Matando o rato

Aqui tentarei expor as maneiras que já encontrei para eliminar o uso do mouse num desktop Linux. Para "escovadores de bits" e curiosos.

[ Hits: 25.215 ]

Por: Danilo Martins em 07/03/2007


Introdução



Alguns usuários dizem que os mouses hoje estão muito caros, e que evitar usá-los é apenas uma redução de custo. Outros vão dizer que o principal causador de L.E.R. é o mouse, já que a mão tem que caminhar um bom espaço entre o teclado e o mouse, o tempo todo. Os mais sensatos dizem que o mouse é, na verdade, um imenso aliado da produtividade... Desde que não seja usado quase nunca.

Este artigo é para este último grupo de usuários.

Utilizo computadores desde a época em que HDs eram "luxo". Meu primeiro "mouse" veio uns 4 ou 5 anos depois. Juro que, quando o vi pela primeira vez, não consegui imaginar um uso prático pra ele...

Hoje o mouse é um apetrecho indispensável num Desktop. O problema é que ele é usado demais, quando coisas simples como trocar de janela, abrir um programa ou alternar entre os programas já abertos deveriam ser feitos utilizando o teclado.

Através do artigo, espero mostrar bem as ferramentas que uso (a maioria em modo texto) diariamente em meu PC. São, em sua grande maioria, aplicativos leves. Bem, vamos a eles.

Observação importante: Utilizo o Debian nos meus exemplos. Se você utiliza outra distribuição (mesmo as Debian-based, como Ubuntu e Kurumin), pode ser que não encontre alguns dos programas. Neste caso, você precisará baixar o código fonte e instalá-lo por aí.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Window Manager
   3. Utilitários de linha de comando
   4. Utilitários gráficos
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

APTonCD - Seu repositório portátil

Ktechlab - Ambiente de simulação de circuitos

AutoCAD 2007 vs. DraftSight v1r3.1 2013

É possível ganhar dinheiro com Software Livre?

Agendando tarefa de gravação de vídeo com o mencoder e gnome-schedule

  
Comentários
[1] Comentário enviado por shin_ragnarok em 07/03/2007 - 09:21h

Sensacional danilo!!!!

muito legal, não só a parte de não se usar o mouse, mas tb de usar aplicativos no modo de comando, e mostrar que existem várias formas de fazer a mesma coisa!

muito bom mesmo!!!

[2] Comentário enviado por elbriga em 07/03/2007 - 09:56h

Outro atalho muito bom no firefox é o CTRL+K para procurar no google

[3] Comentário enviado por y2h4ck em 07/03/2007 - 10:09h

Podemos citar tambem o elinks2 e o w3m que sao otimos browser para modo textual que abrem inclusive imagens.

Abraços.

[4] Comentário enviado por duda_syn em 07/03/2007 - 11:34h

po tem muitos links lynx tmsnc (cliente de msn)
eu tb nao gosto do rato.. mas confesso q acabei me acomodando com ele rs..
mas eu prefiro fazer as coisas no teclado acho mais pratico..
num sei pq o artigo do cara ta com nota 5.5 , mandou bem nota 10..
soh achei q podia ter colocado mais programas pra modo texto..
vlwwwww fuiz

[5] Comentário enviado por teovictor em 07/03/2007 - 11:48h

As dicas são úteis. O mouse é o que mais faz doer o pulso ao usar o computador. Tornar-se mais independente dele ajuda a aumentar a produtividade e diminuir a dor em longas jornadas no PC.

[6] Comentário enviado por Tango em 07/03/2007 - 13:06h

Muito interessante, especialmente a colocação onde você deixa claro a "supervalorização" do mouse nos dias de hoje.

Caramba, eu conheço pessoas que têm que usar o mouse para passar para o próximo campo quando preenchem um formulário. Me dá uma dor no coração.

[7] Comentário enviado por agk em 07/03/2007 - 15:24h

Saber fazer as coisas sem utilizar o mouse é fundamental. Eu sempre que posso uso as teclas de atalho.

Agora aquele negócio de mudar as teclas do teclado é meio bizarro, imagina você arrancando as teclas e mudando de lugar em cada lugar que você for acessar um computador, ehehehe, ou quem sabe você pode levar seu teclado usb personalizado com você para todos os lugares que você vai usar um computador.
Brincadeiras a parte, pode até ser interessante esse dworak, mas é difícil mudar os padrões atuais que já estão fortemente estabelecidos.

[8] Comentário enviado por apdrall em 07/03/2007 - 18:26h

Em termos de produtividade, nao conheco nada que bata o fluxbox, ainda mais personalizado igual eu deixei o meu. Perdi algum tempo estudando as configuracoes dele, mas valeu a pena. Uso o mouse bem pouco, sendo que minhas tarefas sao pelo menos 80% executadas no teclado, tais como abrir programas mais comuns, alternar entre consoles, janelas e areas de trabalho. O Fluxbox e' super leve e nele consigo abrir quantas areas de trabalho e quantas janelas precisar, sem mesmo notar quedas de desempenho.

[9] Comentário enviado por malkie em 08/03/2007 - 16:54h

shin: muito obrigado pelos elogios!
y2h4ck: são realmente excelentes, mas costumo usar apenas quando estou numa conexão SSH, ou algo similar
elbriga: não conhecia... já tá na minha "hotlist"
duda: tmsnc também não conhecia... vou experimentar
teovictor: eu uso computadores tem muito tempo, e nunca tive nenhum problema de LER ou algo do estilo de tendinite... provavelmente é por isso (postura também ajuda).
Tango: Isso também me mata... Ainda mais qdo eu tenho q esperar a pessoa preencher um formulário razoavelmente grande :-P
agk: A idéia do dvorak é passar apenas o teclado que você mais usa. Se você é acostumado a digitar sem olhar, melhor ainda - você não precisa trocar o teclado, apenas com um comando você troca o layout em um outro PC, o q vale apenas para a sessão que você está. Fora isso, acostumar com Dvorak não me desacostumou com o padrão Qwerty/ABNT2, então mesmo q eu pegue outro teclado q não possa usar (digamos, num PC com Window$), ainda me viro mto bem
apdrall: Nunca disse que o fluxbox não é bom em produtividade (embora não seja o meu preferido, reconheço que é bem prático). O que quis dizer é que é praticamente impossível/não prático fazer tudo pelo teclado. É um window manager mais "orientado a mouse" do que eu consideraria para este artigo. Não me entenda mal, acho o fluxbox (como o seu irmão blackbox) muito bom!

[10] Comentário enviado por albertguedes em 09/03/2007 - 08:35h

Ai Danilo, excelente artigo.
Eu que sou 'mousofóbico' sempre procurei modos de evitar usá-lo por todos os motivos que todo mundo já disse aqui, eu uso meu caro Window Maker totalmente customizado nas teclas de atalho e não uso para nada o mouse, pelos menos no quesito Window Manager, pois ainda tem programas que não tem jeito mesmo.
O fluxbox também dá para customizar as teclas para ser totalmente funcional pelo teclado, e é até simples, brrando somente nos aplicativos, e ainda têm muitos wm que dá para modificar para uso só por teclado, como os antigões fvwm (foi o primeiro wm que usei), o twm, acho que o uwm também vai nessa linha mas não cheguei a mexer muito nele.
Bom, você viu que o assunto é muito caro ao pessoal, e artigos deste tipo é sempre bem vindo, parabéns.

[11] Comentário enviado por apdrall em 09/03/2007 - 15:39h

malkie,

Pode ficar tranquilo, cara.. nao te entendi mal. Alias, gostei muito do seu artigo. Somente expus minha opiniao sobre o Fluxbox, o qual ja' to super acostumado e no qual sinto que minha produtividade e' maior.

[]s,
Silvio

[12] Comentário enviado por pintofree em 29/05/2008 - 13:46h

amigo consegui fazer o mpd ncmpc mpc, rodar musicas, ele instalo blz ja configurei o meu diretorio de musicar mais nao consigo criar as playlists o que ue faço?


Contribuir com comentário