Conheça tudo sobre os hardwares que compõem o seu computador com um simples comando

Este documento relata procedimentos para obter informações avançadas de seu hardware, bem como arquitetura, versões de controladores de hardware, como firmware. Este documento foi elaborado em favor de necessidades próprias e com objetivo de contribuir com a comunidade como um todo.

[ Hits: 20.666 ]

Por: José Cleydson Ferreira da Silva em 09/12/2009


Conhecendo e usando lshw



Uma das dificuldades de pessoas iniciantes ou até mesmo pessoas mais experientes que administram redes e sistemas é conhecer realmente a especificação do hardware e muitas das vezes informações que julgamos irrelevantes, por exemplo: o vendedor do hardware, qual o firmware que o mesmo utiliza? Qual o padrão? O.E.M? E o BIOS? Qual a empresa que o fornece? Essas e outras questões podem ser respondidas com facilidade. O objetivo deste documento é esclarecê-lo de forma clara e bastante detalhada.

Em diversos momentos nos perguntamos, qual é o driver ou módulo que estamos utilizando? Pois a facilidade que temos com a instalação do Linux não precisarmos instalar drivers de hardware após a instalação do sistema. Você já teve curiosidade em saber qual o comando ou aplicativo que lhe fornece o modelo de sua placa mãe? Nos gera a dúvidas sobre o máximo e mínimo suportado em nosso processador, saber qual a quantidade de cache? Ele é 32 ou 64 bits? Se não, então irei mostrar-lhes o comando lshw, que tenho certeza que irá ajudar-lhe muito em suas dúvidas a respeito do seu hardware. Pois bem, esse comando é originado de um software cujo nome é o próprio comando lshw, que recebeu este nome por Hardware lister (Listar Hardware).

O lshw é uma pequena ferramenta para fornecer informações referentes ao conjunto de hardware que compõe sua maquina, ele possui uma enorme eficiência em mostrar a configuração exata de seu processador, bem como a velocidade, quantidade de clock e cache. Enfim, todos os componentes ou peças que formam seu computador. Também é capaz de identificar a versão do software ou firmware que controlam o hardware, e faz isso de forma precisa e eficiente. Foi desenvolvido em C++ e está vinculado do ao projeto eZIX, iniciado em 2002 com o objetivo de elaborar uma usável ferramenta para sistemas UNIX, com base no Linux e libc.
Linux: Conheça tudo sobre os hardwares que compõem o seu computador com um simples comando
O lshw está disponível para sistemas baseados em plataforma Unix, bem como os sistemas operacionais Linux e suas derivações e sistema Mac e Mac OS X. Atualmente ele se encontra na versão 2.14 e está disponível para todas as distribuições Linux como já mencionado. Sua instalação pode ser feita por meio de gerenciadores de instalação da distribuição Linux que está usando no momento. No quadro abaixo uma relação de formas de instalação em algumas distros.

Instalação dos pacotes no Ubuntu:

# apt-get install lshw lshw-gtk

Instalação dos pacotes no Mandriva:

# urpmi lshw

Instalação dos pacotes no Fedora:

# yum install lshw lshw-gui

Instalação dos pacotes no Gentoo:

# emerge lshw

Após a instalação do programa podemos utilizá-lo, mas antes veremos o que podemos obter se o utilizarmos de forma correta e precisa. O programa te permite exibir relatório de acordo com o formato, podendo ser HTML, XML, relatório resumido. Para usá-lo basta que execute o comando lshw seguido do parâmetro que desejas. Uma das primeiras coisas que podemos testar é a versão do software e para isso o usamos o comando: lshw -version, que exibirá na saída padrão o resultado com a versão do software. Abaixo temos os seguintes modos de uso de desse programa junto com as opções de relatório.

O programa sempre retorna os resultados na saída padrão, caso você queira colocá-lo direto em um arquivo pode usar o redirecionamento para um arquivo, veja as três situações abaixo:

HTML na saída padrão:

# lshw -html

HTML no arquivo:

# lshw -html > nomedoarquivo.html

XML na saída padrão:

# lshw -xml

XML no arquivo:

# lshw -xml > nomedoarquivo.xml

Podemos também obter relatórios reduzidos contendo apenas informações mais especificas e objetivas, como por exemplo, saber somente informações reduzidas de cada hardware. Abaixo duas formas simplórias para dois parâmetros, o -short e o -businfo. São poucas as diferenças entre um e outro, mas o -short indica o caminho de cada dispositivo. O parâmetro -businfo faz referência aos controladores de hardwares. Veja os comandos abaixo.

# lshw -short
# lshw -businfo


Por fim, terminando as opções de linha de comando, pode ter uma opção interessante que é fazer busca de dispositivo por classe, que ao contrário de se aplicar o comando sozinho, que lhe mostrará muitos resultados. Podemos filtrá-lo, por exemplo: "quero somente as especificações do processador". Neste caso teremos que saber em qual classe o processador se encontra. Com os comandos que foram aplicados acima podemos obter essa informações.

Pois bem, veja um exemplo para obter informações somente de um hardware específico.

Comando para saber somente as especificações da placa mãe:

# lshw -class system

O resultado deste comando detém todas especificações da sua placa mãe, em meu computador o resultado deste comando foi o seguinte:

    androide                  
    description: Desktop Computer
    product: P4V8X-MX
    vendor: System manufacturer
    version: 1.00
    serial: 00000000
    width: 32 bits
    capabilities: smbios-2.3 dmi-2.3 smp-1.1 smp
    configuration: chassis=desktop cpus=1 uuid=00020003-0004-0005-0006-000700080009

Caso não entenda as especificações acima, no final deste artigo deixarei duas tabelas para melhor explicar.

Por fim podemos usar o programa em modo gráfico, que consiste em um comando ou uma execução no executar comando de sua distribuição, no meu caso estou usando Ubuntu e para fazer isso eu uso o Alt + F2. Então aperte Alt + F2 e digite lshw-gtk ou lshw -X no terminal e uma tela aparecerá contendo as especificações do hardware. Para ver uma prévia de como é a interface do programa, acesse este link (screenshot).

Então por hora aí está o programa que ajudará em todas as suas dúvidas a respeito de hardware e de firmware. Quando me referi ao título que poderia ver toda a especificação com apenas um comando, você pode usar somente o comando lshw.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Conhecendo e usando lshw
   2. Tabelas de atributos e classes de dispositivos
Outros artigos deste autor

Compiz e as estações do ano

Novidades e mudanças na estrutura e configuração do Grub2, fique por dentro!

Compiz - Conhecendo a fundo II

Compiz - Janelas à 360 graus no Linux

Bing: Medindo velocidade da conexão no Linux

Leitura recomendada

SANE: Compartilhe seu scanner na rede

Placa de rede wireless Encore ENUWI-G2 COM CHIP RTL8187B no Linux

Adaptação 2 em 1 de cabo de par trançado 10/100

Configurando impressora HP692C no Slackware

Instalando a multifuncional Epson Stylus TX210 no Ubuntu 9.10

  
Comentários
[1] Comentário enviado por philgonzales em 09/12/2009 - 07:49h

Ótimo comando, muito util mesmo. Achei melhor que o próprio dmidecode



[2] Comentário enviado por cleysinhonv em 09/12/2009 - 09:48h

Olá philgonzales,

Testei o comando dmidecode e é bem eficiente também. Se o conhecesse iria coloca-lo na relação.
Um abraço.

[3] Comentário enviado por carlosfarah em 09/12/2009 - 11:29h

Mais uma vez parabéns cara.... seu artigo funcionou corretamente no meu Ubuntu, só uma criticazinha de leve mas importante, o aptitude é mais seguro que apt-get e outra, cara passe o comando sudo principalmente por causa dos iniciantes, pode gerar algum mal entendimento ocasicionado por pequenos detalhes.

Seu artigo tá 10!!!!

[4] Comentário enviado por cleysinhonv em 09/12/2009 - 11:38h

Olá Carlos,

Com certeza é importante a sua observação, acostumei muito com Debian que geralmente não usa o sudo, também o aptitude eu uso muito pouco, mesmo sabendo que ele é mais seguro, mas isso é uma questão de começar a usa-lo, o que passarei a fazer em meus artigos e diariamente, usar o aptitude.

Um forte abraço.

[5] Comentário enviado por VonNaturAustreVe em 09/12/2009 - 13:09h

Costumo utilizar o hardinfo, para ter acesso fácil as informações sobre meu hardware.

[]'s

[6] Comentário enviado por cleysinhonv em 09/12/2009 - 13:21h

Olá VonNaturAustreVe,

O Hardinfo é muito bom mesmo, eu o instalei aqui e testei, mas o lshw da algumas informações que ele não dá que é a arquitetura (32, 64 bits) do processador, porém a interface dele é 1000 vezes melhor que o lshw, é um ótimo software mesmo.

Um forte abraço.

[7] Comentário enviado por dailson em 09/12/2009 - 15:11h

Kuruma

Mais uma vez se superando hein?
Já conhecia o lswh porém não sabia do gtk. Gostei bastante.
Não conhecia o hardinfo nem seus testes de benchmark (gostei bastante)
E também não conhecia o dmidecode.
Veja que um artigo faz a comunidade compartilhar o melhor de tudo: CONHECIMENTO.

Um abraço a todos

Parabéns KURUMA!

[8] Comentário enviado por cleysinhonv em 09/12/2009 - 15:23h

Olá Ilustre Dailson,

Que isso depois que comecei a escrever aqui no viva o linux aprendi muito até escrever, mas estou aprendendo ainda. Bom é verdade Dailson adoro quando as pessoas comentam nos artigos que escrevo e que leio por que enriquece muito o que buscamos entender, e conhecer mais. O feedBack dos leitores é a satisfação dos escritores.

Um Abração Dailson.

[9] Comentário enviado por viniciusgnu em 09/12/2009 - 15:31h

Muito bom viu Sr. Zé! muito bom mesmo. Não sabia dessa ferramenta, desde a hora que li isso aqui já usei várias vezes e já tirei muitas dúvidas que me rondavam há meses, hehe, parabéns meu caro!
Abraço

[10] Comentário enviado por cleysinhonv em 09/12/2009 - 16:25h

Olá Vinicius,

Sem dúvida é uma ferramenta muito boa, principalmente quando se trata de informações que são complicadas de achar, por exemplo, questões do USB, é 2.0? É 1.0? Porém há algumas falhas, mas funciona redondo.

Valeu meu amigo, um forte abraço.

[11] Comentário enviado por patyfilex em 10/12/2009 - 09:20h

Gostei deste seu artigo, muito util.

[12] Comentário enviado por grandmaster em 10/12/2009 - 09:30h

Muito bom. Nao conhecia a ferramenta. Bastante util por sinal

---
Renato de Castro Henriques
CobiT Foundation 4.1 Certified ID: 90391725
http://www.renato.henriques.nom.br

[13] Comentário enviado por cleysinhonv em 10/12/2009 - 09:50h

Olá patyfilex, grandmaster,

Com certeza a ferramenta é bem útil mesmo, agora a pouco o chefe do meu setor de trabalho, me pediu para pegar todas as configurações de hardware dos servidores que administro e me deu um prazo de 3 dias, para realizar a tarefa com esse programa eu a realizei em 20 minutos. É uma poderosa ferramenta para cumprir esse contexto.

Um abraço.

[14] Comentário enviado por rodrigo_ramone em 14/12/2009 - 09:09h

Kr
Ja uso esse comando a tempos , ele realmente é muito bom

[15] Comentário enviado por cleysinhonv em 14/12/2009 - 16:25h

Olá rodrigo_ramone,

Realmente esse comando (programa) está presente na vida de administradores e usuários, até depois que escrevi o artigo estou aprendendo a usar junto com outros conceitos. Ele é muito bom.

Um abraço.

[16] Comentário enviado por jairus em 15/12/2009 - 08:37h

Bom dia !!!


Primeiro, parabéns pela iniciativa de colocar este rico artigo sobre este pequeno comando. Eu já o conhecia, porém algumas função nunca tinha usado.

Abraços
Jairus Lopes

[17] Comentário enviado por cleysinhonv em 15/12/2009 - 13:22h

Olá jairus,

Esse programa realmente é um forte aliado, obrigado pelo rico artigo, acho que estou chegando no meu objetivo que é ser claro e transparente nos artigos.

Um forte abraço.

[18] Comentário enviado por AyrtonGomes em 23/02/2012 - 09:18h

Opa, ótimo programa, obrigado por compartilhar.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts