Roubando bits - Receita para cálculo de sub-redes

Simples explicação para ajudar pessoas que estão com dificuldade em entender esse assunto de cálculo de sub-rede. Aqui mostro o passo a passo do meu raciocínio.

[ Hits: 5.873 ]

Por: Xerxes em 05/01/2022


Intervalo de rede



Agora vem a parte que considero a mais importante: identificar o intervalo entre as redes.

Apesar de importante, é muito simples.

Imagine novamente os resultados da potência de 2, mas agora acima apenas do octeto que teve os bits roubados na máscara de rede.

Onde o último bit 1 estiver será o intervalo.

Testaremos isso agora.

O octeto com os bits roubados, da máscara /19 é:

11100000

As potências de 2 são: 128, 64, 32, 16, 8, 4, 2 e 1.

O último 1 da máscara termina na posição do número 32.

Então o intervalo entre as redes será 32.

A rede original é: 150.161.0.0.

Ela será a PRIMEIRA rede.

As outras redes, depois dessa, serão criadas com um intervalo de 32. Isso quer dizer que a segunda rede será:

150.161.32.0

A terceira será:

150.161.64.0

Assim por diante.

Listo todas as 8 redes aqui:

150.161.0.0
150.161.32.0
150.161.64.0
150.161.96.0
150.161.128.0
150.161.160.0
150.161.192.0
150.161.224.0


Obs.: veja que o terceiro octeto da última rede (nesse caso 224) sempre coincidirá com o octeto da máscara de rede. Que no nosso exemplo é 255.255.224.0.

Olhando para essa lista, notamos a progressão sempre a cada 32, no terceiro octeto. A próxima coisa a fazer é calcular as outras informações de cada uma das redes, como o "range" ou seja o intervalo (que compreende do primeiro ao último IP válido) e também o endereço de broadcast.

Para saber o primeiro IP válido, nós acrescentamo 1 ao IP de rede. Afinal, trata-se do primeiro IP disponível para uso em máquina. O IP da rede não é usado em máquina, ele identifica a rede.

Se a primeira rede é: 150.161.0.0, o primeiro IP válido será 150.161.0.1, o segundo IP válido será 150.161.0.2 e assim por diante.

Isso deve ser feito com cada um dos outros IPs de rede. Mas nós só anotamos o primeiro. Os outros estão implícitos.

Para sabermos o endereço de broadcast, nós olhamos o IP da próxima rede e subtraímos 1.

Se a próxima rede é 150.161.32.0, retirando 1, ela será: 150.161.31.255!

Se não entendeu porque subtrair 1 do IP 150.161.32.0 é igual a 150.161.31.255, pense em um relógio digital.

Em um relógio marcando 22:00. Se subtrairmos 1 minuto, vai se tornar 21:59, correto? Com o IP acontece algo semelhante. Mas no lugar de horas e minutos há valores que vão de 0 até 255.

Observe apenas os dois últimos octetos:

32.0

Quando removemos 1 desse valor, obtemos:

31.255

E quando adicionamos 1 à 31.255, não obteremos 31.256..., pois o valor máximo do octeto é 255.

O que ocorre é: zera-se onde tem o 255 e aumenta 1 no próximo octeto, ficando 32.0.

Espero que tenha entendido essa parte. Se não, releia, por favor.

O último IP válido será o broadcast menos 1. O que faz todo sentido, porque o último endereço da rede é o broadcast, mas ele é reservado. Logo, o anterior a ele se torna o último válido para uso em máquinas.

Exemplo: se o broadcast é 150.161.31.255, o último IP válido será 150.161.31.254.

Sabendo disso podemos montar uma tabela com TODAS as informações sobre as redes criadas. Seus respectivos endereços, intervalos e broadcast.
Agora podemos responder qualquer coisa, basta consultarmos a tabela. Por exemplo, se alguém perguntar qual é o último IP válido da quarta sub-rede. Olharemos a tabela e saberemos ser 150.161.127.254.

Talvez exista maneira melhor de realizar os cálculos para obter os mesmos resultados. Mostrei neste artigo como realizo, como eu raciocino. Caso tenha uma opinião construtiva ou dúvida, deixe um comentário.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Segmentação da rede
   2. Intervalo de rede
Outros artigos deste autor

Melhorando a experiência com Cinnamon no LMDE

O que fazer após instalar Linux Mint 15 (sim, há o que fazer!)

Samba no Arch Linux (para principiantes)

Instalação do CRUX 3.0 em Virtualbox

Instalação do Gentoo GNU/Linux em um SSD NVMe (UEFI/GPT)

Leitura recomendada

Debian 9: como instalar TL-WN823N v2 (TP-LINK)

MikroTik RouterOS 5.20 para provedores - Tutorial completo

Nagios enviando alertas via WhatsAPP

TurnKey Linux - Instale e configure serviços de rede facilmente

Openconnect - Conexão de VPN Paloalto no Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 05/01/2022 - 14:49h

Muito boa explicação Xerxes, útil demais!

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 05/01/2022 - 17:59h


[1] Comentário enviado por fabio em 05/01/2022 - 14:49h

Muito boa explicação Xerxes, útil demais!


Obrigado!

[3] Comentário enviado por Bruuh em 05/01/2022 - 21:26h

Artigo mto bom, o cara é uma lenda


"A emoção mais antiga e mais forte da humanidade é o medo, e o mais antigo e mais forte de todos os medos é o medo do desconhecido."

[4] Comentário enviado por removido em 06/01/2022 - 16:10h

Excelente Camarada, estamos junto

[5] Comentário enviado por sacioz em 06/01/2022 - 18:11h

Control+d , uma vez mais....obrigado.))

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 07/01/2022 - 11:36h

Valeu, pessoal!

--

[7] Comentário enviado por mauricio123 em 09/01/2022 - 12:01h


Vou deixar guardada essa dica.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/mxnt10 [/code]

[8] Comentário enviado por albfneto em 03/02/2022 - 12:54h

Xerxes, você sempre com coisas boas. Favoritado.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].

[9] Comentário enviado por mcnd2 em 14/03/2022 - 02:44h


Excelente! Ótimo artigo! Ajudará muito.

__________________
Linux User #606334 -- Open your mind!


Contribuir com comentário