Explorando o wget

o wget é um rápido e poderoso get em interface de console, ou seja, linha de comandos, que permite automatizar rotinas de downloads e centralizar múltiplos downloads de sites diferentes em um único comando.

[ Hits: 134.875 ]

Por: Ricardo Brito do Nascimento em 01/10/2007 | Blog: http://brito.blog.incolume.com.br


O que é o wget



O GNU Wget é um pacote de software livre para baixar arquivos sobre os protocolos HTTP, HTTPS e FTP, que são os protocolos mais usados da Internet. É uma ferramenta não interativa em linha de comandos, permite facilmente ser executado por scripts do cron e em terminais sem suporte a X-Windows.

É parte do projeto GNU, seu nome deriva de World Wide Web e get.

Escrito na linguagem C, o wget pode facilmente ser instalado e/ou executado em qualquer sistemas Unix e Unix-like, atualmente já foi portado para diversos ambientes como Mac OS X, Microsoft Windows e OpenVMS.

Entre suas capacidades, se encontram:
  • Download recursivo em FTP ou HTTP (pode inclusive ser usado para fazer um mirror de um website);
  • Conversão de links para visualização offline de páginas HTML;
  • Suporte a proxy;
  • Robustez em relação a conexões instáveis (em caso de falha no download, ele automaticamente recomeça de onde foi interrompido);
  • Capacidade de ser executado sem intervenção do usuário, podendo ser usado com o crontab;
  • Portabilidade;
  • Suporte a IPV6;
  • Suporte a SSL/TLS;
  • Suporte a arquivos grandes (maiores que 2 GB);
  • Suporte a limite de velocidade para o download (com o objetivo de não interferir muito nos outros usos da conexão);
  • GNU Wget é distribuído sobre a GNU (General Public License).

A documentação completa e todas as particularidades podem ser encontradas através do comando 'man wget', em sistemas Linux, ou http://www.gnu.org/manual, na web.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é o wget
   2. Instalação do wget
   3. Explorando os recursos
Outros artigos deste autor

Clonagem de Hardware Hotline em Software Livre

Conexão com chaves assimétricas sem uso de senha em servidor sshd

CMS Plone 4.1.6 com invólucro Virtualenv + Buildout + Mount Point + BLOB Storage + Unicode UTF-8

Comando sudo - instalação e configuração

Encapsulamento de Apache com chroot

Leitura recomendada

Compilando Programas GNU/Linux

Clonando discos utilizando o G4U ("Ghost para Unix")

Aprendendo a linguagem Python - parte II

Ogle: O player de DVD

ownCloud - Em poder de suas mãos (Private Cloud)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por tenchi em 02/10/2007 - 18:03h

Muito bom. O linux precisa muito de um bom gerenciador de downloads. EU utilizo o wget há um bom tempo, e não conhecia todas estas funções.
Mas um programa equivalente ao flashget livre seria uma das melhores coisas que poderiam aparecer para o Linux, pois o kget, gwget, d4x são bons, mas não chegam aos pés do 'primo para windows'.

Faavoritos...

[2] Comentário enviado por tuxSoares em 03/10/2007 - 00:29h

Legal vc explorar esse assunto.
Eu faço manutenção em servidores linux, 99% das vezes isso é feito via linha de comando, no meu caso o wget me salva toda hora quando preciso fazer algum download.
Parabéns!

[3] Comentário enviado por aprendiz_ce em 03/10/2007 - 19:08h

Para fazer download de arquivos, de um servidor de ftp, aonde o mesmo requer autentição, quais os parametros que devo utilizar?

Quais são os parametros que devo utilizar para se fazer downloads a partir de um servidor de FTP, aonde o mesmo requer autenticação?

Obrigado e parabéns pelo artigo.

[4] Comentário enviado por qxada07 em 03/05/2009 - 20:49h

Show de bola.... Já teve algumas vezes que precosei continuar o download de onde tinha parado......... 1000 grau.... Parabéns!!!!!

[5] Comentário enviado por mfs em 08/04/2010 - 21:30h

O wget supera todos os gerenciadores de downloads, o modo recursivo é uma mão na roda.
Uso sempre que quero baixar vários arquivos de uma FTP sem ter que baixa-los manualmente um por um.

[6] Comentário enviado por heraldoaraujo em 25/07/2011 - 16:21h

muito bom o artigo o wget um comando poderoso

[7] Comentário enviado por ramzagyn em 21/03/2012 - 10:35h

"Se a rede dispõe de proxy deve-se passar os parâmetros do proxy para o S.O."

Poxa, o principal é que configurar você não explicou...

Quem tem proxy na rede sabe muito bem que tem que ser informado isso...


[8] Comentário enviado por jarlisson em 23/07/2012 - 05:38h

valeu, nao sabia dessa flexibilidade do wget!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts