Guia Introdutório do Linux V

Quando você digita um comando, pode escolher em adicionar características para alterar o comportamento do comando. Opções e argumentos são exemplos do que usar para tal mudança. Neste novo artigo da série "Guia Introdutório" veremos o uso dos comandos e que não precisamos ficar intimidados diante da shell.

[ Hits: 41.657 ]

Por: Juliao Junior em 07/08/2007


Rodando comandos



Quando você usa a shell pela primeira vez, talvez fique um pouco intimidado se havia o hábito 100% com o ambiente gráfico do Windows. Afinal, tudo que vemos é o prompt. Como saber quais os comandos disponíveis e úteis? E como usá-los? Na verdade, a situação é melhor do que parece.

Há muita ajuda disponível e abaixo seguem alguns 'locais' onde procurar adicionais ao que veremos aqui.

Veja o PATH:

Digite 'echo $PATH'. Você verá uma lista dos diretórios contendo comandos que estão acessíveis a você. Listando os comandos nesses diretórios (usando o comando ls, por exemplo), veremos os comandos mais comuns no Linux.

Use o comando 'help':

Alguns comandos estão 'dentro' da Shell, assim você não o verá nos diretórios quando fizer como acima. O comando "help" lista esses comando e mostra opções disponíveis para cada um deles. Digite 'help | less' para ver com mais calma. :)

Use --help:

Muitos comandos incluem a opção '--help' para disponibilizar informação sobre o uso do comando. Por exemplo, digite 'cp --help | less', e verá informações sobre o comando 'cp'.

Use o comando 'man':

Para aprender sobre um comando específico, digite:

$ man comando

No acima, substitua 'comando' pelo comando que deseja obter informações.

Use o comando 'info':

O comando 'info' é outra forma para obter informação sobre comandos da shell. Este comando mode 'mover-se' entre uma hierarquia de nós para encontrar informação sobre comandos e outros itens. Só um lembrete: nem todos os comandos possuem informação sob o comando 'info'.

Se você logar como usuário root, outros comandos estarão disponíveis. Portanto, se usar 'echo $PATH', mais alguns outros diretórios surgirão como resultado.

Para saber 'onde' se encontra um comando, faça:

$ type comando

O comando 'type' mostrará a localização do comando 'comando'.

Veja um exemplo simples, mas interessante, do uso daquilo que já aprendemos até agora.

Digite na shell conforme abaixo (e tecle ENTER no fim):

$ ls /home/usuário/musicas | sort -f | less

A linha de comando acima lista o conteúdo do diretório /home/usuário/musicas (ls), ordena em ordem alfabética (sort -f), e envia tal saída para o comando 'less'. O comando 'less' mostra a primeira página da saída, e depois você pode ver o restante linha por linha (pressionando ENTER) ou uma página por vez (pressionando a BARRA DE ESPAÇO).

Mas e se você agora quiser ver o conteúdo do diretório /home/usuário? Não é preciso digitar tudo novamente. A shell possui o recurso de histórico dos comandos usados. O que você precisa fazer é:

Usar as teclas de direção (para cima ou para baixo) para ver as linhas digitadas e que estão na lista de histórico da shell. Quando chegar na linha desejada, use novamente as teclas de direção (direita e esquerda) até alcançar a posição da terceira '/'. Então é só deletar a expressão 'musicas'. Tecle ENTER, e verá uma nova saída, porém agora mostrando o conteúdo do diretório '/home/usuário'. Experimente, e veja como este recurso é útil.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Usando o shell no Linux
   2. Rodando comandos
   3. Edição e conexão de comandos
Outros artigos deste autor

Usando variáveis de ambiente

Atualização para o Ubuntu 10.10

Processador - Tipos e características

Inkscape - Introdução (parte 1)

Explorando a máquina sem abrí-la

Leitura recomendada

Instalando o Arch Linux

O Linux cada vez mais próximo do desktop

Docker - Da virtualização a aplicações distribuídas

Arch Linux - Passo a passo pós-instalação

Sabayon completo, personalizado e portátil, em pendrive de boot

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts