krb4 dga lcd chm spreadsheet webservices pdf xsl \
     ext-man ext-rtf ext-tex pascal clearcase ada glitz gcj \
     switch_all_desktops ipod flac exscalibar evo avahi stream live \
     kdehiddenvisibility tiff usb kipi aiglx musicbrainz x264 3dfx \
     pulseaudio x264 dv lame mp3rtp udev cdr beagle dvi djvu libnotify \
     bzip2 aalib mng startup-notification openal jingle gsm dbox2 \
     kickoff"
CXXFLAGS="${CFLAGS}"
ACCEPT_KEYWORDS="~x86"
LINGUAS="pt_BR"

Salve e feche o make.conf, a seguir digite no terminal:

# locale -a | grep 'pt_BR'

Em seguida:

# localedef -i pt_BR -f UTF-8 pt_BR.utf8

Novamente, com gedit ou xedit, nano ou outro editor de sua preferência, copie e edite o arquivo /etc/locales.build, apagando todas as linhas de linguagem, deixando só:

pt_BR.UTF-8/UTF-8

e salve. Para exemplificar, o arquivo estava assim:

# This file names the list of locales to be built when glibc is installed.
# The format is <locale>/<charmap>, where <locale> is a locale from the
# /usr/share/i18n/locales directory, and <charmap> is name of one of the files
# in /usr/share/i18n/charmaps/. All blank lines and lines starting with # are
# ignored. Here is an example:
# en_US/ISO-8859-1


en_US/ISO-8859-1
en_US.UTF-8/UTF-8
ja_JP.EUC-JP/EUC-JP
ja_JP.UTF-8/UTF-8
ja_JP/EUC-JP
en_HK/ISO-8859-1
en_PH/ISO-8859-1
de_DE/ISO-8859-1
de_DE@euro/ISO-8859-15
es_MX/ISO-8859-1
fa_IR/UTF-8
fr_FR/ISO-8859-1
fr_FR@euro/ISO-8859-15
it_IT/ISO-8859-1

e ficará:

# This file names the list of locales to be built when glibc is installed.
# The format is <locale>/<charmap>, where <locale> is a locale from the
# /usr/share/i18n/locales directory, and <charmap> is name of one of the files
# in /usr/share/i18n/charmaps/. All blank lines and lines starting with # are
# ignored. Here is an example:
# en_US/ISO-8859-1


pt_BR.UTF-8/UTF-8

Verifique (caso necessário, edite) o arquivo /etc/env.d/02locale, deixando-o assim:

LANG="pt_BR.UTF-8"
LC_ALL="pt_BR.UTF-8"
LANGUAGE="pt_BR.UTF-8"
SYSFONT="latarcyrheb-sun16"

Continuando no terminal Konsole, digite:

# env-update
# source /etc/profile

Agora que compatibilizou os locales, atualizar o KDE para português do Brasil:

# emerge kde-i18n

E pronto! Finalmente atualize o teclado e a linguagem das telas. Vá para 'Menu', 'Centro de Controle', 'Regional & Acessibilidade', 'País/Região e Idioma' e escolha Brasil e Português do Brasil.



A seguir, também em 'Regional e Acessibilidade', 'Layout de Teclado', escolha 'habilitar layout de teclado', Brasil e ABNT2. Ficará como na FIGURA 2.



Reinicie a sessão e pronto, seu Sabayon estará em pt-BR.

Já poderá utilizá-lo e deverá rodar bem. Se quiser, atualize periodicamente o sistema.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Sabayon Linux, uma introdução
   2. Baixando e instalando o Sabayon Linux
   3. Iniciando o Sabayon
   4. Resolução de problemas com drivers de vídeo, Compiz Fusion e aceleração de vídeo
   5. Melhorando suporte a Português do Brasil
   6. Atualizando o Sabayon Linux
   7. Instalando e removendo pacotes
   8. Instalando pacotes .sh
Outros artigos deste autor

Associando teclas a comandos, tarefas ou aplicativos... com toda facilidade

Os bons tempos voltaram! Revivendo e revisitando o WindowMaker

Como manter GNOME2 em Sabayon Linux

Linux com boot no Pendrive, com todas as facilidades: Smart-USB_Key-Mania, PLOP Boot Manager e outros métodos

Sabayon 5.0 - Uma nova distro multimídia (parte 1)

Leitura recomendada

aMSN 0.98 com suporte a áudio e vídeo, pronto para vídeo e chamada

Funcionamento da memória virtual

Produzindo um "reality show" com seu Linux

Mp3Blaster - O mais completo reprodutor de MP3 modo texto

Compartilhando músicas pela Web com o Amarok

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 13/05/2008 - 14:10h

seu artigo ficou muito bom,
eu gostei muito !!!

[2] Comentário enviado por asdf2 em 13/05/2008 - 14:45h

"Recomenda-se não baixar os ISOs via Torrent. Os erros são muito comuns. É melhor escolher um dos espelhos citados na Home-Page"

é ao contrario: seria mais seguro baixar via torrent, assim teria 99% de chance do arquivo ser baixado corretamante, enquanto que baixando via ftp ou http teria 90% de chance do arquivo ser baixado sem defeito.

[3] Comentário enviado por kalib em 13/05/2008 - 15:59h

Mto bom o artigo cara..bem completo. ;]

Parabéns

Apenas não gosto da interface pesada dessa distro..não me refiro a memória..mas sim a cores.. mto carregado..pesado..sei lá..

[4] Comentário enviado por M4iir1c10 em 14/05/2008 - 11:41h

Uso o Sabayon desde a versão 3.3 que vinha com o Beryl já configurado, acho ela sensacional e quero te parabenizar por esse artigo, ficou excelente e completo.
Eu não conseguiria fazer um artigo tao cheio de qualidades.

Ps: Kalib essa e a interface padrao, mais voce pode mudar ela e deixar de acordo com o seu gosto, e pode fazer isso para os 4 ambientes (Gnome, KDE, Fluxbox e xfce)

[5] Comentário enviado por albfneto em 20/05/2008 - 01:44h

as minhas observaçõessobre os torrents são pessoais. Pode ser minha rede,mas quando baixo torrents, demora muito e os erros são frequentes.

[6] Comentário enviado por giorgio em 20/05/2008 - 22:07h

Parabéns pelo artigo, Nota 10!
Era o que estava faltando para instalar e configurar o Sabayon 3.4 que por acaso chegou às minhas mãos, entre muitos outros Cds de outras distros; eu tinha lido em algum fórum que ele era em inglês e nem testei há 4 meses atrás. Achei o Cd que estava perdido na minha gaveta no fim de semana passado, e descobri que tem opções de idiomas apertando a tecla F2. Tive uma grata surpresa, achei ele muito inteligente, detecta quase tudo automaticamente, a interface achei a mais bonita, realmente uma arte, é uma distro completa, inclusive com o manual do KDE completíssimo. Agora, a flexibilidade de escolher ambiente Gnome, KDE, Fluxbox, ou Xfce, é sensacional. Realmente o problema que constatei é que bagunça os acentos quando espeto o pendrive, logo, tem que ser melhor configurado para Português do Brasil, por isso seu artigo veio a calhar...Instalarei ele no meu segundo HD e irei configurando-o aos poucos, pois sou iniciante no mundo Linux...
Mais uma vez, parabéns pelo artigo!

[7] Comentário enviado por agk em 21/05/2008 - 16:37h

Muito bom, parabéns!
Só fiquei um pouco curioso com o título "Sabayon Linux - O Gentoo Fácil", eu sei como é o gentoo, mas esperava que viesse alguma coisa um pouco mais fácil ainda devido ao título.

[8] Comentário enviado por albfneto em 22/05/2008 - 00:05h

Mais dicas recentes para Sabayon:

A versão 3,5, não usa Portage/Portato ou Kuroo, mas um sistema novo de instalador, chamado Entropy, com comando equo ( ao inves de emerge) ou com GUI gráfico spritz... Não é Portage, mas usa a arvore de programas fontes portage do gentoo, aliada a uma coleção de binarios compilados previamente, do próprio sabayon!
tem ainda , um sistema de inteligencia artificial, para escolherer as dependências....
Outras dicas: além de poder escolher entre xfce, gnome, KDE, fluxbox etc... ( Mandriva 2008 tb tem isso) se pode instalar fácilmente windows maker, enlightment, e ainda usar Metisse ou Compiz Fusion!
Outra dica: se ao instalar algo com emerge, recebeur uma mensagem tipo: "requer EAPI 2 e só EAPI! é suportado", isto indica Portage desatualizado. Um simple emerge portage, pode resolver, mas se houverem pacotes comflitantes ou masked, não conseguirá atualizar.
Atualizar completamente um Portage mascarado é um processo arriscado, pois o portaqe é o instalador. qualquer erro e perde o comando emerge.
veja:

http://gentoo-wiki.com/HOWTO_Use_Portage_Correctly

Se desejar mesmo atualizar o portage, veja:

http://www.sabayonlinux.org/forum/viewtopic.php?f=54&t=13098&p=75247
http://www.sabayonlinux.org/forum/viewtopic.php?f=54&t=12213&start=20
http://www.sabayonlinux.org/forum/search.php?st=0&sk=t&sd=d&keywords=portage+and+bash&start=10


Trocar um firefox antigo,por ex:

emerge --unmerge firefox
ou emerge - C firefox
depois,
emerge firefox

Atualizando manualmente e completamente o Portage:

Caso o comando emerge portage não atuar pou não atualizar completamente, siga a dica:

http://www.vivaolinux.com.br/comunidades/verTopico.php?codigo=67&codtopico=17925

[9] Comentário enviado por albfneto em 22/05/2008 - 00:13h

Mais uma dica.
Muitos pacotes -deb ou .rp não funcionarão, mas se quiser testar, instale o alien:
emerge alien
e siga a dica:

http://www.gulipa.com/index.php/dicas/15-dicas/46-utilizando-o-alien

[10] Comentário enviado por albfneto em 30/05/2008 - 22:23h

dicas adicionais, descobertas a pouco tempo. Estou postando essa dicas, para ajudar os usuários de Sabayon e Gentoo. A medida que descobrir mais coisas simples, que não justificam uma dica ou artigo, vou postando aqui!!!

1)descobri è mais fácil atualizar KDE e GNOME antesde fazer a atualização completa com emerge --sync.
Elimina-se problemas com pacotes mascarados os bloqueados.

2)Uma maneira prática de baixar software pra Sabayon ou Gentoo, em português do Brasil é, usar a flag LINGUAS,antes do comando emerge:

Ex.

LINGUAS=pt_BR emerge gnome

3)Instalei e uso o enlightenment. ficou muito legal em sabayon.

4) Não faça emerge de mais de um pacote de cada vez, e não edite ou altere arquivos de configuração, enquanto atualiza. de preferência, não abra outra sessão, principalmente de outro gerenciador gráfico. Eu estava fazendo emerge --sync e abri uma sessão paralela se GNOME, e danei meu GNOME!!!!rsrsrsr


[11] Comentário enviado por albfneto em 31/05/2008 - 04:37h

É Isso Mesmo!!
Leia isto antes de aplicar o artigo...

Se vc quiser atualizar efetivamente só o que usa, instale o sabayon, depois:
LINGUAS-pt_BR emerge nomedopacotequequeratualizar
se4 o sistema não achar pt_BR ai não instala, mas: aí:
emerge nomedopacotedesejado
e por aí vai...
emergiu o que quer?
agora
emerge portage

e não rode emerge --sync e nem layman -S
ssim pode manter seu Sabayon razoalvelmente atualizado nos pacotes que deseja usar, e terá muito menos problemas com blocked packages e masked e hypermasked.
qiauando tudo estiver acertado, aí sincroniza com emerge --sync

[12] Comentário enviado por M4iir1c10 em 31/05/2008 - 08:25h

Ok, estou confuso....
por uns momentos eu sinto falta do velho ./configure, make & make install...
Oque exatamente esses comandos estao fazendo?
emerge pacote:
Vai buscar os ebuilds do pacote e instalar fazendo o papel do make & cia.

emerge --sync vai sincronizar os dados dos pacotes que esta no meu Sabayon, atualizando as suas listas de acordo com a lista do server onde os pacotes estao.

E de acordo com o help do layman, "layman -S" esta fazendo a mesma coisa que emerge --sync, so que nao verifica os pacotes que eu tenho e pega tudo oque estiver no server.

Estou correto ou nao?
Se estiver correto eu so devo usar layman -S se eu quero novos programas no meu sistema.
Devo usar emerge --sync quando eu quero atualizar meus programas com uma versao mais atual.

Seria perda de tempo usar os dois ao mesmo tempo.
repito: Se oque eu entendi com a utilizacao dos comandos estao corretos, senao por favor me digam




[13] Comentário enviado por albfneto em 31/05/2008 - 16:02h

Mauricio, emerge --sync atualiza a lista do portage e os pacotes.
layman Ś atualiza os Overlays.
mas eu descobri recentemente que a atu7alizaçõa completa do sistema, todos os arquivos, dificulta posteriores trocas d eversões.. Por ex. se vc rodou emerge --sync, não conseguirá mais emergir KDE, haverá as mensagens de máscara e pascotes bloqueados...
ou seja atualizações de tudo, atrapalham as atualizações do que vc realmente quer!
o gentoo é a mesmoa coisa!
make e companhia:
Em Sabayon e Gentoo, make é só pra instalar as coisas tipo tzg, que não foram puxadas dos repositorios com o comando emerge... ex:
eu baixei de www.superdownloads. uol. com.br , Um Kopete novíssimo,mais ( mais novo que o do repositorio Gentoo), agora quero instalar: simples, expando, abro um terminal no diretorio e faço ./configure, make e make install, epronto ta o meu kjopete na pasta /home/baixados/kopete e funcionando e agora posso apagar o kopete antigo do Sabayon

[14] Comentário enviado por guneves em 02/06/2008 - 07:59h

Muito bom artigo!
Mas tenho que discordar quanto aos downloads por torrents. Afinal é um sistema com checagem de erro (hash) O arquivo é dividido em partes, cada qual com seu checksum e em caso de falha aquele "trecho" é baixado de novo. Tanto que usei o torrent para "consertar" o meu Live-DVD que veio corrompido por http (mandei o client torrent abrir nele e ele corrigiu as partes defeituosas do arquivo, sem ter que baixar tudo de novo).

Uma duvida que eu tenho é se não seria possível fazer este procedimento mencionado no artigo antes da instalação, rodando o sistema pelo Live-DVD. Até onde eu sei as mudanças feitas neste ambiente serão transferidas para o sistema instalado, certo? (desde que instale naquela sessão).
Assim o sistema já entraria rodando em pt_br e com as configurações corretas para atualizações? Além disso já seria instalado direto da parte pt_br do dvd (caso não tenha como usar internet em alguma maquina).

estou correto?

[15] Comentário enviado por luizlcds em 12/07/2008 - 14:37h

Baixei o DVD do Sabayon 3.5 final, rodando em liveCD, configurei a conexão com a internet atraves do pppoe-setup, e conectei pelo pppoe-start, aparece a mensagem de conectado, mas nao consigo abrir nenhuma pagina pelo navegador, que configurações adicionais tem que se fazer, em muitos sites por ai, verifiquei que dizem para rotear o modem, mas como conecto normalmente em outras distribuições linux, não to querendo mexer com isso. ajuda ai moçada

[16] Comentário enviado por albfneto em 20/07/2008 - 16:22h

só agora vi o post. Em sabayon, precisei rotear sim. se rotear , não precisará mais nem configurar nada.

[17] Comentário enviado por silvadouglas em 21/07/2008 - 10:25h

Ótimo artigo; parabéns...

porém estou louco de vontade de esperimentar o sabayon, mas eu não consigo rodar o live dvd para a instalação grafica...

ele só entra em modo texto.....

Alguem me ajude por favor

[18] Comentário enviado por albfneto em 21/07/2008 - 14:24h

Problemas do 3.5 resolvidos,agora, rodando!
Parabéns a todos nós do VOL.
Este meu artigo é a única revisão do Sabayon Linux, em língua portuguêsa, citada na Distrowatch!

[19] Comentário enviado por albfneto em 10/03/2009 - 15:00h

ADENDO AO ARTIGO - 2009. MINI-DICA -INSTALAÇÃO DO E17, EM GENTOO E SABAYON.

Como visto acima, pode-se instalar com o Script Easy E17.
Outro método fácil para instalar E17, no Sabayon e no Gentoo (pois o Entropy e Portage, normalmente somente tem E16)
Agradecimentos a Omar, Fórum SabayoMania, Itália, e Wolfden, Fórum Oficial Sabayon e adaptado a partir dos Wikis do Gentoo e do E17.

1) Atualize Portage:

$ su
# emerge --sync
# emerge portage portato

2) substitua o Overlay padrão do Sabayon, pelo Overlay do E17:

$ su
# LINGUAS=pt_BR emerge -a -v layman
# layman --fetch (para ver os overlays existentes)
# layman -d sabayon
# layman -a enlightenment
# layman -s enlightenment && layman -S
# layman -l (para ver os overlays do seu sistema)

3) Instalando o E17:

$ su
# LINGUAS=pt_BR emerge -s enlightenment (procura pacotes do E17)
# LINGUAS=pt_BR emerge -p enlightenment
(simula instalação do E17, para ver se está tudo bem)
# LINGUAS=pt_BR emerge -a -v enlightenment (instala)

4) recolocando o Overlay do Sabayon ou do Gentoo:

# layman -a sabayon (ou sunrise (*))
(*) - sunrise para o Gentoo, Sunrise é um dos principais Overlays clássicos do Gentoo, mas vc pode usar o que quiser).
Lista do Overlays do Gentoo:

http://overlays.gentoo.org/

# layman -s sabayon (sunrise) && layman -S

5) Se a instalação estiver OK, vc pode fechar a sessão e reabrir, e encontrará o Enlightenment no menu de Login.

