O Linux cada vez mais próximo do desktop

Este artigo serve para começar a reduzir a quantidade de usuários que acreditam cegamente que os sistemas GNU/Linux não servem para desktop. Pra quem já conhece, só vai rever os conceitos do UmClique.org e do Klik.atekon.de, pra quem não conhece, vai aprender conceitos que eliminam aquela história de que é muito difícil fazer uma instalação no Linux.

[ Hits: 27.720 ]

Por: Rafael Mena Barreto em 21/10/2005 | Blog: http://www.ebalaio.com


Introdução



Desde os primórdios do Linux como sistema operacional, pode se dividir os "agitadores" de Linux em dois grupos:
  • O primeiro fala o tempo todo que o Linux não está pronto para o Desktop e que isso não vai acontecer tão cedo;
  • O segundo grupo insiste em especular sobre "O ano do Linux entrar de vez no desktop", o que também é pouco crível, já que as primeiras matérias sobre isso datam de 2000 e até agora muita coisa aconteceu, porém as dúvidas permanecem.

Não quero criar flames sobre este assunto, já que uso Linux no meu desktop há algum tempo e ele supre todas as necessidades de uso tanto em casa como no trabalho.

Este artigo é voltado para o usuário novato em Linux e vem quebrar mais um tabu: o de que a instalação de software no Linux é complicada demais. Sim a instalação de software novo é complicada para os usuários novatos, mas eu quero mostrar a vocês dois projetos fantásticos (um deles nacional) que facilitam muito a vida do usuário doméstico nas tarefas de instalação e remoção de software Linux.

O umclique.org e o klik.berlios.de (agora também em klik.atekon.de). Quero mostrar um pouco da história dos projetos (não muito) e a forma de usar, para que, finalmente, o Linux entre de vez no mundo Desktop.

Então sem mais frescura, vamos ao que interessa.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Sobre o umclique.org
   3. O Klik.atekon.de
   4. Conclusão e fontes de referência
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Introdução a Lógica para computação

Guia básico de como usar comandos no Linux

Fontes da Microsoft - Instalação no Ubuntu e Fedora

Principais Ambientes Gráficos

Escolha da distribuição GNU/Linux ideal

  
Comentários
[1] Comentário enviado por bosetti em 21/10/2005 - 10:58h

Cara, isso é uma coisa muito boa para quem está começando com o linux e ainda assim usa o kurumin, e ainda assim também, não sabe usar o apt-get
A não ser que não consiga instalar seu modem, que acho meio difícil com os scripts de instalação de modens do kurumin, pois até o meu funciona (lm-i56n) e não consigo instalar no slack ou mandrake, que são os que eu tenho
Tirando isso deve ser fácil para qualquer "iniciante" usar

[2] Comentário enviado por ric.araujo em 21/10/2005 - 11:06h

Acredito no Linux como Desktop, acho inclusive a instalação mais fácil que o MS W. Multipliquei essa idéia e hoje tenho amigos que estão migrando aos poucos. Seu artigo ajuda a mostar e dismistificar o Linux.

Particularmente não acho que terá esse ou aquele ano do Linux, vejo que cada dia ele cresce mais, e quando menos esperarmos ele dominará o mercado.
Abraços.
Ricardo

[3] Comentário enviado por chronos em 21/10/2005 - 13:09h

Parabéns, um artigo muito bom para iniciantes, serve perfeitamente para aquelas "tias" :).

Eu uso gentoo como desktop aqui no trampo e em casa, uso win98 pra jogar pq minha maquina nun aguenta emulação via wine. Eu acredito sim que a grande graça do Linux esteja em saber como ele funciona, personalizar a sua moda, do jeito que vc quer e na unha, porém quando falamos de um desktop linux temos que pensar como um usuário de desktop, por exemplo as nossas Tias, sem tempo, cheia de coisas para fazer e que só querem as coisas simples e funcionais. Seria muito interessante ver esses projetos se unirem as distros mais ainda, não precisa nem apertar next->next->finish :), éh só umclique hehe, d+ eles :).

[4] Comentário enviado por loghan em 21/10/2005 - 14:25h

Beleza de artigo cara!!!

[5] Comentário enviado por go3th3 em 21/10/2005 - 15:06h

bah, chega dessa historia de next,next,finish, quando falta alguma dll, arquivo corrompido, bugs, problemas no registro etc. logo, logo, chamam o sobrinho... a cada dia que se passa as ferramentas do linux se sobrepõe ao universo M$, para tarefas normais já tá de bom tamanho, acredito q as maiores dificuldades se encontram mesmo em softwares proprietários e divulgação do SO.

[6] Comentário enviado por lr.gamito em 21/10/2005 - 15:10h

muito legal esse recurso... agora só faltam as distribuições adotarem a idéia e ou algo que facilite a instalação de softwares, pois usuários leigos NAUM vão ficar digitando comandos para instalar qqr coisa...

[7] Comentário enviado por alexffox em 21/10/2005 - 23:13h

conhecia o umclique.org o klik.atekon náo realmente ta cada vez mais fácil usar o linux.
Valeu mesmo!!meus parabens!

[8] Comentário enviado por freakcode em 21/10/2005 - 23:40h

A graça do linux é a capacidade dele de ser customizavel, modularizado, recompilável, etc. além do poder que ele delega ao usuário avançado.

Copiar o Windows não faz o menor sentido, reinventar a roda, mesmo com o apelo de ser "de graça" ou "livre".

Primeiro porque dá um baita trabalho criar todos os scripts automáticos e ferramentas de configuração automática para um Linux. Isso leva tempo e consome dinheiro. Duvido que essas distros sobrevivam muito tempo com o apelo de "grátis". Conectiva+Mandrake estão aí pra provar...

Além disso, para o usuário leigo, tanto faz se o sistema é "livre" ou não. Ele não sabe programação e não vai aproveitar essa funcionalidade. No fim ele só quer mesmo usar o micro e fazer as suas coisinhas.

Mas como o Linux é livre, esses projetos tem toda a liberdade de serem criados. Pra mim tanto faz ;)

Acho apenas que o Windows deve continuar fazendo o que faz de melhor (sistemas fáceis) enquanto a comunidade livre continua no que faz de melhor (sistemas seguros, customizáveis e livres). Cada um no seu mercado. Assim como a Microsoft devia desistir dos servidores... eles são uma negação nisso (IIS sux) =P

[9] Comentário enviado por alexffox em 22/10/2005 - 00:35h

concordo qd diz "graça do linux é a capacidade dele de ser customizavel, modularizado, recompilável, etc. além do poder que ele delega ao usuário avançado"
so q me considero leigo até chegar a ser usuario avançado umas facilidades não faz mal

[10] Comentário enviado por mpinho em 22/10/2005 - 11:04h

Eu sinceramente já cansei um pouco dessas discussões se o linux está ou não pronto para o desktop porque é altamente relativa e as pessoas costumam ser muito tendenciosas. Para mim o desktop linux já está pronto e o utilizo há muito tempo exclusivamente.

Eu acho é que muitas pessoas é que não estão prontas para o linux por inércia, preconceito, falta de conhecimento de princípios básicos de informática, etc. Como computador não exige carteira de "motorista" nem as pessoas precisam fazer "autoescola" para usar, realmente tem muita gente que não está pronta para usar nem linux, nem windows e nem computador.

Sim, algumas coisas podem ser aperfeiçoadas e facilitadas e já está sendo feito. Quem conheceu o linux em 1996 como eu sabe que o linux de hoje é MUITO mais fácil.

Faltam programas específicos em alguns nichos ? Sim, mas se você tem dinheiro para comprar um AutoCAD, por exemplo, compre logo o windows e fim de papo. Separe um computador na sua empresa para isso e pode muito bem usar linux no resto.

O problema mesmo é a pirataria fácil e estimulada pela Microsoft e outras empresas que fez uma lavagem mental nas pessoas, que com isso passam a usar esses produtos como referencial e se recusam a usar qualquer coisa diferente, mesmo que seja melhor. Soma-se a isso os milhares de arquivos em formatos proprietários gerados por esses programas, que criaram, um lock-in.

Portanto, você é que deve decidir se quer continuar escravo destas práticas ou se libertar definitivamente. Tem um custo de adaptação ? Sim, mas na outra hipótese também há um custo de adaptação cada vez que o mercado te força a fazer upgrades daqueles programas proprietários e eles mudam radicalmente ou quando eles somem de repente.

É questão de atitude. Ainda conheço muito linuxer que usa IE e Outlook Express sem motivo nenhum, por pura inércia. Se queremos convencer os outros a usar linux temos que fazer o nosso dever de casa e, pelo menos usarmos eles, até para poder relatar bugs, sugerir melhorias, fazer traduções e documentações, etc.

[11] Comentário enviado por PCMasterPB em 22/10/2005 - 23:14h

Eu acredito que dentro de pouco tempo vai se poder rodar programas nativos em linux (Macromedia Flash e Dreamweaver seria uma boa) e tb jogos, e qdo isso acontecer, pode ter certeza que a MS vai se corroer toda de raiva, ah isso vai. As empresas estão investindo muito e logo logo o jogo vai mudar. Até lá vou usando ao máximo o tux e deixando o gates só pra coisas firulentas, como jogar uns joguinhos que ainda não rodam no tux e coisas do tipo.

E Viva o Tux! hheheheh ;)

[12] Comentário enviado por robsonsmar em 23/10/2005 - 00:07h

Não vai demorar muito tempo, e a Micro$oft vai lançar o "Microsoft Linux 2008" hehehe!

[13] Comentário enviado por magnus em 23/10/2005 - 13:54h

"Microsoft Linux 2008" é boa hehe.
É isso aí. O Linux está muto mais simples do que antes. Ainda precisa melhorar em algumas coisas, mas sempre será assim. Nunca estará perfeito. Nunca chegaremos a um estágio em que não se pode melhorar.
Isso é ótimo.

[14] Comentário enviado por doraimom em 09/11/2005 - 06:47h

Olá. AMigo, eu entrei no site umclique.org e o klik.berlios.de e desculpe a sinceridade, mas o o umclick não tem quase nada! E o que tem, me desculpe mas são só os programas mais fáceis de se instalar. O que é difícil mesmo eles não colocaram lá.

Outra coisa que queria comentar aqui é que você tenta deixar claro em seu texto que INSTALAR PROGRAMAS NO LINUX É MAIS FÁCIL DO QUE NO WINDOWS e quem não concorda é porque não conhece as diversas ferramentas para facilitar a instalação, como o umclick por exemplo. Eu sinceramente acho que você está contando MEIAS VERDADES. Digo isso porque é SIM fácil instalar programinhas com synaptic, umclick, etc, mas desde que o programa que queira esteja disponível lá e na versão que quer. E te digo mais, 99% dos programas que realmente interessam um usuário de desktop que vem para o mundo linux não são encontrados lá. Te dou meus próprios exemplos: GAIM-VV, que é o gaim com funções de audio e vídeo. Programa simplesmente foda de instalar, porque ele não tá lá nas suas listas? Compartilhadores de arquivos: Cade o torrentFLux lá? Esse programa simplesmente são os dois pés no saco para instalar e lotado de dependências!

Ainda digo mais. Essas ferramentas estão ai, na minha opinião, não para facilitar necessariamente a instalação dos programas em si, mas sim facilitar a instalação das inumeras dependências que os programas tem!

E como os principais programas não são encontrados nos projetos acima o usuário novato tem sim de baixar o arquivo, descompactar as inúmeras formas de compactação, baixar dependÊncias, instala-las, ler inúmeras linhas de instruções para instalações, visitar forums, para só então ter o programa instalado no computador.

POr fim, JOGOS! Que jogo que é facil de se instalar em linux? Dama? E instalar jogos sem suporte linux no linux, usando WINE por exemplo? Facil?

DEvido a isso tudo, acho que é SIM, contar meias verdades, escrever em um artigo que instalar programas em linux é mais fácil do que em windows! Isso engana um usuário windos ou novato linux. Ainda falta muito chão para o linux facilitar sua instalação. Falta PADRONIZAÇÃO, falta facilitar a obtenção de dependências, etc. Eu sinceramente acho que o linux deve criar um padrão de instalação onde o programa seja simplesmente um executável que verifica o sistema, se a dependência não se encontra baixa ela da internet e se instala automaticamente. Se não resolver esses problemas de instalações, dependências, etc, não tem como competir com um arquivo .exe padrão que faz tudo para o usuário de desktop.

É isso. Sei que vou desagradar muita gente, mas é minha opinião e eu GOSTO SIM DO LINUX, mas não sou de ficar balançando a cabeça, concordando com tudo que falam do linux. O linux é sim muito legal, cheio de possibilidades, muito melhor do que o windows em muitas coisas, mas não sejamos hipócritas. Gostamos do linux, mas não nos enganemos. Acho que devemos saber admitir o que é bom no linux e o que não é, principalmente para podermos assim trabalhar para melhorar ainda mais aquilo que gostamos tanto.


Contribuir com comentário