Procurando ETs usando o Linux

Para quem viu o filme "Contato" e ficou pensando se realmente é possível que um dia encontremos sinais vindos do espaço, aqui está sua chance de participar desta busca intergaláctica.

[ Hits: 11.078 ]

Por: Marcio Esper em 11/08/2004


Onde tudo começou



Existe um grupo de cientistas da universidade de Berkley que criou uma forma de compartilhar processamento, esta técnica que está sendo usada atualmente com muito sucesso por inúmeras organizações em todo o mundo conseguiu um poder de processamento que nunca se sonhou e com isso determinados campos que estavam de lado devido a quantidade de dados para análise puderam se concretizar. Estamos falando do grupo que criou o SetiAtHome, que do inglês significa procura por inteligência extra terrestre em casa.

Mas como que isso funciona?
Basta pegar o cliente em:

Instalação


Depois de baixar o programa compatível com a sua CPU, descopacte-o usando o botão direito do mouse sobre o arquivo, escolhendo actions e descompactar arquivo no lugar de sua escolha (para os usuários do KDE).

Se preferir, basta descompactar o arquivo pelo shell caso seu X não esteja configurado para fazer isso ou caso você não use interface gráfica.

O programa está pronto para uso, basta no shell digitar:

$ ./setiathome

Em sua primeira utilização o programa vai perguntar se você quer criar uma nova conta (opção 1) ou se você já é um usuário cadastrado (opção número 2).

Opção 1 - O programa vai perguntar alguns dados, como: nome, e-mail, uma senha (não perca sua senha por nada, pois o site não tem nenhum sistema para recuperação de senha).

Opção 2 - o programa vai pedir o e-mail cadastrado.

Logo em seguida ele vai pegar 300k em pacotes de dados e vai ficar analisando em background. Para desligá-lo basta dar um Ctrl-C ou fechar o shell.

Opções avançadas:
  • -version : mostra informação da versão
  • -login : log in
  • -countries : mostra lista de código dos países
  • -nice N : seta a prioridade para N
  • -mail : com notificação de erro
  • -graphics : cria o compartilhamento de memória para a área gráfica
  • -proxy hostname:port : para conexão via proxy
  • -verbose : mostra os resultados no terminal
  • -nolock : ignora checagem de múltipla instância
  • -socks_server hostname:port : SOCKS proxy
  • -socks_user name : SOCKS user name
  • -socks_passwd passwd : SOCKS password

Modo gráfico


Para ativar o modo gráfico você deve digitar no shell:

$ ./setiathome -verbose - graphics &

e logo em seguida:

$ ./xsetiathome


Esta janela vai aparecer com as informações de andamento de sua busca.

Para terminar, basta fechar a janela ou dar um Ctrl-C no shell.

Você está pronto para descobrir vida fora da terra!

Boa sorte :)

Espero que tenham gostado desta matéria, logo que sobrar um tempinho mando outra ;p

   

Páginas do artigo
   1. Onde tudo começou
Outros artigos deste autor

Criando músicas no Linux

Como não assustar o novo usuário e ajudar o Linux engrenar

Rodando o Linux no Pegasos

Leitura recomendada

Convertendo DVD para AVI com 2 idiomas de áudio

Ogle: O player de DVD

Instalando o MEO Cloud em qualquer distro GNU/Linux

Monitorando Weblogic em DomainRuntime com Zabbix

ManageIQ: Gerencie a sua infraestrutura de TI Híbrida através de uma única plataforma

  
Comentários
[1] Comentário enviado por engos em 11/08/2004 - 09:26h

Já que ficou tão pequeno o artigo, acredito que você poderia ter explorado mais o SetiAtHome, como por exemplo explicando que ele originalmente foi feito em Unix e falando mais sobre ele...

Você sabe me dizer como ele funciona, se cada usuário que se registra passa a ajudar no processamento principal como um cluster? Ele só fica mostrando aquele gráfico e mais nada (não podemos configurar onde queremos procurar) ou tem a opção de procurar em algum ponto?

Gostei muito principalmente por ser uma matéria que mostra o poder do Linux e não ser técnica, acho interessante mostrar o que temos de bom e não apenas colocar receitas de bolos de como melhorar aqui e ali ou como fazer isso e aquilo.

De todos os artigos que já li, pra mim esse está entre os melhores.

Parabéns!

[2] Comentário enviado por wronieri em 11/08/2004 - 09:40h

Muito bom o artigo mas gostaria de saber se ele funciona como um grid.

[3] Comentário enviado por thiagosc em 11/08/2004 - 09:43h

Muito bom esse artigo mas reforço o que o nosso amigo engos escreveu, poderia ter uma explanação maior sobre a utilização do programa, e sobre seu funcionamento via cluster ou não, mesmo assim muito bom este artigo e mostra que cada vez mais o linux está conquistando seu mercado nas mais variadas áreas. Um abraço.

