IpCop - Um firewall personalizado

Neste post vamos descrever a instalação de um firewall chamado IpCop, podemos dizer que o mesmo funciona como uma distribuição Linux, porém com ferramentas voltadas para administrar uma rede, como por exemplo Iptables, Squid, SSH.

[ Hits: 89.465 ]

Por: Lucas de Souza Rodrigues em 22/11/2010


Instalação IpCop 1.4.20



Para um melhor entendimento da instalação do firewall IpCop, vamos descrever cada passo a seguir com screenshots. A instalação que segue abaixo foi feita em uma VM, utilizando o VirtualBox, porém nada impede que você crie uma instalação em uma máquina real.

Obs.: A regra que vamos utilizar neste conceito de firewall será: GREEN + RED.

1) Baixar a ISO do IpCop mais recente:
2) Criação da máquina Virtual

Crie uma máquina virtual como segue abaixo, e não se esqueça que para esta instalação é preciso ter a utilização de 2 placas de rede. No meu caso em minha máquina real, possuo 2 placas de rede, mas você pode criar virtualmente 2 placas de rede utilizando uma mesma placa de rede, e não se esqueça de colocar as 2 placas como MODO BRIDGE.
Depois de criar a máquina virtual, aponte na opção de CD/DVD a ISO do IpCop e inicie a VM:
3) Logo após feito o boot, inicie a sequência de parâmetros, caso seja necessário habilitar algum parâmetro de hardware ou de instalação. Caso contrário apenas aperte [ENTER] e prossiga com a instalação.
4) Assim que o aplicativo de instalação iniciar, selecione o idioma (português ou inglês) conforme sua preferência.

Obs.: É possível que alguns screenshots estejam com o layout desfigurado ou embaralhado, pelo fato de sobrepor telas anteriores.

5) A seguir é apresentada a tela de bem-vindo ao programa. Prossiga com o [ENTER] para Ok.
6) Próximo passo será a seleção do "Suporte de Instalação".

Caso você tenha uma instalação atual do IpCop, selecione a opção CDROM/USB-KEY, ou faça a segunda opção, para baixar os novos arquivos do IpCop via HTTP/FTP.
7) Logo após será feita uma varredura em sua máquina, analisando periféricos e dispositivos.
8) Depois de analisar sua máquina, a instalação verifica seu disco rígido para dar prosseguimento a próxima etapa. Observe a que última linha reporta um erro dizendo que não encontrou o dispositivo SCSI, de fato é verdadeira a afirmação, pois na VM foi criado um HD IDE.
9) Nesta etapa são criadas partições automaticamente, como segue:
Descrição das partições:
/dev/root        /           Partição root
/dev/harddisk1   /boot       Unidade de boot
/dev/harddisk2   /var/log    Unidade local para geração de logs e gerenciamento
 
Após a instalação o particionamento encontra-se como segue abaixo:
10) Feito o particionamento é feita a instalação e criação de arquivos de registro.
11) Na próxima etapa, caso seja necessário criar um arquivo de backup ou restaurar um backup, você pode selecionar as seguintes opções:
  • FLOPPY
  • USB-KEY
  • HTTP/FTP

Porém podemos prosseguir adiante para uma nova instalação, selecionando a opção "SALTAR".
Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Definição de cores - IpCop
   2. Instalação IpCop 1.4.20
   3. Configuração da rede
   4. Configuração da rede RED
   5. Finalizando a instalação
   6. Ajuste fino
   7. Configurando o DHCP básico
   8. Addons
Outros artigos deste autor

CUPS - Gerenciador de impressões

Openfire em Ação nos meios Corporativos

Addon URL Filter - Filtrando URLs no seu firewall

JASmine - Gerenciamento e controle de impressões

Máquinas virtuais - Qual a melhor ferramenta?

Leitura recomendada

Construindo um Firewall / Proxy com o Fedora Core 4

Bloqueando MSN, orkut, trojans e mais

Implementando prioridade nos serviços com TOS no Iptables

L7-filter (funcionando) no Slackware 10.2

Desvendando as regras de Firewall Linux Iptables

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário