LibreOffice Writer 5 vs. Microsoft Word 2010

Parece um pouco pretensioso da minha parte comparar uma versão de desenvolvimento do LibreOffice Writer com uma versão antiga do Microsoft Word, mas é o que eu disponho no momento para comparar. Além disso, acredito que esse artigo possa ajudar as pessoas a entenderem melhor as qualidades de cada um desses softwares. Me surpreendi ao estudar o LibreOffice Writer e ver que ele tem muitas qualidades que poucos citam ao confrontá-lo com o Microsoft Word.

[ Hits: 9.737 ]

Por: Rodrigo Zimmermann em 13/08/2015 | Blog: https://www.vivaolinux.com.br/~bilufe


Vantagens do LibreOffice Writer 5.0



1. Fiz um screenshot e colei em um documento .DOCX, o Word requeria que eu fizesse vários ajustes para a imagem ficar adequada no documento. No Writer bastou colar a imagem e ela já se encaixou adequadamente no documento.

2. A ferramenta de inserir campos reservados no Word é mais difícil de usar do que a mesma ferramenta do Writer. A ferramenta do Word apresenta os nomes dos campos em inglês e com abreviaturas, requerendo que o usuário tenha um melhor conhecimento sobre a ferramenta. Já o Writer apresenta em bom português.

3. É possível exportar o documento para um formato de imagem.

4. O Writer possui mais recursos para exportar PDF, como incorporar o próprio documento original dentro do PDF, inserir marca d'água e outros.

5. Documentos criados no OpenDocument Format ocupam menos espaço em disco que os documentos criados pelo Microsoft Office. O OpenDocument Format já é compactado, enquanto é necessária uma ferramenta externa para reduzir um arquivo gerado pelo Microsoft Office.

6. A galeria de clipart do Writer permite inserir uma figura como plano de fundo da página. No Word isso terá que ser feito localizando o arquivo no disco rígido.

7. O LibreOffice permite fazer máscaras com imagens, um recurso bastante utilizado em programas de editoração eletrônica. Basta inserir uma forma geométrica da barra de ferramentas de desenho, com a forma selecionada basta inserir uma imagem do arquivo e a máscara é aplicada. Não encontrei uma forma similar de fazer o mesmo nos aplicativos do Microsoft Office.

8. O Writer facilita o acesso a editar cabeçalhos e rodapés das páginas. É exibida uma borda que basta um clique do mouse para começar a editar.

9. Nas figuras da galeria, o Writer permite adicionar texto no interior das figuras. No Word é necessário transformar o objeto em um desenho do Microsoft Office.

10. A barra lateral do Writer, que não está ativada por padrão, oferece os mesmos recursos das barras de ferramentas de formatação, porém de uma maneira mais fácil para os usuários (quem não gosta da interface do Writer irá gostar da barra lateral). Além disso, a barra lateral foi desenvolvida para ocupar o espaço da tela que no Word fica vago, sem nada sendo exibido, e para que o restante da tela dê foco ao documento.

11. A galeria de clipart do Writer tem ilustrações mais bonitas e agradáveis, se comparadas ao que está disponível no Word. Infelizmente, o Word retrocedeu nesse recurso e oferece ilustrações dignas de uma lata de lixo.

13. O Writer permite o uso de quadros, nele o usuário pode fazer qualquer coisa que seria possível fazer dentro de uma página inclusive usar colunas e outros recursos. O Word não possui quadros, o recurso mais próximo é a caixa de texto, mas que não permite os mesmos recursos permitidos pelo Writer.

15. Letras capitulares do Writer tem mais opções do que no Word, é possível fazer letras capitulares com várias letras de uma mesma palavra. Infelizmente o Word é um pouco pobre nesse recurso.

16. A ferramenta de dados bibliográficos do Writer é mais completa. Cabe uma ressalva: um usuário pode sentir-se perdido ao utilizar pela primeira vez.

17. O Writer se conecta mais fontes de dados de endereços, inclusive em bancos de dados operando na rede. Aparentemente o Word conecta-se apenas a banco de dados de endereços em arquivo armazenados no computador do usuário. Apesar do Word ter um recurso denominado "criar nova lista" para endereços, um erro acontecia ao tentar criar esta lista.

18. O Writer permite definir a transparência do plano de fundo de uma página.

19. O Writer possui um recurso interessante que altera a forma como seleciona-se o texto nos documentos, podendo optar pelo modo tradicional presente no Word ou seleção em bloco ou estender seleção. Este último, permite que o usuário faça seleções sem uso de combinação de teclas ou arrastar o mouse.

20. O Writer tem mais recursos para trabalhar com colunas, pois permite selecionar alguns poucos estilos de linhas divisórias e definir sua cor, enquanto o Word permite selecionar apenas uma linha divisória e sem ajustes adicionais.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Vantagens do LibreOffice Writer 5.0
   2. Vantagens do Microsoft Word 2010
Outros artigos deste autor

Instalando e usando o GNUstep no Linux

Minha experiência com Linux

Slitaz Linux, uma distro pequena mas...

LibreOffice - Utilizando macro para preencher um documento no Writer

Trabalhos gráficos no Biglinux

Leitura recomendada

LibreOffice - Utilizando macro para preencher um documento no Writer

Suítes de escritório com corretor ortográfico e gramatical no GNU/Linux

LibreOffice 3.4.5 no Ubuntu 11.04

Instalando LibreOffice 3.3.0 no Debian 6 Squeeze

LibreOffice Math

  
Comentários
[1] Comentário enviado por shadowvaz em 14/08/2015 - 10:04h

Duas observações:
1 - Sobre MS Word
* No writer dá sim pra fazer estilos (extremamente mais simples, inclusive); talvez pelo nome (estilos de parágrafos) você não encontrou
* Hoje em dia podemos dizer que o fator "desempenho" pende para o lado da MS... apesar dos arquivos mais pesados, abrem "primeiro". Infelizmente neste quesito o LibreOffice se perdeu há alguns anos.

2 - Sobre o LO Writer:
* Minha opinião pessoal é que seria totalmente INJUSTO comparar com o pobre coitado do MS Word... trabalho há muitos anos com SGQ (elaboro procedimentos, instruções de trabalho, formulários...) e se tivesse que usar Word, pedia demissão!
* No entanto, faltou citar algumas vantages no uso de tabelas:
** Mesclagem de "células" é muito mais fácil
** Definição de cabeçalhos e gregras de quebra de página, extremamente eficientes e fáceis de encontrar/configurar/testar
** Top do TOP: dá pra fazer fórmulas dentro das tabelas (oh yeah! aperte F2 dentro da célula e espante-se); e não estou falando de inserir uma planilha dentro do writer, é usando a tabela nativa do editor de texto mesmo.

Observações à parte, gostei do artigo! Obrigado!

[2] Comentário enviado por removido em 14/08/2015 - 10:19h


Não sou usuário avançado de editores de texto, e se existisse um LibreOffice Light eu optaria por ele, pois
uso os recursos mínimos.

Particularmente posso afirmar sobre ambos, pois tenho o Office 2010 Student (3 licenças) em um pacote que a esposa comprou
por causa do serviço dela.

Depois do problema com o BROffice (que vinha usando regularmente) tentei o Apache Office, o LibreOffice e um outro aí.

Todos estavam instáveis e sempre apresentavam erros. Mas usava sem problemas e nunca perdir nada.Não sou um editor de textos
sou um editor de 3 até 10 páginas, então até o VI me atende.

O LibreOffice 5 está ótimo.

O Word 10 ainda é um bom produto, apesar dos services packs e trocentas atualizações.

Mas, não entendi porque comparar uma versão nova do LibreOffice 5 com o Word 2010 que não é a versão mais atual do Word?

Talvez, afirme que o Word 2010 ainda é o mais usado (não tenho ideia). Mas depois dele já tem 2 ou 3 versões
mais novas.

Parabéns pelo artigo.

[3] Comentário enviado por shadowvaz em 14/08/2015 - 10:19h


[1] Comentário enviado por shadowvaz em 14/08/2015 - 10:04h

Duas observações:
1 - Sobre MS Word
* No writer dá sim pra fazer estilos (extremamente mais simples, inclusive); talvez pelo nome (estilos de parágrafos) você não encontrou


Aqui você pode ver uma 'série' (aliás, muito TOP) desse cara no YouTube, a respeito do uso dos estilos de formatação e outras funções: https://youtu.be/DKSQzH03vRM

Inclusive, fiz um comentário na mesma 'série' a respeito disso --> https://plus.google.com/+JorgeVazShadowVaz/posts/WTejSQTjbih

[4] Comentário enviado por bilufe em 14/08/2015 - 12:57h


[2] Comentário enviado por kyetoy em 14/08/2015 - 10:19h


Não sou usuário avançado de editores de texto, e se existisse um LibreOffice Light eu optaria por ele, pois
uso os recursos mínimos.

Particularmente posso afirmar sobre ambos, pois tenho o Office 2010 Student (3 licenças) em um pacote que a esposa comprou
por causa do serviço dela.

Depois do problema com o BROffice (que vinha usando regularmente) tentei o Apache Office, o LibreOffice e um outro aí.

Todos estavam instáveis e sempre apresentavam erros. Mas usava sem problemas e nunca perdir nada.Não sou um editor de textos
sou um editor de 3 até 10 páginas, então até o VI me atende.

O LibreOffice 5 está ótimo.

O Word 10 ainda é um bom produto, apesar dos services packs e trocentas atualizações.

Mas, não entendi porque comparar uma versão nova do LibreOffice 5 com o Word 2010 que não é a versão mais atual do Word?

Talvez, afirme que o Word 2010 ainda é o mais usado (não tenho ideia). Mas depois dele já tem 2 ou 3 versões
mais novas.

Parabéns pelo artigo.


A comparação é porque não tenho uma cópia mais atual do Microsoft Office. Gostaria de comparar, mas fica para outra hora.

[5] Comentário enviado por bilufe em 14/08/2015 - 13:04h


[1] Comentário enviado por shadowvaz em 14/08/2015 - 10:04h

Duas observações:
1 - Sobre MS Word
* No writer dá sim pra fazer estilos (extremamente mais simples, inclusive); talvez pelo nome (estilos de parágrafos) você não encontrou
* Hoje em dia podemos dizer que o fator "desempenho" pende para o lado da MS... apesar dos arquivos mais pesados, abrem "primeiro". Infelizmente neste quesito o LibreOffice se perdeu há alguns anos.

2 - Sobre o LO Writer:
* Minha opinião pessoal é que seria totalmente INJUSTO comparar com o pobre coitado do MS Word... trabalho há muitos anos com SGQ (elaboro procedimentos, instruções de trabalho, formulários...) e se tivesse que usar Word, pedia demissão!
* No entanto, faltou citar algumas vantages no uso de tabelas:
** Mesclagem de "células" é muito mais fácil
** Definição de cabeçalhos e gregras de quebra de página, extremamente eficientes e fáceis de encontrar/configurar/testar
** Top do TOP: dá pra fazer fórmulas dentro das tabelas (oh yeah! aperte F2 dentro da célula e espante-se); e não estou falando de inserir uma planilha dentro do writer, é usando a tabela nativa do editor de texto mesmo.

Observações à parte, gostei do artigo! Obrigado!


Sobre mesclagem de células em tabelas, não achei que o recurso do Writer seja mais fácil do que no Word.
Sobre a definição de cabeçalhos, eu citei que é mais fácil no Writer.
Sobre quebra de página, na minha opinião é mais fácil de encontrar, por mais que o Word não tenha todos os recursos que o Writer oferece para isso.
Sobre as fórmulas, o Word também tem, mas é realmente muito mais fácil fazê-las no Writer.

[6] Comentário enviado por osmano807 em 15/08/2015 - 20:33h

Fiz uma comparação há algum tempo atrás: https://drive.google.com/file/d/0B7msnonVjPeZMFd3dk05OVZZams/view?usp=sharing

Este artigo, inclusive todos os documentos que necessito na universidade, são feitos utilizando o LibreOffice Writer. Muito bom, não me traz dor de cabeça.

Utilizo algumas funções avançadas, como Documentos Mestre, e o LibreOffice nunca me falhou.

[7] Comentário enviado por dk_ em 22/08/2015 - 10:54h

Bom, também não sou um usuário avançado em nenhuma das duas ferramentas, mas na minha opinião o MS Office é um bom produto, apesar de caro.

Tem muita gente que usa o MS Office pirata para fazer o minimo! Sendo que até o Google Docs serviria para o proposito.

Minha única critica para o LibreOffice é o visual, que na minha opinião, já esta ultrapassado, meio MS Office XP


[8] Comentário enviado por alandey em 29/10/2015 - 12:28h




Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts