Resumo LPI 102: Tópico 108 - Serviços Essenciais do Sistema

Neste artigo veremos, de forma detalhada, como gerenciar a data e hora do sistema (tópico 108.1), como configurar e recorrer a arquivos de log (108.2), entender os fundamentos de MTA (108.3) e gerenciar impressoras e impressão (108.4).

[ Hits: 16.236 ]

Por: Pedro Martelotta em 13/03/2013 | Blog: http://pedromartelotta.wordpress.com


108.4 - Gerenciar impressoras e impressão



Utilizando o CUPS

O CUPS é o servidor de impressão padrão do GNU/Linux e pode ser configurado por seus arquivos de configuração, linha de comando ou sua interface Web (mais recomendado).

Para configuração via interface de Web, basta acessar o seguinte endereço:
Desde que seu daemon esteja em execução: /usr/bin/cupsd.

Administrando impressoras pela linha de comando

Comando lpinfo

Mostra informações de dispositivos. Principais parâmetros:
  • -v :: Exibe os dispositivos.
  • -m :: Exibe os desses dispositivos drivers.

Comando lpadmin

Executa a maior parte dos tarefas administrativas.

Principais parâmetros:
  • -c <classe> :: Adiciona uma impressora, associando-a a uma classe. Se esta não existir, será criada.
  • -m <modelo> :: Especifica o driver padrão da impressora. Geralmente um PPD.
  • -r <classe> :: Remova a impressora indicada da classe.
  • -v :: Indica o endereço da impressora. Se for de rede, geralmente o IP.
  • -D :: Descrição textual da impressora.
  • -L :: Descrição textual da localização.
  • -E :: Autoriza a impressora a receber impressões.
  • -P :: Especifica um PPD (driver).
  • -x :: Remove uma impressora.

Exemplo de utilização:

# lpadmin -p HP_DESKJET_600 -E -v parallel:/dev/lp0 -D "HP DESKJET 600" -L "Impressora local" -m hp-deskjet-600.ppd.gz

Comando lpoptions

Define as opções de impressão da impressora.

Principais parâmetros:
  • -p (printer) :: Especifica nome da impressora.
  • -l (list) :: Lista as opções disponíveis.
  • -o (option) :: Especifica a opção a ser alterada.
  • -d (default) :: Torna a impressora especificada como padrão do sistema.

Comando lpstat

É usado para mostrar o estado/status do CUPS.

Principal parâmetro:
  • -a :: Exibe status das impressoras.

Arquivos de configuração do CUPS

Os arquivos de configuração do CUPS estão localizados no diretório /etc/cups/.

Os principais são:
  • classes.conf :: Define as classes das impressoras.
  • cupsd.conf :: Configurações do CUPS.
  • mime.convs :: Define os filtros disponíveis para conversão do formato dos arquivos.
  • mime.types :: Define os tipos de arquivos conhecidos.
  • printers.conf :: Define as impressoras locais disponíveis.
  • lpoptions :: Define configurações específicas para as impressoras

Diretório /var/spool/samba/

Este diretório é necessário para armazenamento temporário dos documentos que serão impressos.

Comando lpq

Este comando é usado para visualização dos trabalhos (jobs) que estão sendo impressos.

Principais parâmetros:
  • -a (all) :: Exibe todos os jobs processados no momento.
  • -P (printer) :: Exibe os jobs processados por uma impressora específica.

Imprimindo arquivos

Comando lpr

Usado para imprimir documentos.

Principais parâmetros:
  • -P (printer) :: Especifica uma impressora.
  • -# :: Especifica o número de cópias do documento.
  • -s :: Especifica um link para o arquivo a ser impresso.

Comando lprm

Cada job (trabalho de impressão) é associado a um número, este número é utilizado pelo comando lprm para cancelar um job/trabalho.

Principais parâmetros:
  • -a (all) :: Cancela todos os job.
  • - :: Mesma função do "-a".
  • Sem parâmetro :: Cancela o último job enviado.

Impressão remota

Para disponibilizar uma impressora na rede, basta configurar o arquivo /etc/cups/cups.conf, desta forma:

<Location />
Order Deny.Allow
Deny From All
Allow From 127.0.0.1  # Aqui está liberando para o próprio servidor
Allow From 192.168.1.0/24  # Aqui está liberando para a rede 192.168.1.0/24
</Location>


Para os demais computadores, ou seja, os clientes, basta setar o IP do servidor no arquivo /etc/cups/client.conf, dessa forma:

ServerName   192.168.1.10


Obs.: Supondo que o servidor tenha IP: 192.168.1.10

Em caso de clientes GNU/Linux precisarem imprimir em impressoras de servidores Microsoft Windows, basta realizar mapeamento do dispositivo, da seguinte maneira:

Sem autenticação: smb://servidor/impressora
Com autenticação: smb://usuario:[email protected]_ou_dominio/servidor/impressora

Referências

Como base, fiz algumas pesquisas na internet e usei o livro:
  • Certificação LPI-1 - 4ª edição - Luciano Siqueira (recomendo).

Fiquem à vontade para dar opiniões e sugerir correções.

À medida que for estudando ou achando necessário, estarei atualizando o post no meu blog:
Até a próxima.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. 108.1 - Manutenção da data e hora do sistema
   2. 108.2 - Configurar e recorrer a arquivos de log
   3. 108.3 - Fundamentos de MTA - Mail Transfer Agent
   4. 108.4 - Gerenciar impressoras e impressão
Outros artigos deste autor

Zabbix 2.2 no CentOS 6 via repositório EPEL - Instalação e configuração

CentOS - Pós-instalação básica

Resumo LPI 102: Tópico 107 - Tarefas Administrativas

Leitura recomendada

Guia pós-instalação do Slackware - edição 2013

Arch Linux - Passo a passo pós-instalação

Customizando o DVD de instalação do Slackware

Como customizar uma imagem ISO do Ubuntu

Como escolher sua distro (de forma imparcial)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por MarceloTheodoro em 14/03/2013 - 09:39h

Muito bom cara :)
Também estou estudando pra LPI102. Mas minhas anotações não são tão claras quanto essas.. haha
Pretende postar todos os tópicos da 102?

[2] Comentário enviado por pmartelotta em 14/03/2013 - 10:35h

Valeu Marcelo :p

Cara, geralmente estudo pelo livro e vou escrevendo num caderno o que interessa, depois passo pro pc mudando algumas coisas, pois o intuito é compartilhar meu resumo, afim de que quem vai ler, possa entenda (para não ser decoreba). Isso demanda um certo tempo, principalmente pra postar no wordpress, hehehe. Eu quero postar, mas vai demorar algumas semanas.

[3] Comentário enviado por premoli em 14/03/2013 - 10:48h

No Linux mint não tem o arquivo /etc/ntp.conf ... :-(

[4] Comentário enviado por pmartelotta em 14/03/2013 - 13:25h


[3] Comentário enviado por premoli em 14/03/2013 - 10:48h:

No Linux mint não tem o arquivo /etc/ntp.conf ... :-(


Cara, algumas distribuições modificam o local e até o nome de alguns arquivos. No caso do Ubuntu fica em /etc/default/, no MInt eu não sei, mas ele é baseado no Ubuntu neh? :p Com uma busca rápida no google vc encontrará.

Abraço :)

[5] Comentário enviado por removido em 23/03/2013 - 16:41h

Parabéns.

Você tem planos para escrever sobre outros tópicos da LPIC?

[6] Comentário enviado por pmartelotta em 07/05/2013 - 15:14h


[5] Comentário enviado por Listeiro 037 em 23/03/2013 - 16:41h:

Parabéns.

Você tem planos para escrever sobre outros tópicos da LPIC?


Opa Listeiro, beleza?

Cara, eu tinha. Mas recentemente cheguei a conclusão que, de modo geral, é melhor que a galera compre um livro, leia, treine e faça seus próprios resumos. Creio que se aprenda melhor assim. Postei meus resumos, na empolgação de contribuir. Mas se é pra contribuir, que seja aprofundando em algum tema.

Valeu o comentário.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts