Gnu/Linux em 30mb e 2 arquivos

Nesse artigo pretendo demonstrar como instalar e utilizar um Linux com apenas 30mb. Para isso vou utilizar o Slitaz Gnu/Linux, uma ótima minidistro muito completa, apesar de seu pequeno tamanho. O diferencial desta distro está no seu sistema de backup que transforma todo o conteúdo da raiz (/) em um arquivo chamado rootfs.gz comprimido em lzma.

[ Hits: 14.211 ]

Por: Adriano Psyforest em 09/02/2011


Basicamente



Basicamente o que precisamos é a imagem da iso do projeto Gnu/Linux Slitaz, que pode ser baixado no site da distro. Sua versão estável 3.0 saiu 28 de março de 2010. Feito isso você deve extrair da imagem somente os arquivos "bzimage" e "rootfs.gz", copiar e colar eles no /boot da sua distro atual e alterar o arquivo /boot/grub/menu.list ou grub.cfg (GRUB2) adicionando as linhas abaixo.

title slitaz
kernel /boot/bzimage root=/dev/null vga=normal
initrd /boot/rootfs.gz

Ou isso ao /etc/grub.d/40_custom no caso do grub2:

menuentry "Slitaz" {
  linux /boot/bzimage root=/dev/null vga=normal
  initrd /boot/rootfs.gz
}

# update-grub (para que o grub2 crie sua entrada)

E pronto, está feito, Slitaz instalado.

Quando você der boot por ele a imagem que está em rootfs.gz vai para a RAM do computador e roda independente da partição onde ele estava.

Instalação em pendrive ou HD

Slitaz tem alguns comandos feitos pensando em uma instalação no pendrive, que é o caso do tazusb writefs, mas nada impede que você instale o Slitaz no HD mesmo. Aqui segue um geral da instalação, tanto em pen como hd.

Formate seu pendrive em ext3 ou a partição que você quer dar ao Slitaz. Use gparted para isso.

# mkdir /mnt/target
# mount /dev/sda1 /mnt/target
(ou hda1 se for a sua partição escolhida)

# grub-install --no-floppy --root-directory=/mnt/target /dev/sda

Aqui você tornou seu pen bootável e criou /mnt/target/boot/grub/*.

# mount -o loop slitaz-2.0.iso /media/cdrom
# cp /media/cdrom/boot/bzimage /mnt/target/boot/
# cp /media/cdrom/boot/rootfs.gz /mnt/target/boot/


Claro, você pode utilizar o file-roller para abrir a imagem e extrair só o que é necessário.

# nano /mnt/target/boot/grub/menu.lst

E adicione ISO dentro:

#
default 0

# Boot automatically after 20 secs.
timeout 20

# Change the colors.
color yellow/brown light-green/black

# For booting SliTaz from a /usb/hdd (/USB/HDD).
#
title SliTaz GNU/Linux sda1
kernel /boot/bzImage root=/dev/null vga=normal home=/dev/sda1
initrd /boot/rootfs.gz

title SliTaz GNU/Linux Previous
kernel /boot/bzImage root=/dev/null vga=normal home=/dev/sda1
initrd /boot/previous.gz

title SliTaz GNU/Linux Orig+nohome
kernel /boot/bzImage root=/dev/null vga=normal
initrd /boot/slitazorig.gz

Ou se você usar o grub2, crie um arquivo /mnt/target/boot/grub/grub.cfg após o comando grub-install com este conteúdo:

# nano /mnt/target/boot/grub/grub.cfg

menuentry "Slitaz sda1" {
  linux /boot/bzimage root=/dev/null vga=normal home=/dev/sda1
  initrd /boot/rootfs.gz
}
menuentry "SliTaz GNU/Linux Previous " {
  linux /boot/bzImage root=/dev/null vga=normal home=/dev/sda1
  initrd /boot/previous.gz
}
menuentry "SliTaz GNU/Linux Orig+nohome " {
  linux /boot/bzImage root=/dev/null vga=normal
  initrd /boot/slitazorig.gz
}

F3 para salvar, F2 para sair e é só selecionar na bios para dar boot pelo pendrive ou disco que foi utilizado.

Esta opção previous está aí para quando você fizer suas alterações no sistema e quiser salvar, rodando "tazusb writefs lzma" você gera uma cópia da raiz (/) que está na RAM do seu computador para um arquivo rootfs.gz, que será posto no /home/boot/ se você montou a partição no boot, senão fica na / mesmo e você deve copiar para seu /boot.

Orig+nohome é para quando não quiser montar seus discos e sem suas atualizações (copie rootfs.gz do cd para slitazorig.gz se quiser essa opção). Pode ser útil em outras máquinas mais velhinhas ou desconhecidas.

Existem outras opções de boot para máquinas arcaicas, como loram para 128 de RAM.

Crie seu usuário, atualize e ou instale novos pacotes, rode o tazusb e tudo salvo.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Basicamente
   2. Pendrive multiboot
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Como gerenciar permissões no Linux

Uma introdução ao shell (parte 1)

Fundamentos do sistema Linux - arquivos e diretórios

Gnome-shell no Ubuntu em um clique

Introdução ao Ubuntu - Instalação de programas e outras dicas

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Int3rc3pt0r em 11/02/2011 - 20:55h

Bom artigo, contudo fiquei com um pe atras com relaçao copiar tales arquivos ao /boot.

[2] Comentário enviado por DanielVieceli755 em 12/02/2011 - 14:57h

Vou testar em um ThinClient isso para ver.

Valeu.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts