Instalação database Oracle 11G x86 e 64 no Ubuntu 10.10 Server

Após várias pesquisas e catando trechos entre um tutorial e outro, cheguei a esse passo-a-passo. A maior parte deste conteúdo esta descrito no fórum da própria Oracle como também em outros fóruns. O teste foi feito em plataforma x86.

[ Hits: 33.608 ]

Por: Fernando Alves Pires Neto em 18/06/2011


Da instalação dos pacotes necessários



Considerando o sistema já instalado. Logado como root, inicia-se a instalação dos pacotes necessários:

# apt-get update
# apt-get install build-essential
# apt-get install libaio1
# apt-get install libaio-dev
# apt-get install unixODBC
# apt-get install unixODBC-dev
# apt-get install pdksh
# apt-get install expat
# apt-get install sysstat
# apt-get install libelf-dev
# apt-get install elfutils
# apt-get install lsb-cxx


Interface gráfica Ubuntu 10.10 server (sem muitas delongas, propriamente dita para o caso em questão):

# apt-get install ubuntu-desktop --no-install-recommends –y

Instalar Java:

# apt-get install openjdk-6-jre
# apt-get install openjdk-6-jdk


Atualização de pacotes:

# apt-get dist-upgrade

Atualiza todos os pacotes para as últimas versões.

Da atualização de erros decorrentes

Para evitar erros: "linking ctx/lib/ins_ctx.mk...":

# cd /tmp
# wget http://mirrors.kernel.org/ubuntu/pool/universe/g/gcc-3.3/libstdc++5_3.3.6-17ubuntu1_amd64.deb
# dpkg-deb -x libstdc++5_3.3.6-17ubuntu1_amd64.deb ia64-libs
# cp ia64-libs/usr/lib/libstdc++.so.5.0.7 /usr/lib64/
# cd /usr/lib64/
# ln -s libstdc++.so.5.0.7 libstdc++.so.5
# cd /tmp
# wget http://mirrors.kernel.org/ubuntu/pool/universe/i/ia32-libs/ia32-libs_2.7ubuntu6.1_amd64.deb
# dpkg-deb -x ia32-libs_2.7ubuntu6.1_amd64.deb ia32-libs
# cp ia32-libs/usr/lib32/libstdc++.so.5.0.7 /usr/lib32/
# cd /usr/lib32
# ln -s libstdc++.so.5.0.7 libstdc++.so.5
# cd /tmp
# rm *.deb
# rm -r ia64-libs
# rm -r ia32-libs


Para evitar erros: "invoking target 'idg4odbc' of makefile":

# ln -s /usr/bin/basename /bin/basename

Para evitar erros quanto a execução no pós-instalação root.sh script:

# ln -s /usr/bin/awk /bin/awk

Dos Parâmetros do Kernel

Modificação dos parâmetros: Crie um backup das configurações originais do arquivo do kernel:

# cp /etc/sysctl.conf /etc/sysctl.original

Modifique o arquivo de parâmetro de kernel…:

# echo "#">> /etc/sysctl.conf
# echo "# Oracle 11gR2 entries">> /etc/sysctl.conf
# echo "fs.aio-max-nr=1048576" >> /etc/sysctl.conf
# echo "fs.file-max=6815744" >> /etc/sysctl.conf
# echo "kernel.shmall=2097152" >> /etc/sysctl.conf
# echo "kernel.shmmni=4096" >> /etc/sysctl.conf
# echo "kernel.sem=250 32000 100 128" >> /etc/sysctl.conf
# echo "net.ipv4.ip_local_port_range=9000 65500" >> /etc/sysctl.conf
# echo "net.core.rmem_default=262144" >> /etc/sysctl.conf
# echo "net.core.rmem_max=4194304" >> /etc/sysctl.conf
# echo "net.core.wmem_default=262144" >> /etc/sysctl.conf
# echo "net.core.wmem_max=1048586" >> /etc/sysctl.conf
# echo "kernel.shmmax=2147483648" >> /etc/sysctl.conf


Nota: kernel.shmmax = valor máximo possível, Ex.: tamanho da memória física em bytes

Load dos novos parâmetros do kernel:

# sysctl -p

Crie um backup das configurações originais do arquivo do kernel:

# cp /etc/security/limits.conf /etc/security/limits.conf.original

Após:

# echo "#Oracle 11gR2 shell limits:">>/etc/security/limits.conf
# echo "oracle soft nproc 2048">>/etc/security/limits.conf
# echo "oracle hard nproc 16384">>/etc/security/limits.conf
# echo "oracle soft nofile 1024">>/etc/security/limits.conf
# echo "oracle hard nofile 65536">>/etc/security/limits.conf


Da Criação de Grupo, Contas e Diretórios Oracle

Grupos e Contas Oracle:

# groupadd oinstall
# groupadd dba
# useradd -m -g oinstall -G dba oracle
# usermod -s /bin/bash oracle


# passwd oracle

(cadastre nova password)

# groupadd nobody
# usermod -g nobody nobody
# id oracle


Deverá ficar assim:

uid=1001(oracle) gid=1001(oinstall) groups=1001(oinstall),1002(dba)

Diretórios Oracle:

Exe.: /u01/app para o Oracle e /u02/oradata para o Database Files

# mkdir -p /u01/app/oracle
# mkdir -p /u01/app/oraInventory
# mkdir -p /u02/oradata


# chown oracle:oinstall /u01/app/oracle
# chown oracle:oinstall /u01/app/oraInventory
# chown oracle:oinstall /u02/oradata


# chmod 750 /u01/app/oracle
# chmod 750 /u01/app/oraInventory
# chmod 750 /u02/oradata


Oracle Universal Installer

De posse dos arquivos de instalação do Database 11G R2, descrito neste site e divido em duas partes. Descompacte e copie os subdiretórios contidos no /database/stage do 2° arquivo, para o mesmo local do 1° arquivo. Caso tenha feito este processo em outra máquina, após unificar o instalador, transfira via ssh, o diretório contendo os arquivos de instalação do Oracle Database 11g para uma pasta no raiz dos disco “ / ”.

Na interface gráfica, logado como oracle, abra dois terminais, um como root e outro como oracle. Execute o instalador no terminal logado como oracle /path_do_installer/runInstaller (não esqueça de dar permissão de execução ).

Considerações Finais...

Após a instalação, não esqueça de editar arquivo .profile em /home/oracle

PATH="$PATH:/u01/app/oracle/product/11.2.0/path_instalacao/bin"

Para que os comandos existentes dentro deste diretório possam ser executados de qualquer parte do shell do usuário.

Ao final, inicie o processo de criação do banco digitando:

# dbca

Pacotes adicionais caso julgue necessário...

# apt-get install vim
# apt-get install ssh


Permitir que o usuário Oracle para ganhar acesso root:

Editar /etc/sudoers e adicione o seguinte:

# Members of the oinstall group may gain root privileges
%oinstall ALL=(ALL) ALL

Erro Tela Branca em Oracle Database Creation Assistant (DBCA):

Desabilitar Visual Effects em System -> Preferences -> Appearance, Visual Effects

Vale lembrar que esta distribuição não é licensiada pela Oracle para utilização de seus Bancos de Dados. Distribuições licensiadas são cobertas pelo suporte Oracle no caso de algum problema bem como a garantia do funcionamento de seus produtos.

Atualmente as distribuições licensiadas são:
  • SUSE Linux Enterprise Server
  • Red Hat Enterprise Linux
  • Oracle Enterprise Linux
  • CentOS
   

Páginas do artigo
   1. Da instalação dos pacotes necessários
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Instalação do Oracle Database 10g R2 no Debian Etch 4

Instalação do Oracle 10g Client no Red Hat Enterprise Server 4

Configurando um servidor PHP5 com suporte ao Oracle no Ubuntu 9.10

Instalação do Oracle 10g R2 no SUSE Linux Enterprise Server 11

Oracle XE 11.2 no Slackware 14.0 64 bits - Instalação e configuração

  
Comentários
[1] Comentário enviado por paulorvojr em 19/06/2011 - 22:22h

Boa fernando pires!! excelente artigo! muito útil para a comunidade! ja mandei via RSS pra centenas de amigos, vai chover visita e comentario na segunda-feira;

é bom ver meus discípulos evoluindo , a first time a gente nunca esquece rsrsrs

1 - não esquece do XHOST - , sem ele nada funfa pra iniciar o install do dbca, e tem que ser em modo gráfico e em xterm, nada de ssh.

2 - dica final, adicione screenshots, isso ajuda os novatos e aqueles que sacam de algo mas estão presos em alguma coisa..., valoriza o artigo que é um portfólio no futuro, empresas veem muito isso.


bom é isso, continue assim, qualquer ajuda no LPI ae, tamos ae, vamo que vamo



Paulo Roberto Junior - LPI3/MCIT/CLA/ED/DCTS/Ciencia da Computação/pos?talvez...
www.paulojr.info
http://www.vivaolinux.com.br/~paulorvojr
blog.paulojr.info | @paulo_robertojr

[2] Comentário enviado por aydilsonmoura em 28/06/2011 - 17:41h

Meu amigo!

Fernando, muito boa esta sua dica, instalei uma vm na minha distro (debian), para usar o oracle 9i, mas com essa instalação do oracle 11 no linux, estou certo que será bastante util.

Obs: A palavra "licensiada" citada acima é com "c" no lugar do "s" rsrs

Não sou nenhum phd em portugues, mas não custa nada ajudar. srs

Deus te abençoe

Aydilson

[3] Comentário enviado por fernandopiresrj em 28/06/2011 - 22:21h

Obrigado pela correção Aydilson,
Mas infelizmente a correria e a quantidade de coisas feitas simultâneamente, acaba causando falhas.
Na certeza de que uma simples letra não irá alterar a importância da informação, estou despreocupado. Mesmo assim tomei a liberdade de escrever (sem copy, paste..rsrsrs) 50 vezes:
" Não devo escrever licenciada com S "....

Abraços !

[4] Comentário enviado por aydilsonmoura em 29/06/2011 - 14:39h

Meu amigo!!

Valeu pela resposta. rsrs
Fique tranquilho que vou tentar instalar o oracle no linux. Se por um acaso você souber como instalar o Flex Builder no Linux, te agradeceria. Não sou usuário windows é que na faculdade estou usando uma vm para rodar o oracle 9i, pl/sql, C#, visual studio 2008, sqlServer 2005 e Flex builder 3. rsrs
Estou aprendendo Ruby on Rails para substituir toda esta "parafernália" citada acima. rsrs
Brincadeira!!! Essas ferramentas são boas, mas quero ficar 100% debiano. rsrs
Um abraço!

Deus te abençoe.

Aydilson

[5] Comentário enviado por aydilsonmoura em 29/06/2011 - 14:43h

Essa imagem do tux fantasiado de mago, lembrei-me do Gandalf do The Lords of the Rings. kkkkkkk

[6] Comentário enviado por dr1ka em 15/03/2012 - 11:36h

Queria tirar uma duvida da confuguração do kernel para utilização de processos e memoria. Sera que alguem poderia me ajudar???

Qual seria o melhor calculo para todas as variaveis de memoria do Kernel?!
Possuo um servidor com 22GB e 8 nucleos porem so tenho 30 acessos simultameos, qual a melhor forma de configurar o pga e sga?

HELP!!!!!


Contribuir com comentário