Como fazer uma distribuição Linux (parte 1)

Esse artigo é uma adaptação da documentação Komain, que visa apresentar ao leitor os passos necessários para construir uma distribuição Linux a partir dos códigos fontes disponíveis na rede. Esse será um artigo longo, já que meu livro tem 73 páginas e denso, pois muitos conceitos apresentados aqui são extremamente avançados para iniciantes.

[ Hits: 139.754 ]

Por: Fernando Henrique em 24/01/2005


Glibc



Pra variar a documentação recomenda a compilação do pacote em um diretório dedicado, ou seja:

# mkdir $ROOT_KMI/fontes/glibc-build

Após descompactar o glibc, entre no diretório:

# cd $ROOT_KMI/fontes/glibc-2.3.4-20040701

Agora configure com o comando:

# cd $ROOT_KMI/fontes/glibc-build
# ../glibc-2.3.4-20040701/configure --prefix=/temp \
--disable-profile --enable-add-ons=nptl--with-tls \
--with-__thread --with-binutils=/temp/bin \
--without-gd --enable-kernel=2.6.0 --without-cvs \
--with-headers=/temp/headers


Onde:
  • --disable-profile : desativa as informações de profiling.
  • --enable-add-ons=nptl : ativa suporte aos nptl.
  • --with-binutils= : mostra onde as ferramentas binutils estão localizadas.
  • --without-gd : impede que o programa, memusagestat seja compilado, ele tem uma série de dependências como libz, libpng, etc.
  • --without-cvs : mera formalidade, este impede que versões CVS da glibc sejam atualizadas durante a compilação, não é nosso caso.
  • --with-headers= : caminho dos headers do kernel do Linux.
Agora compile:

# make

Isso demora bastante tempo também, vá tomar um café =P

Faça o teste com:

# make check

Dá tempo de pedir uma pizza, que tal? =P

Várias coisas podem da errado aqui, os mais comuns são:
  • Erros de "math", pode estar relacionado a problemas com seu processador caso ele não seja um Intel/AMD genuíno.
  • Problemas como a opção "atime", caso a partição onde está a distro esteja montada com o flag "noatime".
  • O shm pode falhar caso você use devfs mas não tenha um sistema desses instalado.

Não se preocupe muito com as falhas que podem ocorrer, esse não é a glibc definitiva ainda.

Para desencargo de consciência, crie o seguinte arquivo:

# mkdir $ROOT_FS/temp/etc
# touch $ROOT_FS/temp/etc/ld.so.conf


E finalmente:

# make install

Bom, continuando nossa epopéia, faremos uma operação de risco, parece voodoo isso que vamos fazer agora, então preste atenção!

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Sobre o Komain
   2. Requisitos mínimos
   3. Softwares que devem ser baixados
   4. Binutils
   5. GCC
   6. Linux Header
   7. Glibc
   8. Por hoje é só
Outros artigos deste autor

Como fazer uma distribuição Linux (parte 2)

Guia do Desktop Redondo - Fedora 7

Leitura recomendada

Usando Linux - Vida nova para um velho Itautec Infoway

IBQUOTA - Gerenciador de Impressão por Usuário

Servidor de Icq em uma rede local

Atualizando seu Gnome para o 2.6 experimental no Debian

Clip no Slackware (compilador Clipper)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Barney em 30/01/2005 - 16:57h

Cara excelente iniciativa!!

Estou esperando já as outras partes do tutorial, pois acho muito interessante conhecer como nasce um distro.

Além de que está muito bem explicado.
Aguardo a continuação.
Valeu.

[2] Comentário enviado por tiagomadeira em 19/03/2005 - 11:05h

Muito bom o artigo!

[3] Comentário enviado por diegospeed em 04/12/2005 - 03:50h

Ótimo artigo........

Vou estudar bastante quem sabe não faço a minha?

Apesar de eu jah estar em 70% de um remaster que estou fazendo a partir do Knoppix...

Abraçoooooo

[4] Comentário enviado por Deoclecio Neto em 10/06/2006 - 00:31h

eu não entendi muito bem, mas gostei da ideia.

[5] Comentário enviado por dan_niel_am em 04/11/2006 - 15:13h

Muito bom, vem bem explicado só os links que não estão funcionando para baixar esses pacotes

[6] Comentário enviado por Rafael-rs em 28/01/2007 - 17:52h

e qual sera o nome da criatura? heheh ... muito bom,to esperando o resto

[7] Comentário enviado por Everson Pires em 09/11/2007 - 09:28h

Fantastico.

Isso ta me custando algumas noites sem dormir, mais no futuro vai me render a minha distro perfeita.

Cara a segunda parte, quando você envia?

valew!

[8] Comentário enviado por xsl4v3 em 09/11/2007 - 15:11h

Puxa vida, é legal saber que ainda têm interesse nesse artigo... Na real desisti de manter esse projeto por falta de tempo, problemas com servidores, uma tentativa fracassada de usar uclibc de base, outra de usar kernel freebsd, e claro a boa oferta de distribuições legais disponíveis.

O E-Book que deu origem a esse artigo pode ser encontrado em :

http://sourceforge.net/project/showfiles.php?group_id=134279&package_id=147857

Eu recomendo também o LFS , Gentoo e GoboLinux :)

Eu realmente penso em retomar, mas não faço mais promessas :)

[9] Comentário enviado por fjbvn em 12/12/2007 - 10:20h

Pena amigo,

Bom artigo, baixei o e-book, vou dar uma lida...

Mais de qualquer forma, parabens pela iniciativa!

[10] Comentário enviado por filipelinux em 13/12/2007 - 18:43h

?comentario=

Quanto aos links estou seguindo o manual, porém o Código Livre não está com os devidos pacotes e o Linorg no momento fora do ar.

[11] Comentário enviado por acollucci em 03/04/2008 - 10:28h

opa, muito bom o artigo!! Gostaria de ver uma continuação!!!

[12] Comentário enviado por w4r110ck em 06/07/2010 - 07:20h

muito bom, vou acompanhar o artigo.... abs

[13] Comentário enviado por removido em 06/01/2012 - 15:06h

Excelente jeito de se fazer uma distro, mas eu acessei o SUSE Studio e fiz um baseado em KDE 4, mas no site, o linux que a pessoa cria, segue o padrão do SuSe, mesmo assim quero ver como saiu meu KLinuz 1!


Contribuir com comentário