Rage Against Binary Blob - sobre documentação aberta para hardware

Neste artigo exponho um tema interessante e pouco discutido no software livre, a documentação aberta de itens de hardware.

[ Hits: 30.595 ]

Por: Jarno Trulli em 13/12/2007


Drivers de fabricantes: como responder?



Muitos fabricantes disponibilizam os drivers para suas placas em CDs de instalação ou na Internet (muito mais comum no Windows mas também presente no Linux hoje em dia). Como devemos responder a esta atitude? Novamente sendo radicais: drivers binários são *inaceitáveis*. Eles têm acesso direto ao kernel, e não sabemos do que são capazes de fazer e nem o que estão fazendo. Além disso, dependemos da boa vontade do fabricante quando dá pau (e tenha certeza: vai dar pau!)[5]. E mesmo drivers com o código-fonte não são aceitáveis. É difícil consertar um erro nestes drivers (e tenha certeza: vai ter erro!), sem ter uma documentação acompanhando. Código-fonte não é documentação[6].

Outro fato digno de menção: a todo momento fabricantes transformam seus produtos em "de legado" (em outras palavras: "isto não me dá mais dinheiro, e eu não tô mais nem aí!"). E se os desenvolvedores não puderem manter o driver depois que o fabricante abandoná-lo, tanto os usuários quanto os desenvolvedores terão um produto inútil nas mãos.

No final das contas, o fabricante simplesmente rouba o seu direito de controlar seu próprio destino (ou o do seu hardware) [7]

Reforçando: não estamos discutindo sobre o que o usuário precisa, mas sobre o que o *desenvolvedor* precisa (para dar ao usuário o que ele precisa).

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. O que é isso? E pra quê serve?
   3. E pra que ter documentação aberta afinal?
   4. Drivers de fabricantes: como responder?
   5. Razões, desculpas e respostas
   6. E como o Linux tá nessa?
   7. Como posso ajudar?
   8. Notas de rodapé
   9. Bibliografia
Outros artigos deste autor

BOCHS - O emulador de x86

GNU Emacs (Intro)

Mais sobre recursividade em C/C++

Leitura recomendada

Esquecendo os valores da computação (parte 2)

ERPs Open Source (parte 2) - Mercado e diferenciais

Diferenças postas à mesa

Tux, o cabo eleitoral

Será que existe mercado para distribuições Linux não comerciais?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Stocker em 13/12/2007 - 02:38h

Eh.....eh interessante algumas pessoas terem um pouco mais de conhecimento sobre isso.....
Agora eu como tecnico, e pregramador, o assunto jah eh um otro...

[2] Comentário enviado por fjbvn em 13/12/2007 - 07:33h

Pois é,

Ai, uma discussão que não é tratada como deveria no mundo Linux.

Justamente em OpenBSD é que há um sério problema (e muita atenção e combate) com BLOBS (rsrs tem no próprio site do Open, em um dos jingles (se não me engano do release passado), que falava sobre um monstro de lema medonho (rsrs um BLOB)... e citava nVIDIA e etc...

Realmente, concordo que, 'os grandes mantenedores de blobs' devem ser comercialmente boicotados, é inadimissível que a industria de hardware 'ache e pense' que pode manter a sua arquitetura fechada.

[3] Comentário enviado por gengis_khan em 13/12/2007 - 10:41h

Muito interessante seu artigo, parabéns. Eu só vejo um problema: como boicotar grandes fabricantes que praticamente mantem um oligopólio sobre seu nicho de mercado, por exemplo NVidia e ATI. Sabemos que são os maiores fabricantes de GPUs. Muito provavemente acontecerá de comprarmos placas de vídeo com GPUs de outros fabricantes mas essas não vão suprir a demanda desejada. Além do fato de que usuários de GNU/linux são minoria e desenvolvedores de SLiCA menos ainda. Sendo assim, por que um fabricante com tanta influência como esses citados daria importância para um boicote tão pouco significativo em sua fatia do mercado?

[4] Comentário enviado por albertguedes em 13/12/2007 - 12:58h

Vamos esperar que a onda "open-hardware" vingue, pois vai ser a única alternativa á manipulação do mercado em relação aos drivers. Mentira, a outra seria mudar a lei, mas essa carta eu tiro do baralho por que vai ser muito dificil de acontecer.

[5] Comentário enviado por Teixeira em 13/12/2007 - 21:40h

Este assunto é muito mais importante do que pode paracer à primeira vista.
Depois de passar inúmeras decepções com as tais especificações técnicas dos fabricantes (um conhecido fabricante de impressortas me mandou CONSULTAR AS REVENDAS!!!), passei pessoalmente a dar preferência a todos aqueles que não dificultem o meu dia-a-dia.
Estou tentanto há quase um ano conseguir um driver para uma certa impressora fiscal e o fabricante nem sequer responde aos meus e-mails.
A minha solução pessoal tem sido recomendar a impressora do concorrente, que, se não me ajuda, pelo menos até agora não colocou impecilho nenhum.
Não acho que seja vingança, mas apenas bom-senso.
Infelizmente, não estou capacitado para construir drivers, vxd, e outros. Tenho de depender de terceiros.
Se EU fosse fabricante de hardware, tenho como certo que incentivaria o pessoal do código livre a escrever software para aproveitar ao máximo os meus produtos. Infelizmente, palavras assim soam como heresia aos ouvidos daqueles que deveriam ser os maiores interessados: Os próprios fabricantes.
Já pansaram no sucesso de vendas que seria o dispositivo "X" por ser disponibilzado com drivers para todos os S.Os?
Realmente o assunto não tem nada a ver com detalhes legais, mas com simples má-vontade por parte daqueles.

[6] Comentário enviado por nanukano em 18/12/2007 - 18:57h

Artigo importante. Pena que nós usuários comuns, em maioria, não percebamos essa importância ao adquirirmos um PC. Por exemplo: se eu compro um PC com uma distribuição Linux já instalada, isto pressupõe que os drivers instalados são abertos, caso se queira mudar a distribuição?

[7] Comentário enviado por gnomo_dead em 30/12/2007 - 21:17h

Aih cara, uma curiosidade q sempre tive, existe alguma placa de vídeo 'atual' q tenha a documentaçao disponivel?

[8] Comentário enviado por Jarnotrulli em 06/01/2008 - 20:58h

Well, talvez seja só fogo-de-palha mas agora que a AMD comprou a ATI, eles estão a fim de liberar os fontes para o projeto X.Org.

[9] Comentário enviado por albertguedes em 06/01/2008 - 21:44h

Mas já faz um tempo que a AMD comprou a ATI Não é ? Creio que desde 2005.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts