Guia Introdutório do Linux II

Vamos dissertar sobre os papéis que o Linux pode desempenhar num ambiente empresarial. Finalmente veremos as necessidades de um cliente e como prover os recursos necessários para tornar o Linux efetivo em seu ambiente. Lembrando que este é o segundo de uma seqüência de artigos introdutórios sobre Linux. Há pouca coisa, se há alguma, para usuários intermediários.

[ Hits: 52.882 ]

Por: Juliao Junior em 17/06/2007


Linux vs. Outros



Como já sabemos, o Linux é um sistema multiusuário real e possui capacidade de multiprocessamento. Portanto, sai-se bem quando comparado com outros sistemas. A prova maior é seu uso crescente ao redor do mundo, como visto nos casos abaixo.

Uso na Web: O Google é um ótimo exemplo da habilidade do Linux de competir com outros sistemas. O Google é um sistema de busca que 'domina' a net, e roda sob um cluster Linux. Cerca de 60 por cento dos servidores Web rodam Apache, que é completamente suportado por Linux, oferecendo toda a eficiência e confiabilidade de um servidor UNIX. Suas habilidades são tantas, que é usado tanto como servidor como desktop.

Instalação: A instalação de um sistema Linux é comparável a outros sistemas Mac, Windows, etc. Todos esses sistemas oferecem uma interface amigável, que permite a instalação do sistema operacional com muito pouca intervenção do usuário. O fato da Microsoft incluir um número relativamente grande de drivers para suporte inicial já na instalação torna o Windows mais atrativo para usuários não-especialistas, dando uma certa vantagem nesta área. Porém a distância não é lá tão grande, e aqueles já iniciados podem inclusive realizar pela linha de comando, recebendo uma variedade de opções deveras interessante.

Estabilidade: Após a configuração, a estabilidade do sistema operacional é uma questão claramente relevante. Como o Linux é 'tipo-UNIX', recebe muitos benefícios advindos de tal sistema. O UNIX sempre foi considerado um dos mais estáveis sistemas operacionais, e o Linux é evidentemente do mesmo nível esperado. Os sistemas Microsoft são normalmente considerados menos estáveis; mas vem avançando em busca de conquistar confiabilidade. É evidente, porém, que UNIX e Linux são considerados a melhor escolha para serviços que exijam estabilidade.

Novas tecnologias: Como o Linux é suportado por uma gigantesca comunidade de voluntários, novos drivers e novas tecnologias têm sido rapidamente absorvidos, embora nem sempre esta regra seja seguida. Por exemplo, em alguns dispositivos 'made for Windows', problemas podem realmente surgir. No entanto, a comunidade sempre corre por fora, buscando o melhor suporte possível. E enquanto outros sistemas frequentemente abandonam o suporte para hardware antigo, o Linux continua a prover aplicações úteis para tais.

Custo: Finalmente, e talvez o caso mais importante, o custo de 'todos' os sistemas operacionais é um ponto vital. O Linux é livremente distribuído, e pode ser instalado em muitos desktops ou servidores da forma que o usuário desejar. A Microsoft de forma perene tem usado uma licença unitária para licenciar seus sistemas, cujos usuários são 'forçados' rotineiramente a re-licenciar para adquirir novas versões. Claramente, o Linux é o forte vencedor neste ponto, pois mesmo com distribuições suportadas por profissionais remunerados, o custo é absurdamente menor quando comparado com outros sistemas.

É claro que o custo da licença não é o único: há o suporte, treinamento, etc. Mas, a longo prazo, todos os sistemas são mais ou menos 'dispendiosos', enquanto o Linux leva a uma economia interessante. Quando somado ao seu desempenho, Linux é o primeiríssimo lugar.

Distribuições e pacotes

Nem todo serviço ou aplicação estão disponíveis em todas as distribuições. Se o programa não está disponível em uma, é normalmente oferecido na internet. Os pacotes de softwares são necessários e úteis para todo usuário. Abaixo segue uma lista com alguns sites que oferecem tais pacotes.
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Linux - e agora?
   2. Nos servidores
   3. Linux vs. Outros
Outros artigos deste autor

APT - Fantástico gerenciador de pacotes

Programação: Tomada de decisão

Aprenda Python - Guia "rápido"

Linux rebate Microsoft

Alinhamento em folhas de estilo - CSS

Leitura recomendada

Como explicar ao leigo o que é Sistema Operacional

Instalando o Fedora Core 5 via NFS

Arch Linux: Uma distribuição otimizada para i686

diff e patch - Um guia sem hora pra acabar

Projeto Linux nas escolas públicas

  
Comentários
[1] Comentário enviado por kest em 17/06/2007 - 12:48h

Excelente artigo, se me permitir gostaria de imprimir e mostrar este artigo a alguns de meus clientes. Muito bom mesmo.

[2] Comentário enviado por mineiral em 17/06/2007 - 16:05h

Muito bom mesmo! Só gostaria de colocar um comentário/dúvida:
Eu não consegui fazer o BROffice abrir arquivos (doc/xls/pps) numa rede (tive primeiramente que copiar para o HD local), apesar de conseguir abrir o mesmo arquivo com Abiword e koffice.

[3] Comentário enviado por juliaojunior em 18/06/2007 - 19:53h

kest, é claro q vc pode usar. a comunidade existe para isso mesmo!! USE E ABUSE!!

[4] Comentário enviado por f_candido em 07/08/2007 - 19:58h

Excelente uma visão bem interessante.
Vlws
Abraços

[5] Comentário enviado por frednanet em 23/11/2008 - 01:58h

Precisando somente de uma atualizada.


Contribuir com comentário