Instalando MultiLIB no Slackware 14.2 com Atualizações pelo GSlapt

Alguns iniciantes podem ter dificuldades em configurar o MultiLIB no Slackware, usando os métodos descritos no próprio site do alien, que originalmente disponibiliza os pacotes. Por isso, estou disponibilizando um método alternativo para a instalação destes pacotes, que pode facilitar para quem é iniciante e também para quem se interessar em uma solução mais simples. Também é interessante para quem deseja ter os pacotes salvos no computador para a instalação em outros computadores, que por eventualidade estejam offline.

[ Hits: 1.384 ]

Por: Mauricio Ferrari em 26/04/2020 | Blog: https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento


Introdução



Geralmente, é muito difícil se pensar em uma utilidade para o multilib em um sistema de 64 bits, pois dificilmente será necessário instalar um programa de 32 bits no sistema, sendo que é possível a instalação do pacote com a arquitetura correspondente.

Mas, existem pacotes que requerem esse recurso, como é o caso do Wine, por exemplo (pelo menos eu só vejo utilidade para ele). Portanto, vou mostrar o procedimento que eu usei para fazer a instalação do multilib no Slackware 14.2.

Primeiramente, os pacotes para a instalação do multilib serão baixados no computador. Usei um mirror, pois não funcionou com o repositório oficial. O endereço tinha que ser do tipo rSync e não HTTPS ou FTP.

Vamos começar.

Passo 1

1. Instalando o MultiLIB. Abra um terminal de sua preferência e digite o seguinte comando (não precisa ser como root):

rsync -Hav rsync://mirrors.slackware.bg/multilib/14.2/ 14.2/

Depois, pressione Enter. Você deverá ver algo assim:
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
2. Ao terminar a transferência, instale os pacotes com esses comandos (precisa ser como root):

# upgradepkg --install-new 14.2/*.t?z
# upgradepkg --install-new 14.2/debug/*.t?z
# upgradepkg --install-new 14.2/slackware64-compat32/*/*.t?z

Adicionei uma imagem apenas para exemplificação:
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
Após o término, você tem o multilib instalado no seu Slackware.

Se você seguiu a sequência, os pacotes foram salvos no diretório Home com o nome de 14.2 (não reparem a interface, estou usando o KDE 5).
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt

Você pode fazer com ele o que bem entender. A seguir, mostrarei como eu faço para manter o multilib atualizado no Slackware.

Mantendo o multilib atualizado com o GSlapt

É o método mais fácil que eu encontrei para isso e também não é uma etapa obrigatória. É só uma opção para quem se interessar em manter os pacotes atualizados.

Para isso, eu usei o slapt-get e o gslapt. Ambos poder ser encontrados nesse link: jaos.org

Baixem os pacotes e sigam as instruções.

Passo 2

3. Após o download dos pacotes, instale-os usando o terminal (não entrarei em detalhes em relação a esse procedimento, mas vou exibir essas imagens para auxilio):
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
4. Ao abrir o GSlapt, vá em: "Editar" → "Preferências".
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
5. Em "Origens", adicione apenas um desses repositórios do multilib usando a opção "+Adicionar":

http://www.slackware.com/~alien/multilib/14.2/
https://mirrors.slackware.bg/multilib/14.2/

Aqui, eu usei o mirror como origem:
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
6. Ao confirmar as opções, uma mensagem será exibida. Pressione "OK":
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt
7. Por fim, pesquise pelos pacotes correspondentes, todas as vezes que você quiser saber se está tudo atualizado, não esquecendo de renovar a lista de pacotes a cada checagem:
Linux: Instalando o MULTILIB no Slackware 14.2 e o mantendo ATUALIZADO com o gslapt

Conclusão

Deixei um documento de texto bem resumidinho, caso alguém tenha interesse: Instrucoes.txt

Essa técnica foi baseada em meus conhecimentos que eu adquiri em relação ao Linux e todas as imagens são de minha total autoria (isso inclui o documento).

Até mais.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Placas de vídeo que já perderam o suporte no Linux

Criando acima de quatro partições no HD

LXQT Desktop no Slackware

Quer achar uma distro descontinuada? Veja as alternativas

Variáveis padrão para usar em seus scripts em shell

Leitura recomendada

Viegas Rubim RMS

Debian e o Backports

BIND DNS Active Directory Windows 2008

Embelezando o Xubuntu 12.04

Configurando o modem Lucent USB no RH 9

  
Comentários
[1] Comentário enviado por JJSantos em 28/04/2020 - 19:33h

Boa noite.

Pode postar o nome dos temas?

Atenciosamente
Josué Santos

[2] Comentário enviado por mauricio123 em 02/05/2020 - 16:44h


[1] Comentário enviado por JJSantos em 28/04/2020 - 19:33h

Boa noite.

Pode postar o nome dos temas?

Atenciosamente
Josué Santos



O KDE 5 usa o Breeze.

[3] Comentário enviado por telbatista em 18/11/2020 - 19:55h

Josué boa noite! Parabéns pelo post, aos que querem entrar na distro é uma dica de Ouro. Melhor que sair baixando os arquivos no alien.

[4] Comentário enviado por mauricio123 em 19/11/2020 - 11:26h


[3] Comentário enviado por telbatista em 18/11/2020 - 19:55h

Josué boa noite! Parabéns pelo post, aos que querem entrar na distro é uma dica de Ouro. Melhor que sair baixando os arquivos no alien.



valeu.


Contribuir com comentário