[4] Comentário enviado por ice2642 em 11/08/2004 - 09:48h

Ele funciona recebendo pacotes recolhidos pela antena do observatório de arecibo e compartilhando esta informação pelos computadores cadastrado.
Voces estão com toda a razão, vou escrever mais uma matéria sobre isso bem mais elaborada.
[]'s
Ice

[5] Comentário enviado por y2h4ck em 11/08/2004 - 10:08h

Grid p2p e muito r0x.
meu lab esta desenvolvendo um projeto legal usando os conceitos da gride GLOBAL :) que a ibm adotou ...
vamos ver oq sai

[6] Comentário enviado por io em 11/08/2004 - 16:31h

Oi, muito legal.

O Seti já tá acabando, não é verdade? Acho que agora eles estão passando para a infra-estrutura BOINC. É legal que todos façam o download do BOINC ao invés do Seti@Home clássico, pq aquele permite melhoras automáticas na forma como o código é processado. E o melhor de tudo, como o BOINC permite mais de um projeto, você pode, até agora, participar de mais de um projeto. Pode ser procurando pulsos e gaussianos extra-terrestres pelo Seti, ou ainda tentar solucionar a estrutura tridimensional das proteínas pelo Predictor... E o melhor de tudo: as formas das proteínas serão liberadas para o público, e não patenteadas por um laboratório ganancioso...

Esses são os dois projetos atuais, porém mais estão para ser lançados.

A prova que nos EUA não só tem capitalista selvagem que quer sugar até a última gota do nosso sangue... ;-)

[7] Comentário enviado por io em 11/08/2004 - 16:33h

Na verdade, já usava o Seti desde a vs 3.07. Acho que foi em 2002, se n me engano.... é bom ver o projeto difundido...

[8] Comentário enviado por faiper em 11/08/2004 - 21:12h

não tá funcionando em modulo grafico

[9] Comentário enviado por vandre em 11/08/2004 - 21:53h

Não concordo com os amigos que disseram que este artigo ficou curto, para mim se o autor explarace mais detalhes, tornaria o texto extenso e chato para leitura, acredito que para que se interessou pelo artigo obteve todas as informações no site, este artigo está de parabéns!!!

[10] Comentário enviado por ice2642 em 12/08/2004 - 22:22h

cao nao funcione seu modo grafico, pode ser alguma configuração no seu X, aqui funcionou tranquilo e não conheço ninguem que tenha tido problemas.

no site do SETI tem alguns links com tools e alternativas para se usar o seti, tem um bem legal que ate mostra o ponto do ceu onde o pacote foi recebido. agora nao to lembrando o nome mas fuçando nas descriçoes vc acha facil.
[]'s
ICe

[11] Comentário enviado por pistosbo em 13/08/2004 - 00:07h

Amigow gostei do artigo, acho que faltou vc salientar mais o que e o SetAtHome, para que participar do projeto SetAtHome.

PiStO

[12] Comentário enviado por ice2642 em 13/08/2004 - 20:53h

Bom, vc pode participar do projeto para tentar ser quem encontrou o ET :)

provavelmmente vai ser da hora para se alguemm conseguir, ser a pessoa responsavel pelo bloco de dados que tem o sinal alienigena.

Mas francamente falando, é muito remota a chance de isto acontevcer qq dia, nao por ser improvavel existir um ET, mas pelo fato de que provavelmente a tecnologia deva ser completamente diferente da nossa, quem garante que os caras ainda nao fazem sinal de fumaça, ou mesmo usem algum tipo de energia que nos nem ao menos sabemos que existe, baseado em lances que nossa tecnologia nao possa ver.

mas existe a chance de se conseguir achar algum sinal.

[]'s

Ice

[13] Comentário enviado por faiper em 13/08/2004 - 22:46h

eu instlei o meu com o apt-get e a parte grafica não funciona

[14] Comentário enviado por ice2642 em 14/08/2004 - 00:20h

faiper, tenta pegar o fonte e compilar na sua maquina.
eu não sei o q pode estar dando errado ai, pode ate ser algumaa incompatibilidade da sua distribuição ou configuração com o programa. caso nao consiga, vale a pena quando compilar se der algum erro, mandar a saida para o time de desenvolvimento do SETI com as informações do seu sistema para q eles possam se for o caso corrigir algum bug.

[15] Comentário enviado por coffnix em 01/04/2006 - 02:42h

corrija o artigo.... tem links novos e versão nova do programa.... agora é o BOINC



flw

[16] Comentário enviado por h3rz1 em 11/09/2007 - 13:11h

Muito bom,
Há muito tempo eu venho acompanhando o grupo SETI, antes mesmo de ser chamado de Boinc.
Parabéns pelo artigo, é muito bacana saber que a turma linux tambem curte esse lance de vida extra terrestre..
abraços

[17] Comentário enviado por albfneto em 20/05/2008 - 02:18h

preparo artigo atualizado sÕbre BOINC, projeto SETI e outros projetos científicos com computação distribuida


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts