Guia Introdutório do Linux III

Este artigo é sobre a preparação da instalação do sistema Linux. Como o próprio título avisa, é introdutório e serve para você que está aprendendo a administrar este maravilhoso sistema operacional. Veremos como você pode fazer escolhas para o Linux baseado nas necessidades dos seus clientes.

[ Hits: 33.806 ]

Por: Cicero Juliao da Silva Junior em 23/07/2007


Introdução



Este artigo é sobre a preparação da instalação do sistema Linux. Veremos como você pode fazer escolhas para o Linux baseado nas necessidades dos seus clientes (quando falamos 'cliente', referimo-nos a qualquer indivíduo que você se dispuser a realizar a instalação de tal pessoa, seja um amigo, um parente, ou mesmo um cliente comercial propriamente dito). Então veremos como usar diferentes sistemas de arquivos para satisfazer tais necessidades. Também discutiremos sobre quais serviços devem ser selecionados para isso.

Há diferentes tipos de instalação, parâmetros a serem escolhidos (idioma, hora, teclado, mouse, etc), pacotes diferentes para cada tipo de usuário, particionamento, e tantas outras coisas para ver. Porém, existe também o mais ou menos padrão-básico.

Preparação

Temos algumas coisas a fazer antes de começar a instalação. Uma das mais importantes é saber que tipo de instalação você deseja usar. O usuário deseja ter apenas uma máquina básica, tipo estação de trabalho? Ou um servidor uma escolha melhor? Isto é importantíssimo, pois os serviços podem ser radicalmente diferentes. Por exemplo, o usuário talvez pense em usar um desktop simples, mas deseja compartilhar documentos em uma intranet ou internet. Nesse caso, uma servidor web talvez seja uma boa opção. Ou seja, é necessário analisar cada caso, mesmo de maneira básica e simples.

Verificação

Se você verificar os serviços que o usuário deseja para sua máquina antes da instalação, certamente existe a alta possibilidade de reconfigurar o sistema mais tarde. A maioria das opções usadas na instalação podem ser verificadas seguindo uma lista de verificação. A lista abaixo é apenas uma sugestão e foi adaptada do livro "Linux- Bible".

Serviços de Desktop -> *Solução escolhida
  • Processador de texto
  • Planilha
  • Banco de dados
  • Tratamento de imagem
  • Cliente de e-mail
  • Navegador web
  • Linguagens de programação
  • Ferramentas de desenvolvimento
  • Players de mídia
  • Jogos
  • Emuladores
  • Aplicações comerciais

Serviços de servidor -> *Solução escolhida
  • Servidor web
  • Servidor de arquivos
  • Servidor de banco de dados
  • Servidor de e-mail
  • Servidor de aplicações
  • Servidor DNS
  • Servidor DHCP
  • Servidor de notícias
  • Servidor FTP
  • Firewall
  • Aplicações comerciais

Esta tabela, adaptada do livro Linux-Bible, pode ser considerada como uma lista parcial de opções disponíveis. Cada caso deve ser visto individualmente, afim de tornar o processo de instalação o mais suave possível. Assim a lista ajudará você a determinar se o usuário precisa de uma instalação como servidor ou apenas como estação de trabalho.

No entanto, de maneira geral, os usuários nem sempre sabem quais os serviços que eles mesmos precisam. Nestes casos você deve questionar o uso da máquina por parte dos usuários, como por exemplo se eles desejam ofertar serviços e quais são. Algumas perguntas podem ser as seguintes:
  • Você irá compartilhar arquivos com outras pessoas por meio de intranet ou internet?
  • O que você acha mais importante: compartilhar arquivos e recursos, evitar o acesso externo para a rede enquanto sua máquina está 'ligada', ou controlar o acesso à(às) máquina(s)?
  • Você deseja usar programas do tipo utilitários (para o usuário final) ou usará serviços como a Web e FTP?

Por meio dessas e de outras perguntas você poderá enquadrar a instalação do sistema em um dos seguintes quatro tipos:
  • Instalação de estação de trabalho: geralmente usado apenas pelo 'dono' da máquina.
  • Instalação de servidor: fornece serviços para usuários em qualquer lugar da intranet ou internet.
  • Serviço direcionado: usado apenas para prover serviços de rede especiais, como roteamento, proxy, firewall. Frequentemente possuem configuração mínima de hardware, fortemente direcionado para o serviço alvo.
  • Servidor 'singular': uma máquina especialmente direcionada para fornecer um único serviço. Pode ser configurada facilmente e normalmente é voltada para oferecer o melhor serviço possível em uma determinada tarefa.

Baseado nessas descrições, você pode partir procurar indicações, talvez aqui mesmo no VOL, sobre as melhores opções para o tipo de instalação.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Pacotes e hardware
   3. Particionamento
Outros artigos deste autor

Processing - Programando para Android e iOS

Guia Introdutório do Linux II

Python, o curso (parte 1)

Programando em Octave (parte 1)

Usando o JIGDO - How To

Leitura recomendada

Host simples no Kurumin

O segredo do Linux - as partições

Qual a melhor distribuição? Ainda a pergunta...

Introdução ao Void Linux

Instalação do Moodle 3.0 no CentOS 7

  
Comentários
[1] Comentário enviado por f_candido em 07/08/2007 - 20:16h

Muito Bom

[2] Comentário enviado por doradu em 29/01/2010 - 12:29h

sempre procuro particionar

swap
/
/home
/backup
/outras distro

procurando fazer tudo em tipo extendido


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts