Debian Squeeze para Desktops

Tutorial com dicas para deixar o Debian Squeeze (32 e 64 bits) pronto para uso em um ambiente Desktop.

[ Hits: 31.652 ]

Por: David Marcon em 23/02/2011


Instalação de pacotes



Citarei alguns softwares que utilizo no dia a dia e podem deixar seu sistema pronto para navegação, visualização de vídeos, java e flash.

Como utilizo a versão 64 bits, vou postar os comandos para essa arquitetura, mas também mostrarei a alternativa para o sistema 32 bits.

Instalação da máquina virtual Java (Sun/Oracle):

Muitos sites precisam da máquina virtual Java para funcionarem perfeitamente, portanto é um passo importante em qualquer sistema que você utilize.

# apt-get install sun-java6-jre sun-java6-fonts sun-java6-bin sun-java6-plugin

A instalação do plugin flash é necessária para execução de vídeos, streams e banners irritantes de propaganda(tá, nem tão necessária assim), o comando é para o sistema 64 bits, mas segundo a wiki do Debian, o pacote é o mesmo para os dois, só a versão do flash é que muda:

# apt-get install flashplugin-nonfree

Outro passo importante para aproveitar o Debian como Desktop é a instalação dos codecs de vídeo e áudio, assim o sistema pode executar todos os tipos de arquivos.

Pacote de codecs (64 bits):

# apt-get install w64codecs libdvdcss2 gstreamer0.10-plugins-base gstreamer0.10-plugins-good gstreamer0.10-plugins-ugly gstreamer0.10-plugins-bad

Pacote de codecs (32 bits):

# apt-get install w32codecs libdvdcss2 gstreamer0.10-plugins-base gstreamer0.10-plugins-good gstreamer0.10-plugins-ugly gstreamer0.10-plugins-bad

Depois disso tudo (não foi difícil, não é?), o Debian está quase pronto, essa última parte depende muito da preferência de cada usuário e do ambiente gráfico escolhido, cada um deles possui programas utilizados para execução de vídeo ou áudio.

Amarok:

É um ótimo player, organiza suas músicas em bibliotecas (estilo iTunes) e gerencia podcasts, rádios online, possui ótimos plugins criados pela comunidade, utiliza bibliotecas gráficas QT, por isso é mais comum em ambientes KDE, mas pode ser utilizado sem problema no GNOME, XFCE, Fluxbox etc.

# apt-get install amarok

VLC:

Um dos mais players mais populares do mundo, pode executar músicas, vídeos, streams.

# apt-get install vlc mozilla-plugin-vlc

O pacote mozilla-plugin-vlc é para o VLC executar streams ou vídeos, diretamente do navegador.

Google Chrome:

Meu navegador preferido, rápido e muito leve, o Google Chrome já é o padrão em todos os sistemas que utilizo.

Existem duas formas de instalação, uma é baixar o pacote .deb do site do Google, ele automaticamente adiciona o repositório e procura por atualizações quando você atualiza seu sistema:
Escolha a versão do seu sistema (32 ou 64 bits) e baixe a versão Debian/Ubuntu, de preferência na sua pasta home: /home/(seu usuário)

* Substitua o (seu usuário) pelo nome que escolheu na instalação do Debian, no meu caso é: /home/david

Faça login como root:

su
(digite a senha do usuário root)

Navegue até a pasta onde salvou o arquivo, vou assumir que salvou na pasta home do seu usuário:

# cd /home/(seu usuário)

Use o dpkg para instalar o pacote .deb, se ele for o único arquivo .dev no diretório, pode utilizar o seguinte comando:

# dpkg -i *.deb

Se houver outro arquivo .deb no diretório, digite o nome do pacote desejado, no meu caso o pacote é:

# dpkg -i google-chrome-stable_current_amd64.deb

Se algum problema de dependência for acusado, digite o seguinte comando:

# apt-get install -f

Citei programas que utilizo, mas o processo de instalação é o mesmo para todos os programas que estão nos repositórios do Debian, caso não saiba o nome do pacote, esse artigo pode ajudar a fazer buscas utilizando o "apt-cache":

Conclusão

Com esses procedimentos, o Debian está pronto(para a maioria dos usuários) para ser utilizado como uma distribuição Desktop, para quem gosta de pacotes mais novos, recomendo a instalação do Debian Testing, mesmo sendo uma versão de testes, é um sistema muito estável e possui versões mais novas dos seus softwares preferidos.

Espero que esse tutorial ajude quem quer utilizar o Debian pela primeira vez e mostre que o Debian é sim um sistema fácil e pode ser utilizado por qualquer pessoa que esteja disposta a aprender um pouco sobre o mundo Linux.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação de pacotes
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Pós-instalação no Slackware 10

Instalando o Beryl + Drivers NVIDIA no Ubuntu 6.10 (Edgy)

Atualizando o Red Hat com o up2date

Configurando o DNS - BIND9

Remasterizando o Ubuntu

  
Comentários
[1] Comentário enviado por elvanineto em 23/02/2011 - 18:40h

Muito bom. Será bem esclarecedor pra quem está começando no Debian.

[2] Comentário enviado por removido em 23/02/2011 - 19:46h

Muito boa sua contribuição!

A respeito do navegador Chrome pergunto porque não utilizar o próprio (free) Chromium?

# apt-get install chromium-browser chromium-browser-l10n

* atualmente na versão: 6.0.472.63~r59945-5+squeeze2

** caso queira utilizar a versão mais atualizada, habilite o repositório SID/Unstable e instale da mesma maneira; a versão é a: 9.0.597.98~r74359-1


Recomendo também que se adicione o repositório Backports que em breve terá muitos novos pacotes dentre eles o LibreOffice por exemplo:

# nano /etc/apt/sources.list

cola o que vem a seguir:

### Debian 6.0 Squeeze/Stable 'Backports'.
deb http://backports.debian.org/debian-backports squeeze-backports main contrib non-free

Salve e feche o arquivo com Ctrl+O e Ctrl+X.


Instale a Chave GPG:

# gpg --keyserver hkp://subkeys.pgp.net --recv-keys 16BA136C && gpg --export 16BA136C | apt-key add -


Atualize as listas de pacotes:

# apt-get update


Instale os novos pacotes (quando disponíveis):

# apt-get -t squeeze-backports install <pacote>


* por exemplo no Squeeze o PostgreSQL está na versão 8.0.4 e no Squeeze-Backports a 9.0.

[3] Comentário enviado por removido em 23/02/2011 - 19:57h

Muito bom o artigo. Ótimas informações edps.

Abraço

[4] Comentário enviado por Dav1d em 23/02/2011 - 22:46h

edps, eu tinha abordado meio por cima a possibilidade de instalar o chromium nesse artigo, acredito que os moderadores não acharam necessário.

De toda forma, o seu comentário explicou muito melhor o processo, obrigado pelo elogio.

[5] Comentário enviado por ederrb em 23/02/2011 - 22:48h

cara, que eu saiba o ambiente gráfico padrão do debian agora é o xfce... inclusive instalei ontem um com o xfce por default.

[6] Comentário enviado por Dav1d em 23/02/2011 - 22:52h

ederrb, conferiu se não baixou a ISO do xfce?

Pois baixando a ISO "genérica" do cd1 ou dvd1, o Debian instala o GNOME por padrão como ambiente desktop, sendo possível a a alteração na tela de instalação do sistema.

[7] Comentário enviado por ederrb em 23/02/2011 - 22:59h

hum... eu baixei o netinstall

[8] Comentário enviado por Dav1d em 23/02/2011 - 23:05h

Pode ser isso, até pelo tamanho da ISO netinstall, ele utiliza uma interface mais leve como padrão.

Essa é a grande vantagem do Debian, na minha opinião, ele não escraviza o hardware, pode ser usado em máquinas poderosas e também nas antigas, sem deixar o sistema lento.

[9] Comentário enviado por pinduvoz em 24/02/2011 - 00:09h

Legal o artigo. Simples, indo direto ao que interessa.

[10] Comentário enviado por edipo.magrelo em 24/02/2011 - 10:19h

Gostei do artigo, sempre tive vontade de começar a usar o Debian, até tentei uma vez, mas minha falta de tempo para procurar
drivers para meu laptop Acer me fez desistir e voltar para o Ubuntu (que me acompanha a 5 anos).
Mas agora com o lançamento do squeeze acho que vou tentar mudar pra ele, já q agora naum tenho mais um Acer (migrei pra um macbook pro),
acho que será mais facil.
Sempre usei Ubuntu para meus desktops, e Debian para os meus servidores, mas acho que vou padronizar tudo para Debian.
Abraços galera

[11] Comentário enviado por kalangus em 24/02/2011 - 16:30h

Poxa..tentei instalar o Debian Squeeze....(uso Ubuntu) mas logo na instalação ele pediu o driver proprietário da minha placa de som...snif...parei aí..não consegui resolver...vou tentar novamente um dia.
Obrigado pelo artigo...

[12] Comentário enviado por joaocagnoni em 27/02/2011 - 00:02h

Eu já tinha instalado aqui hoje, ficou bala. O Ubuntu está totalmente inutilizável.

[13] Comentário enviado por pinduvoz em 02/03/2011 - 01:34h

Bom o artigo.

Melhor ainda por divulgar o Debian e incentivar o uso dele no desktop.

[14] Comentário enviado por slipkd em 09/03/2011 - 17:04h

Apenas uma observação ao comando: --> apt-get install -f <--

Não recomendo o -f, melhor não ter o costume de usá-lo, pois poderá danificar pacotes do seu sistema.

[ ] s

[15] Comentário enviado por eduleones em 19/03/2011 - 14:36h

O Debian Squeeze está muito rápido, estável... Porém para Desktop tem um problema que me incomoda bastante, a renderização de fontes do Gnome, pois ficam ficam horríveis, serrilhadas. Nesse aspecto o Ubuntu é o que existe de melhor no linux, inclusive com usa nova fonte usada a partir da versão 10.10. Sei que tem alguns patch e atualização do cairo2 para "melhorar" esse aspecto no Debian... Já testei algumas coisas, mas nada tão confortável como o resultado obtido com o ubuntu.

[16] Comentário enviado por Dav1d em 19/03/2011 - 20:57h

Concordo com essa parte, eu usei o KDE por muito tempo e agora uso o OpenBox e instalo sempre a fonte do Ubuntu, ficou muito bonita, inclusive é a fonte usada nos screens desse tutorial.

Nunca gostei muito do GNOME e no Debian ele vem peladão, precisa de um certo trabalho pra ficar bonito.

[17] Comentário enviado por edipo.magrelo em 24/03/2011 - 10:46h

Ola galera, como havia comentado acima, migrei do Ubuntu para Debian, dessa vez os problemas com wireless, audio, foram resolvidos facilmente
com um pouco de paciencia, o gnome do debian por padrão vem bem peladão mesmo, mas com um pouco de perfumaria ele fica bom, estou usando ele
agora, e acho q vou ficar um bom tempo assim, vlw
abraços

[18] Comentário enviado por raedin em 10/10/2011 - 10:25h

Onde encontro esses repositórios para adicionar???

[19] Comentário enviado por wmuzzi em 01/08/2012 - 10:43h

Olá.

As linhas para incluir no sources.list são:

deb http://www.deb-multimedia.org squeeze main non-free
deb-src http://www.deb-multimedia.org squeeze main non-free

Para atualizar a chave:

apt-get -y install deb-multimedia-keyring

Um abraço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts