Resumo LPI 102: Tópico 108 - Serviços Essenciais do Sistema

Neste artigo veremos, de forma detalhada, como gerenciar a data e hora do sistema (tópico 108.1), como configurar e recorrer a arquivos de log (108.2), entender os fundamentos de MTA (108.3) e gerenciar impressoras e impressão (108.4).

[ Hits: 15.734 ]

Por: Pedro Martelotta em 13/03/2013 | Blog: http://pedromartelotta.wordpress.com


108.1 - Manutenção da data e hora do sistema



Conforme segue os estudos, vem mais resumo. :P

Reforço as dicas publicadas nos resumos anteriores, leiam as páginas de manual e treinem no terminal cada comando. É importante entender como funcionam as coisas.

Relógios

O kernel Linux possui um relógio que é sincronizado automaticamente com o relógio da BIOS durante o boot, esses relógios podem ser ajustados a qualquer momento. A seguir os comando necessários para tal.

Comando date

Este comando é utilizado para alteração da data e hora do sistema. Principais parâmetros:
  • -u (UTC) :: Mostra o relógio no formato UTC, ou seja, universal (GMT 0:00).
  • -s (set) :: Seta a hora do sistema.

Obs.: O fuso horário vigente na maioria do território brasileiro é o UTC -3:00.

Para alterar a data, basta usar o comando sem parâmetro, mas com o seguinte argumento:

# date <MM><DD><hh><mm><YY>

Exemplo:

# date 052120192013
Ter Mai 21 20:19:00 BRT 2013

Explicando:
  • MM :: Mês com dois dígitos.
  • DD :: Dia com dois dígitos.
  • hh :: Hora no formato 0-23.
  • mm :: Minutos no formato 0-59.
  • YY :: Ano com quatro dígitos.

Comando hwclock

É usado para alteração da hora do hardware, ou seja, da BIOS. Principais parâmetros:
  • -w (hardWare) :: Altera o relógio da BIOS com base no relógio do kernel (sistema).
  • -s (system) :: Altera o relógio do kernel (sistema) com base no relógio da BIOS.
  • -u (UTC) :: Altera o relógio da BIOS para o horário universal UTC.

NTP - Network Time Protocol

O daemon ntpd permite um sistema utilizar seu relógio via rede, através da sincronização com um servidor. Este servidor deve estar setado no arquivo: /etc/ntp.conf

Este daemon usa o protocolo UDP, na porta 123, para realizar a sincronização. Segue um exemplo de conteúdo do seu arquivo de configuração:

server  br.pool.ntp.org
server  192.168.20.2
driftfile    /etc/ntp.drift


Servidores NTP públicos estão listados em: http://www.pool.ntp.org

Já o arquivo drift.ntp, armazena informações de erro e usa-o para atualização e correção da hora.

Para ajustar a divergência de horário, o NTPD atualiza lentamente a hora com o servidor remoto, a fim de não impactar outros serviços que rodem no sistema. Para atualizar de modo instantâneo, basta utilizar o seguinte comando ntpdate, especificando o servidor.

Por exemplo:

# ntpdate br.pool.ntp.org

Obs.: Quando em execução, o NTPD pode ser utilizado como servidor de hora para outras máquinas na rede.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. 108.1 - Manutenção da data e hora do sistema
   2. 108.2 - Configurar e recorrer a arquivos de log
   3. 108.3 - Fundamentos de MTA - Mail Transfer Agent
   4. 108.4 - Gerenciar impressoras e impressão
Outros artigos deste autor

Resumo LPI 102: Tópico 107 - Tarefas Administrativas

Zabbix 2.2 no CentOS 6 via repositório EPEL - Instalação e configuração

CentOS - Pós-instalação básica

Leitura recomendada

Partições - Montagem na marra!

Arch Linux: Uma distribuição otimizada para i686

Primeiros comandos para iniciantes

Ubuntu - Manual do Iniciante

Usar, usando

  
Comentários
[1] Comentário enviado por MarceloTheodoro em 14/03/2013 - 09:39h

Muito bom cara :)
Também estou estudando pra LPI102. Mas minhas anotações não são tão claras quanto essas.. haha
Pretende postar todos os tópicos da 102?

[2] Comentário enviado por pmartelotta em 14/03/2013 - 10:35h

Valeu Marcelo :p

Cara, geralmente estudo pelo livro e vou escrevendo num caderno o que interessa, depois passo pro pc mudando algumas coisas, pois o intuito é compartilhar meu resumo, afim de que quem vai ler, possa entenda (para não ser decoreba). Isso demanda um certo tempo, principalmente pra postar no wordpress, hehehe. Eu quero postar, mas vai demorar algumas semanas.

[3] Comentário enviado por premoli em 14/03/2013 - 10:48h

No Linux mint não tem o arquivo /etc/ntp.conf ... :-(

[4] Comentário enviado por pmartelotta em 14/03/2013 - 13:25h


[3] Comentário enviado por premoli em 14/03/2013 - 10:48h:

No Linux mint não tem o arquivo /etc/ntp.conf ... :-(


Cara, algumas distribuições modificam o local e até o nome de alguns arquivos. No caso do Ubuntu fica em /etc/default/, no MInt eu não sei, mas ele é baseado no Ubuntu neh? :p Com uma busca rápida no google vc encontrará.

Abraço :)

[5] Comentário enviado por removido em 23/03/2013 - 16:41h

Parabéns.

Você tem planos para escrever sobre outros tópicos da LPIC?

[6] Comentário enviado por pmartelotta em 07/05/2013 - 15:14h


[5] Comentário enviado por Listeiro 037 em 23/03/2013 - 16:41h:

Parabéns.

Você tem planos para escrever sobre outros tópicos da LPIC?


Opa Listeiro, beleza?

Cara, eu tinha. Mas recentemente cheguei a conclusão que, de modo geral, é melhor que a galera compre um livro, leia, treine e faça seus próprios resumos. Creio que se aprenda melhor assim. Postei meus resumos, na empolgação de contribuir. Mas se é pra contribuir, que seja aprofundando em algum tema.

Valeu o comentário.


Contribuir com comentário