Screenshot:

http://www.vivaolinux.com.br/screenshot/Enlightenment-E17-novo-em-Sabayon/





[20] Comentário enviado por albfneto em 10/03/2009 - 15:29h

Este link é já antigo, mas contém um documento clássico e um vídeo que mostra as vantagens de Sabayon sôbre outras distros linux:

http://www.linuxiso.com.ar/sabayon/

[21] Comentário enviado por edijuca em 09/06/2009 - 22:20h

Ola instalei o Sabayon 4.1 e rodei os comando de atualização;

emerge --sync;
emerge portage
layman -S

Até ai tudo certo. O problema acontece qud tento atualizar o Gnome, rodei o comando citado acima;

LINGUAS=pt_BR emerge gnome (e recebi a seguinte resposta de erro)

emerge: there are no ebuilds built with USE flags to satisfy ">=net-libs/libsoup-2.25.1[gnome]".
!!! One of the following packages is required to complete your request:
- net-libs/libsoup-2.26.2 (Change USE: +gnome)
(dependency required by "gnome-base/gvfs-1.2.3" [ebuild])
(dependency required by "gnome-base/gnome-2.26.2" [ebuild])
(dependency required by "gnome" [argument])

Não sei se estou certo, mas me parece que preciso instalar algumas dependências. A pergunta eh como? Qual o comando correto.

Aguardo.

[22] Comentário enviado por m4iir1c10 em 10/06/2009 - 00:18h

Edijuca esse artigo foi escrito na época usando o Sabayon 3.4 (acredito que foi por causa das imagens que o autor mandou), no 4.1 é melhor você fazer a atualização usando o spritz (gerenciador de pacotes), assim você pode atualizar o gnome 2.24 para o 2.26 sem problemas.

[23] Comentário enviado por edijuca em 10/06/2009 - 09:42h

opa vlw, vou tentar e aviso aqui.

abraço

[24] Comentário enviado por edijuca em 15/06/2009 - 08:36h

Opa, infelizmente deu mesmo erro. Um amigo flw algo sobre o suporte a placa Ati Xpress 200m, pois o novo drive instalado pela atualizacão do Sabayon nao da suporte a essa placa.

Será q alguem tem alguma dica?

[25] Comentário enviado por albfneto em 15/06/2009 - 21:41h

O seu sistema não está funcionando sem o pacote LibSoup, é isso?

[26] Comentário enviado por mcnd2 em 26/06/2011 - 14:52h

Muito bom seu artigo @albfneto.

Instalei o Sabayon 5.5 amd 64 E17 no VB notebook e estou rolando ele numa boa.

Estou agora no processo de atualização do sistema que já está em portugues, usando para atualização o 'entropy store' que em primeira imprensão parece ser ótimo.

Abraço e parabéns por este ótimo trabalho.

[27] Comentário enviado por albfneto em 25/07/2013 - 21:19h

iNFORMAÇÃO SOBRE ESTE ARTIGO. Atualização a 25 de Julho de 2013.

O INSTALADOR DE PACOTES CITADO É OBSOLETO

Ví uma mensagem aqui de 2011.

Este artigo é clássico, ele está citado até na Distrowatch, serve para conhecer o Sabayon,
mas é muito antigo, ele tem 5 anos, é Obsoleto.

O Instalador de Pacotes é OBSOLETO, os Sabayons Novos são MUITO MAIS FÀCEIS

Para instalar, usar etc.. siga estes Artigos. Na data desta Atualização, o Sabayon está na versão 13.

http://www.vivaolinux.com.br/dica/Instalar-programas-em-Sabayon-com-apenas-alguns-cliques-de-mouse
http://www.vivaolinux.com.br/dica/Instalacao-de-pacotes-em-sistemas-Sabayon-sem-acesso-a-rede
http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Otimizando-o-Sabayon-Linux-inclusive-o-Firefox
http://www.vivaolinux.com.br/artigo/Como-instalar-pacotes-no-Sabayon/
http://www.vivaolinux.com.br/dica/Instalador-universal-de-pacotes-PackageKit-e-suas-GUIs-em-qualquer...
http://www.linuxfast.com.br/artigo/Sabayon-e-Gentoo.-Como-usar-Entropy-junto-com-Portage.
http://linuxfast.com.br/dica/Usando-Sabayon-Linux-em-modo-nao
http://www.vivaolinux.com.br/dica/Sabayon-Linux-Nova-sintaxe-e-modos-de-uso-dos-repositorios


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts