Pesquisa com slocate, locate e updatedb

Os comandos updatedb e locate são ligações simbólicas para slocate (secure locate), que assumiu as funções de criação, atualização e consulta em banco de dados de nomes de arquivos. O tema é parte do teste 101 do LPI - Este artigo faz parte da apostila LPI-101 que estou escrevendo.

[ Hits: 46.247 ]

Por: Perfil removido em 07/02/2005


Slocate



Sintaxe: slocate [opções]

O comando slocate cria, atualiza ou consulta uma base de dados com os nomes dos arquivos encontrados no sistema de arquivos. A vantagem do slocate sobre seus antecessores é que além dos nomes de arquivos, o comando armazena permissões e propriedades de modo que os usuários comuns não verão em suas pesquisas arquivos para os quais não tenham permissão, tornando a pesquisa mais segura.

Após a construção deste banco de dados de nomes de arquivos, é possível realizar pesquisas por nomes de arquivos com slocate. Slocate faz a leitura dos dados, por padrão, diretamente de /var/lib/slocate/slocate.db e exibe os resultados na saída padrão.

Pesquisas de nomes de arquivos realizadas com este método são mais rápidas e não causam o impacto no sistema gerado por uma pesquisa similar feita com find. A pesquisa por find gera muitas leituras em disco, que normalmente são lentas. Contudo, apesar dos ganhos de velocidade, as consultas geradas por slocate podem apresentar resultados que não são consistentes, já que a base de dados consultada sempre é estática e representa apenas um dado momento do sistema de arquivos. Então, o comando é ideal para estruturas onde os arquivos são estáticos ou sofrem poucas alterações.

No caso de alterações no sistema de arquivos, elas somente serão refletidas no banco de dados após uma atualização realizada por "slocate -u". É possível usar diversas bases de dados de arquivos, que podem ser criadas com slocate em locais diversos. O usuário deve especificar no momento da execução do comando qual base consultar para que a consulta seja correta. As bases de dados de arquivos não podem ser concatenadas, já que são arquivos do tipo dados (data file) e possuem uma estrutura de compressão própria. Em servidores de arquivos, via rede, a atualização da base de dados deve ser executada localmente para evitar tráfego na rede.

É possível utilizar curingas e expressões regulares para realizar as consultas e mesmo realizar pesquisas em bases de dados remotas através da indicação do caminho completo até o a arquivo de dados.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Slocate
   2. Opções
   3. updatedb.conf
   4. Criando/Atualizando um BD slocate
Outros artigos deste autor

Criar um Servidor TeamSpeak no Ubuntu Server

Instalando o RealPlayer 10 no Linux

Criando aplicação para detectar informações do sistema em Kylix

AFT : Tecnologia para Formatação Avançada - Conceitos básicos

Xen - xl.conf - Configuração do Host

Leitura recomendada

Desknotes e Walkpcs

Configuração do Ubuntu 16.04 para acesso com cartão ao Banrisul

Instalação de um Servidor Web

OpenLDAP: Instalando um servidor de diretórios com replicação (SyncRepl)

23 distribuições Linux brasileiras

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 08/02/2005 - 00:40h

Um dos melhores que já vi. Foi pro meu favoritos!!!
Continue escrevendo mais tutos assim, com esta clareza e simplicidade!
Só não entende quem não quer!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Dei nota 10!!!!!!!!!
;-))

[2] Comentário enviado por lacierdias em 08/02/2005 - 07:11h

Ficou exelente...

[3] Comentário enviado por dinizmu em 13/02/2005 - 21:25h

fui pro favoritos pra estudar pra lpi!!
=)
muito bom!

manda o link ae quando a apostila estiver pronta hehehe

Parabéns!!!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts