Lucaschess: software para base de dados, jogar e treinar xadrez

A dica de hoje é sobre Lucaschess, um software de código aberto bem completo sobre o jogo de xadrez. Para quem conhece os softwares pagos ChessMaster, Chessimo e ChessBase vai perceber que ele lembra um pouco uma mistura de todos. E ainda guarda semelhanças com o excelente SCID.

[ Hits: 4.893 ]

Por: Perfil removido em 11/11/2016


Introdução



A dica de hoje é sobre Lucaschess, um software de código aberto bem completo sobre o jogo de xadrez.

Para quem conhece os softwares pagos ChessMaster, Chessimo e ChessBase vai perceber que ele lembra um pouco uma mistura de todos. E ainda guarda semelhanças com o excelente SCID.

Quando se abre o programa, as peças começam a movimentar-se como num filme. É a exibição de uma partida de algum mestre de xadrez que ficou famosa pela qualidade do jogo. Aparentemente a cada dia é exibida uma partida da base. De vez em quando repete-se alguma partida.

Aqui estão duas das partidas exibidas do conjunto de partidas do programa. São xeque-mates incríveis:
Passando a seta do mouse por cima do tabuleiro, aparece uma caixa explicando quem são os jogadores, onde e em qual ano foi, bem como o caráter de importância da partida. Há um site de referência, que é a Wikipédia de língua inglesa: https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_chess_games

Lucaschess

De cara já aparece nos botões do menu as opções de uso: "jogar", "competição", "valor", "treino", "ferramentas", "opções", "informação".

Indo para as mais interessantes:
Na opção "treino" há diversas habilidades treináveis de acordo com fundamentos e fases de uma partida. Há bases de treino de abertura, tática, meio-jogo e finais.
O guia de treinos de aberturas é em formato de árvore de jogadas.
No botão "jogar", existe a opção de escolher adversários representados por animais e veículos de locomoção. É um pouco estranho ver nome de veículos (como cadeira de rodas) e composições em português de Portugal (não há ainda a opção português do Brasil, alguém com tempo quer dar uma mãozinha?).

Ambos, animais e veículos formam combinações em formato de álbum com dificuldade de jogo crescente. As figuras dos animais são extremamente fofas e são bem agradáveis para crianças. Mas nem por isto o software restringe-se a elas.
Existem mais de vinte engines de xadrez com diferentes características para se jogar.

Conta ainda com opções de análise de jogadas e resolução de problemas, bem como tabuleiro auxiliar para o estudo e análise de variantes.
Inclusive engines com características de grandes mestres do xadrez do século XX e XXI.
No botão "informações", bem na aba programação encontram-se as peças de softwares usadas pelo programa.

Na última aba encontra-se "Dedicated to: Lucas & Luisa".

São inúmeros os recursos e não há como abordá-los todos de uma só vez. Quanto mais eu o uso, mais encontro recursos disponíveis que não imaginei existir nele. Fica o convite para a experimentação.

Depois da apresentação deste belo software há um grande senão: apesar de tudo só existe versão para Windows. Para Linux é instalável pelo WINE.

No caso foi testado no wine-1.6.2 num Debian 8.5 e tudo funciona perfeitamente. Por algum motivo que desconheço, alguns programas de código aberto rodam perfeitamente no WINE sem problemas.

Um exemplo é o conhecido editor Notepad++, que de modo semelhante ao Lucaschess não possui versão Linux.

O único caso que não funciona é quando ao final de uma partida aparece uma caixa S/N perguntando se se quer jogar novemante. Respondendo sim, há um crash, com saída de despejo e perguntas sobre o que fazer com a depuração. Caso escolha-se não, nada acontece. É necessário fechar e recuar ao menu principal e selecionar jogar novamente.

Na verdade não sei se esta falha também se dá no Windows.

O site fica em Lucas Chess e na opção "download" fica disponível software para baixar e instalar, versão portátil e códigos disponibilizados no GitHub em GitHub - lukasmonk/lucaschess: Chess GUI.

O programa é excelente. É uma pena não haver versão nativa em Linux.

Algumas engines podem ter o código fechado. Outras podem ter sido de código aberto até certa época e depois tenham-se tornado fechadas e comerciais.

Para finalizar: uma tela do Lucaschess usando a engine Critter para analisar uma partida de brancas contra uma Defesa Índia do Rei, jogada por uma das personas mais fracas da máquina, de negras.
Bem, é isto.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Quem disse que micro velho não presta?

Algumas Distribuições GNU/Linux Excêntricas!

Recuperando senhas de e-mails esquecidas usadas no Claws-Mail

Formatando o bash com cores e efeitos

Como instalar o LAMP no Mageia 6

Leitura recomendada

Usando o FreeBSD como desktop

Instalação passo a passo do Slackware 12.2

Como instalar programas no Linux

Instalação do Driver ATI Radeon XPRESS 200 no Ubuntu 16.04

Fazendo backup com o tar

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 11/11/2016 - 23:36h

O texto era originalmente uma dica, mas foi promovido a artigo.
Obrigado ao pessoal do VOL. Gratidão.

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Nem direita, nem esquerda. Quando se trata de corrupção o Brasil é ambidestro.
(anônimo)

Encryption works. Properly implemented strong crypto systems are one of the few things that you can rely on. Unfortunately, endpoint security is so terrifically weak that NSA can frequently find ways around it. — Edward Snowden

[2] Comentário enviado por johnf em 12/11/2016 - 13:45h

Xadrez é top, vou ver aqui :]
Tem como jogar online?
Competir com o pessoal do VOL kkkkk

[3] Comentário enviado por GabrielMS86 em 12/11/2016 - 13:48h

Pô, já estava empolgado aqui e aí veio a ducha de água fria: só versão para "Janelas"... kkkkkkkk...
Mas mesmo assim muito boa a dica, vou procurar conhecer esse aplicativo.

[4] Comentário enviado por draggom em 13/11/2016 - 09:56h


É uma pena não ter versão para linux, só que o scid supre todas as necessidades de um jogador de xadrez no linux, faz tudo que o chessbase faz, tem uma postagem sobre o scid no meu bloggue: http://bloguechess.blogspot.com.br/2014/11/blog-post.html

[5] Comentário enviado por lucascp2004_mint em 16/11/2016 - 18:43h

Como adiciono exercicios de tatica ao jogo? Diz aqui que o database está vazio.
"Ninguém é tão sábio que não tenha nada a aprender ou
tão ignorante que não tenha nada pra ensinar."

[6] Comentário enviado por removido em 16/11/2016 - 23:04h


[5] Comentário enviado por lucascp2004_mint em 16/11/2016 - 18:43h

Como adiciono exercicios de tatica ao jogo? Diz aqui que o database está vazio.
"Ninguém é tão sábio que não tenha nada a aprender ou
tão ignorante que não tenha nada pra ensinar."


Há quatro opções no menu. Provavelmente nesta precisará clicar em "Configurações Originais". Há alguns exercícios. Tanto de táticas de Uwe Auwerswald como de M1, que é mate em 1.

Para incluir exercícios teria de ver com a equipe de desenvolvimento. No caso de um programa comercial, como o Chessimo por exemplo, o GM Gilberto Milos selecionou os exercícios.

Os 389 exercícios de mate em 1, que é para quem está aprendendo, são de finais de partidas de uma base de dados, em que se espera o último movimento do jogo feito por quem está usando no momento.

[7] Comentário enviado por brian_ch em 20/11/2016 - 21:44h

Não conhecia esse software, mas na verdade parece que ele funciona sim no Linux:
http://lucaschess.blogspot.com.br/2015/05/version-904-playable-version-in-linux.html
http://lucaschess.blogspot.com.br/2015/09/instructions-to-install-lucaschess-in.html

E no github tem uma pessoa falando que encontrou alguns problemas ao rodar no Linux:
https://github.com/lukasmonk/lucaschess/issues/16

Tentei rapidamente aqui e não consegui executá-lo, mas pelo visto possível é.

Sobre xadrez online, tem um time do VOL no lichess.org, mas o pessoal não é lá muito ativo.

[8] Comentário enviado por andrerochatriade em 24/11/2016 - 17:26h

A principio timo artigo.
Inclusive nesta semana de campeonato mundial de xadrez, eu estava pensando sobre como montar uma base de dados.
Meus parabens, por compartilhar seu conhecimento.
Para quem estiver interessado, segue abaixo o link do campeonato mundial xadrez, acontecendo neste momento:
https://worldchess.com/nyc2016/
"A mente que se abre a uma nova ideia,
jamais retorna ao tamanho original."
(Albert Einstein)

[9] Comentário enviado por draggom em 25/02/2017 - 07:34h


draggomlesa: É muito engraçado um programa de codigo aberto que só tem versão par windows, é como criar uma pistola que só funciona na mão de bandidos. Belo artigo parceiro, parabéns, tu mandou bem.

[10] Comentário enviado por isaacangello em 31/10/2018 - 20:56h

Lucas chess Pacote DEB nativo
caso eu não rode de primeira rode do do terminal o comando lucaschess que vai verificar as dependencias automaticamento
https://mega.nz/#!W8cxgaRL

[11] Comentário enviado por isaacangello em 31/10/2018 - 21:01h

Lucas chess eu consegui rodar no debian e empacotei a versão 11.12a
Gerei um script que checa as dependencias enfim caso ele não rode de primeira
execute o comando lucaschess do terminal como root que ele checa as dependencias
esse pacote não faz alterações diretas no sistemas apenas instalas as dependencias via apt, gera um icone no sistema e instala os arquivos na pasta opt
https://mega.nz/#!W8cxgaRL


Contribuir com comentário