Distros nacionais em evolução: visão do Definity Linux CURRENT e do Kurumin beta

O que nos espera nos novos lançamentos dos pinguins nacionais? O que estaremos utilizando em algumas semanas? Vamos dar uma olhada no que duas distros nacionais (Definity Linux e Kurumin) nos reservam.

[ Hits: 22.902 ]

Por: Cesar Cardoso em 10/07/2003


Definity Linux CURRENT (20030625)



Vamos primeiro começar pela Definity Linux (http://www.definitylinux.com.br). O build é de 25 de junho, portanto mais ou menos recente.

O Definity Linux é uma distro nacional baseada no Slackware, com algumas diferenças para se afirmar (como o dpak, tornando meros ocupadores de espaço os installpkg/pkgtool), mas que manteve algumas coisas (o email de boas-vindas do Patrick). :-)

O Definity vem com KDE e KOffice; em um CD extra vem GNOME (incluindo Evolution), OpenOffice.org e Mozilla. Não encontrei os fontes do kernel utilizado na distro, logo se for necessário compilar um módulo (p.ex. módulos nVidia) vai ser necessário recompilar todo o kernel.

A instalação pode ser simples ou complicado, conforme as escolhas. Em ordem de "chegada", a instalação passa por:
  1. escolha de teclado;
  2. mouse;
  3. fuso horário;
  4. modem;
  5. resolução de framebuffer;
  6. senha de root;
  7. nome da máquina;
  8. particionamento (velho e bom cfdisk);
  9. mountpoints (suporta somente ext2 e ext3);
  10. escolha de perfil de instalação de pacotes (estação KDE, seleção básica de pacotes ou tudo - escolhi KDE);
  11. escolha dos pacotes propriamente ditos e finalmente;
  12. a instalação propriamente dita.
Logo depois da instalação, temos a escolha do local de instalação do LILO.

Hora do reboot, entra o LILO (na cor azul!) e no primeiro boot entra na tela texto.

O KDE utilizado é o 3.1, sem nenhuma customização. O navegador é o Konqueror e a suite office é o KOffice.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Antes do mini-review...
   2. Definity Linux CURRENT (20030625)
   3. Kurumin 1.5 beta 2
Outros artigos deste autor

Utilizando o CUPS com estações Windows XP

Máquinas virtuais

NPTL, Exec-Shield e outros palavrões que fazem seus programas crasharem

Porque o RedHat 9 tem problemas com teclados US-International?

Criando um pinguim móvel com Fedora Core 1 e Siemens M50

Leitura recomendada

SystemRescueCd - Corrigindo o sistema e recuperando dados

Slapt-get, prático e eficiente para atualizar o sistema e baixar programas novos

K3b - Gravando CDs no Slackware

GRIVE - Google Drive Linux (Grátis)

Instalação e configuração do LTSP 5 no Ubuntu 11.04

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts