Linux - Manipulando partições de disco

Neste artigo irei descrever como identificar e manipular partições de disco no Linux utilizando a ferramenta fdisk.

[ Hits: 215.909 ]

Por: Roberto Rodrigues da Silva em 05/11/2006


Saindo do Fdisk



Saindo do "fdisk" sem salvar as alterações feitas:

Às vezes é necessário, desfazer as alterações realizadas no "fdisk" estando ainda em modo interativo. Ou mesmo sair do "fdisk" sem salvar as alterações. Para isso utilize o comando "q" ( de quit ).

Veja o exemplo abaixo:

Comando (m para ajuda): q

Saindo do "fdisk" e salvando alterações feitas:

Todas as alterações que nós realizamos até agora com o "fdisk" foram feitas utilizando a memória RAM. Mas agora devemos gravar essas alterações no disco. Você deve ter certeza de que tudo está correto, pois essa ação não tem volta. Liste as partições com o comando "p" para certificar que está tudo correto.

No exemplo abaixo, iremos salvar as alterações na tabela de partição (MBR).

Comando (m para ajuda): w
A tabela de partições foi alterada!

Chamando ioctl() para reler tabela de partições.

AVISO: Re-leitura da tabela de partição falhou com erro 16: Device or resource busy.
O kernel ainda está usando a tabela antiga.
A nova tabela será usada no próximo reboot.
Sincronizando discos.

OBS: Como visto acima, em alguns sistemas onde existem partições em uso, as alterações terão efeito somente após um reboot do micro. Após reiniciar seu computador, execute o comando "fdisk -l /dev/hda" para listar suas partições.

Fim.

Referência:
IBM DeveloperWorks - Linux LPI - Tópico 104.

Recursos:
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Dispositivos de bloco e partições
   2. Exibindo informações sobre partições
   3. Particionando disco com a ferramenta fdisk
   4. Criando uma nova partição primária
   5. Criando uma nova partição estendida
   6. Criando partições lógicas a partir da partição estendida
   7. Alterando o tipo da partição
   8. Excluindo partições existentes
   9. Alterando a flag de partição "bootável"
   10. Saindo do Fdisk
Outros artigos deste autor

Linux - Quota de disco

Linux - Permissões de acesso especiais

Linux - Sistema de arquivos

Verificando e marcando badblocks

Python - Brincando com arquivos

Leitura recomendada

RAID, tudo que você precisa saber

GIT: Controle de versões distribuído para projetos de software

GmailFS - sua conta de e-mail como um sistema de arquivos no Slackware 10.2

Linux no Pendrive: Definitivamente configurável e persistente

CentOS e LVM

  
Comentários
[1] Comentário enviado por rjas1980 em 06/11/2006 - 19:48h

muito completo o artigo, vou até deixar como um dos meus favoritos!

[2] Comentário enviado por robertors em 06/11/2006 - 20:09h

Ola, amigo.

Muito obrigado pelo elogio.

Abraços.

[3] Comentário enviado por Pel0pid4s em 08/03/2007 - 23:13h

Muito esclarecedor. Principalmente no que diz respeito ao número máximo de partições em IDE e SCSI. Contudo, permanece uma dúvida. Um disco master na primeira IDE pode conter apenas uma partição estendida (sem partição primária)? E se estiver na segunda IDE? É obrigatório que o disco inicializavel seja o primeiro disco no conjunto IDE 0 (Master, Slave) IDE 1 (Master,Slave)?

[4] Comentário enviado por lipecys em 11/04/2008 - 11:15h

Ótimo Artigo, foi extremamente útil pra mim.
Parabéns pela contribuição.

[5] Comentário enviado por devan em 20/08/2008 - 11:46h

Bom dia amigo,gostaria de saber como é que eu faço para remover o linux e instalar o windows xp ?

[6] Comentário enviado por nqk18469 em 23/08/2008 - 21:43h

robertors,

Tirei muitas dúvidas com este artigo.

Brigaduuu !

[7] Comentário enviado por cainf em 17/10/2009 - 11:17h

Um verdadeira aula Sr Roberto
Convido-lhe para publicar o seu artigo em meu site www.linuxfast.com.br e vamos expandir ainda mais o Linux
Abraço

[8] Comentário enviado por chacal. em 20/02/2010 - 17:00h

Tenho muito pouco tempo em ambiente linux e entender com particionar um hd era umas das coisas que relutei em fazer + agora não tenho mais.
Muito bom seu artigo.
:-)

[9] Comentário enviado por Carlos Kubuntu em 05/04/2010 - 17:33h

Sou novo na comunidade, porém dedico boa parte do tempo que tenho livre para aprender mais sobre o linux. Conto um pouco da história: comprei um PC com o SO Kubuntu, porém não sei qual a versão... descobri depois como fazer a atualização através do update-manager e fiz a atualização disponível para a versão 9.10 do Kubuntu Karmic Koala. O que aconteceu? Fiquei sem som em um programa que utilizo para edições de partituras, chamado Guitar Pro 5, fiz de tudo o possível, li vários artigos, desinstalei e instalei o Pulseaudio, o Esound, o ALSA, enfim, nada deu certo! Então pensei na possibilidade de desinstalar tudo do Pulseaudio, foi o que eu fiz, porém quando reiniciei o computador ele não me dava mais acesso ao ambiente gráfico, somente ao terminal, com a mensagem de erro *PulseAudio configured per-se sessions.... fiz a reinstalação através do console, digitando o comando sudo apt-get install pulseaudio, contudo, nada aconteceu, eu ainda não tenho o acesso ao ambiente KDE.
Então decidi instalar o SO Ubuntu 8.04, que era o que eu tinha, acessei através do LiveCD o Gparted para ver se conseguia tem acesso aos arquivos, mas nada não consegui ter o acesso das outras partições. Mostro como tá dividido o HD:

Partição Sistema de arquivo Ponto de montagem Rótulo Tamanho Utilizado Não utilizado Flags

/dev/sda1 ext3 55.85GB 5.58GB 50.27GB
/dev/sda2 linux-swap 4.01GB -------- ---------
/dev/sda3 ext4 Dados 145.10GB 19.91GB 125.19GB
/dev/sda4 ext3 / 93.13GB 5.74GB 87.38GB

Desde que comprei o PC havia as três primeiras partições (sd1, sd2 e sd3), creio eu que o sd1 seja o SO que veio instalado no ato da compra (que aliás não veio nenhum CD), sd2 a imagem e o sd3 são os dados que foi sendo o usado com o tempo. Já o sd4 é o SO Ubuntu que instalei recentemente (que fiz a atualização para o 9.04).

O que quero dizer com tudo isso? Preciso de ajudar para acessar as partições e gravar alguns arquivos. Acho que é isso... qualquer dúvida, podem entrar em contato. Desde já agradeço a paciência e a ajudar futura.

[10] Comentário enviado por tarcisioman em 15/04/2011 - 17:30h

Muito bom o artigo!
Completão!
Valeu...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts