Instalando o KUbuntu / Ubuntu no notebook eeepc da Asus

Este artigo se propõe a mostrar, passo-a-passo, como instalar o KUbuntu / Ubuntu no notebook eeepc da Asus, sobrescrevendo o Xandros.

[ Hits: 60.305 ]

Por: andre uebe em 21/05/2008 | Blog: http://resa.net.br


Copiando os arquivos de instalação da distro no pendrive



Esta parte foi baseada no artigo:
e tem as seguintes etapas:

1) Insira o CD da distribuição no drive.

2) Monte-a, digitando:

$ sudo mount -t iso9660 /dev/cdrom /media/cdrom0

Onde: /media/cdrom0 - é o local onde será apresentado o conteúdo do CD (ponto de montagem) e pode ser a sua escolha.

No KUbuntu o processo de montagem é automático para o ponto de montagem /media/cdrom0.

3) Entre no konqueror como root:

$ sudo konqueror

Obs.: Se não estiver instalado, digite no terminal:

$ sudo apt-get install konqueror

4) Selecione o local do ponto de montagem e selecione, no Konqueror:

Ver -> Mostrar Arquivos Ocultos.

5) Selecione TODOS os arquivos.

6) Insira e retire o pendrive e confirme a montagem da partição de 750MB (no nosso caso, sda1), onde serão copiados os arquivos de instalação do KUbuntu.

Verifique onde será o ponto de montagem de cada partição. No meu caso foi:

sda1 -> /media/disk-1
sda2 -> /media/disk

7) No konqueror aberto como sudo, abra duas novas Abas:
  • Uma para sda1 --> digitando o endereço: /media/disk-1
  • Uma para sda2 --> digitando o endereço: /media/disk-1



e insira o endereço (no KUbuntu): /media/disk

8) Cole os arquivos.

Caso dê algum erro dizendo que não pode copiar Links simbólicos, selecione a opção "auto-ignorar".

No artigo de referencia cujo endereço aqui poste, estes procedimentos são feitos todos via linha de comando. Fique a vontade de escolher.

9) Ainda com as abas abertas (cd e pendrive) no konqueror Copie alguns arquivos que estão no Cd para a raiz "/" da partição onde serão instalados os arquivos.

No nosso caso, da Aba "media/cdrom0" para a aba "/media/disk-1", conforme a seguir:

a) Copiar todos os arquivos de "/media/cdrom0/isolinux/" para "/media/disk-1"

b) Copiar vmlinuz e initrd.gz de "/media/cdrom0/casper/" para "/media/disk-1"

c) Copiar mt86plus de "/media/cdrom0/install/" para "/media/disk-1"

e) copiar o diretório oculto "/media/cdrom0/.disk" para "/media/disk-1"

Escolha "substituir" caso seja questionado.

10) Na aba da partição de 750MB (no nosso caso, /media/disk-1), clique com o botão direito do mouse em uma área em branco ao lado de um ícone de arquivo e selecione: "Cria Novo" -> "Arquivo de texto".

11) Registre o nome: syslinux.cfg e copie o conteúdo abaixo para este arquivo:

DEFAULT persistent
GFXBOOT bootlogo

LABEL persistent
menu label ^Modo Persistent
kernel vmlinuz
append preseed/file=preseed/kubuntu.seed boot=casper persistent initrd=initrd.gz ramdisk_size=1048576 root=/dev/ram rw quiet splash locale=pt_BR bootkbd=qwerty/br-abnt2 console-setup/layoutcode=br console-setup/variantcode=nodeadkeys --

LABEL live
menu label ^Modo Live
kernel vmlinuz
append preseed/file=preseed/kubuntu.seed boot=casper initrd=initrd.gz ramdisk_size=1048576 root=/dev/ram rw quiet splash locale=pt_BR bootkbd=qwerty/br-abnt2 console-setup/layoutcode=br console-setup/variantcode=nodeadkeys --

DISPLAY isolinux.txt
TIMEOUT 300
PROMPT 1

Obs: Caso esteja instalando o Ubuntu no lugar do KUbuntu, faz-se necessário substituir a linha:

append preseed/file=preseed/kubuntu.seed boot=casper initrd=initrd.gz

por:

append preseed/file=preseed/ubuntu.seed boot=casper initrd=initrd.gz

que usa ubuntu.seed em vez de kubuntu.seed.

12) Salve o arquivo.

13) Fech, no konqueror, a aba em uso e vá par ao terminal (shell), digitando:

$ sudo apt-get install syslinux mtools lilo

14) Desmonte a partição de 750MB, digitando:

$ sudo umount /dev/sda1

15) Instale o syslinux na partição, digitando:

$ syslinux -f /dev/sda1

16) Instale o lilo na partição, digitando:

$ lilo -M /dev/sda

Veja que no passo 15 é sda1 e no 16 é sda.

Caso tenha achado complicado, execute os passos pelo artigo do guiadoharware que é todo em linha de comando.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. O eeepc da Asus
   2. Por qual motivo não manter o Xandros?
   3. Preparando o Cartão / Pendrive de Boot
   4. Copiando os arquivos de instalação da distro no pendrive
   5. Instalando o sistema no eeepc
   6. Configurando a Home
Outros artigos deste autor

Avidemux - Corrigindo arquivos com "crash"

Como resolver libusb error no Heimdall

E Ink - Leitor de E-Book Kindle e Amazon Cloud Reader

Configurando impressoras no programa do SERPRO / Emulador 3270

Tranferência rápida de arquivos do Android para PC via FTP

Leitura recomendada

Entendendo MBR e sistema de arquivos GNU/Linux

Desvendando os filesystems

Dm-crypt - Criptografia no filesystem - Kernel 2.6

Linux - Quota de disco

Como atualizar o Ubuntu Dapper (6.06) para Edgy (6.10)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por isaac em 21/05/2008 - 21:28h

Estava até pensando em comprar um, mas mudei de idéia quando li sobre o MSI Wind (um EEEpc Killer).

[2] Comentário enviado por JosuéDF em 22/05/2008 - 15:44h

realmente a onda de UMPCs e Subnotebooks veio pra ficar, comecou com o projeto OLPC, e podem esperar que muitas novidades virão, várias grandes empresas percebem que os usuários estão precisando de mobilidade e conectividade, e já tivemos grandes lançamentos no segmento, só para citar alguns: OLPC, Macbook Air, Asus EEEPC, Intel Classmate ate a brasileira Positivo Informática está lançando seu mini notebook da linha Mobo, a lista está ficando boa, será bom pra nós consumidores Geeks ávidos por tecnologia termos várias opções de compra, mas o ideal agora é esperar bastante pra vermos os preços cair um pouco e fazer a escolha certa.




[3] Comentário enviado por y2h4ck em 26/05/2008 - 10:09h

Bom levando em conta que um eeePC custa U$ 399 preço de um iPhone, o preço está muito bom :)

Só para reforçar o argumento do nosso amigo sobre o quão sofrível são os repósitorios do Xandros, ele vem com uma versão instalada do SAMBA que é vulnerável a exploitação remota (usando metasploit por ex) e não tem nenhuma atualização pra isto nos repositorios default. Para finalizar a falha ja existe a mais de 1 ano rs

[4] Comentário enviado por andreuebe em 26/06/2008 - 18:10h

Estou tentando agora recompilar o kernel do Ubuntu para deixa-lo rapido como o Xandros original.


[5] Comentário enviado por JulioCD em 16/02/2009 - 02:38h

André,
Você conhece a distro SilTaz? O liveCD tem 25 MB e a instalação se expande para 80 MB. Eu testei e achei bastante interessante. Ela não é limitada, tem bons programas. A grande diferença é que muitas das configurações são feitas diretamente no arquivo. Por exemplo ao se colocar um CD ele não é detectado e precisa ser montado clicando-se em um ícone no gerenciador de arquivos. No site tem ainda um arquivo iso com mais alguns programas, com um tamanho de 285 MB. Segundo o site, o repositório tem cerca de mil programas.
Tenho um notebook HP BR730 e estou pensando em troca-lo por um EeePc, devido ao peso e dimensões, pois só uso o notebook para mostrar fotos e ler arquivos PDF. Uma pergunta: o leitor de PDF do EeePc é bom? Leio muito PDF no meu Palm, onde a tela é bem menor, porém fica bom de se ler, pois o Palm tem um programa que faz com que as letras do arquivo PDF fiquem grandes e cômodas para se ler.
Grato e parabéns pelos artigos.

[6] Comentário enviado por andreuebe em 17/02/2009 - 22:07h

Olá JulioCD

Não conheço esta distro mas vou dar uma olhada. Pessoalmente prefiro as distros que se utilizam de repositórios debian. Atualmente os repositórios mais completos são o do próprio Debian e o do Ubuntu.

Se o uso é só para exibição de fotos e ler PDF, creio que não terá problemas com seu Eeepc. Ainda assim, recomendo o de 9 polegadas pois além de uma tela maior, a configuração é um pouco mais "parruda". Caso queira usá-lo normalmente, aí recomendo um micro de 10 polegadas como um Acer, por exemplo (Tenho atualmente um MSI Wind que me é muito bom!).

Abs

Andre

[7] Comentário enviado por andreuebe em 17/02/2009 - 22:20h

A propósito, o leitor de PDF que vem no Xandros (nativo do Eeepc) é satisfatório. Se o uso for o descrito acima, recomendo, inclusive, manter o Xandros mesmo (que tem uma lista muito limitada de programas disponíveis no repositório).

Abs

Andre


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts