Instalação do Wonderland Server

O projeto Wonderland é uma plataforma virtual 3D que permite a interação com outras pessoas por meio de aplicações compartilhadas e comunicação por voz, tudo em tempo real.

[ Hits: 17.660 ]

Por: Luiz Vieira em 12/01/2010 | Blog: http://hackproofing.blogspot.com/


Instalação do administrador web



Pré-requisitos

Antes de começar devemos instalar as dependências do administrador web. Ao ser um webapp feito integralmente em Java, vamos precisar de:
  • Um Java Runtime Environment (neste caso o oficial da Sun);
  • Um Java Servlet Container (neste curso usaremos Tomcat, mas há outras alternativas como Jetty ou Glassfish).

Numa distribuição Debian estável, é suficiente executar num console:

# aptitude install sun-java5-jre tomcat5.5

Você deverá aceitar a licença de uso da Sun Microsystems ao baixar o Java Runtime Environment.

Para poder rodar sem problemas o Wonderland Administrador Web, deve-se desativar o Security Manager do Tomcat, setando o seguinte parâmetro no arquivo de configuração /etc/default/tomcat5.5:

TOMCAT5_SECURITY=no

Baixar e instalar o pacote .war

Agora sim, é a hora de baixar o arquivo .war (web archive) desde o seguinte endereço:
Existem duas versões: uma "with art" que inclui todos os gráficos e dados que precisarão os clientes, permitindo que os transfiram desde o servidor que estamos instalando; e outra (de tamanho menor) com a legenda "no art" que não oferece esta possibilidade, fazendo com que os clientes devam ter uma boa conexão a Internet para solicitar os dados visuais desde o servidor central da Sun.

Clique no link para o arquivo Wonderland.war e salve-o no seu diretório home.

A continuação, mova o arquivo ao diretório de webapps do Tomcat (/var/lib/tomcat5.5/webapps):

# mv Wonderland.war /var/lib/tomcat5.5/webapps/

Segundo se sugere no tutorial oficial da Sun, deve-se remover um arquivo jar que não é necessário no Tomcat:

# rm /var/lib/tomcat5.5/webapps/Wonderland/WEB-INF/lib/jsp-api-2.0-20040521.jar

Configurar o Administrador Web

Logo tem que editar o arquivo de configuração web.xml para indicar o diretório correto onde se salvarão os mundos criados com o Wonderland World Builder:

# vim /var/lib/tomcat5.5/webapps/Wonderland/WEB-INF/web.xml

Nesse arquivo procure o seguinte parâmetro:

wonderland.wfs.root
file:${user.home}/.wonderland/wonderland-wfs

E mude o valor para a pasta onde instalou o Wonderland:

wonderland.wfs.root
file:/home/USUÁRIO/lg3d-wonderland/worlds/worldbuilder-wfs

Se você criar um mundo com o World Builder, para poder usá-lo no Wonderland deverá modificar o arquivo de configuração do servidor "my.run.properties", como se explicou anteriormente, configurando o parâmetro "wonderland.wfs.root" (apontando-o para o diretório que especificou no "web.xml").

Já que o World Builder roda sob o usuário tomcat5.5, deverá criar o diretório com as permissões corretas a fim de que possa ler e escrever os arquivos necessários. Faça isso da seguinte maneira:

# cd /home/USUÁRIO/lg3d-wonderland/worlds/ && mkdir worldbuilder-wfs
# chown -r tomcat5.5\: worldbuilder-wfs


Para finalizar, reinicie o Tomcat a fim de aplicar as mudanças de configuração:

# /etc/init.d/tomcat5.5 restart

Acessar a interface do Administrador Web

O Tomcat fica escutando, por padrão, na porta 8180 do servidor, oferecendo páginas web igual que um servidor web "clássico". Portanto o acesso será feito através de um navegador como, por exemplo, o Firefox.

Digitaremos na barra de endereços a IP do servidor que instalamos, seguido da porta do Tomcat, separados por dois pontos. Logo, uma barra (/) e o nome da webapp que queremos acessar, neste caso "Wonderland". Por exemplo:

http://127.0.0.1:8180/Wonderland/

se instalamos tudo na máquina local. Se a instalação foi feita através de ssh num servidor remoto com IP 200.14.15.20, deveremos acessar: http://200.14.15.20:8180/Wonderland/

Aí, se tudo deu certo, poderemos ver a interface web com um botão para iniciar o cliente Wonderland, um link para acessar o World Builder e várias outras coisas.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução à Wonderland
   2. Instalação do servidor
   3. Instalação do administrador web
Outros artigos deste autor

PNL para Hacking

XSS - Cross Site Scripting

Uma pequena introdução ao Assembly para Linux

Cheops: uma ótima ferramenta de rede

Análise de Malware em Forense Computacional

Leitura recomendada

Análise do Syllable, mais um interresante sistema operacional livre

Como fazer RAID 0 com mdadm no Debian

Gerenciamento de pacotes no Slackware Linux

Teclas de atalho com Xbindkeys

Software Livre... e um passo além

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mbmaciel em 12/01/2010 - 22:10h

Muito interessante mesmo, vou testar no meu servidor. Abraço Luiz. vamos manter contato!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts