Como ajudar a comunidade Linux

Este texto é uma espécie de cartilha do bom censo, onde falo sobre o que devemos e o que não devemos fazer quando estamos procurando ajuda ou tentando ajudar alguém que está ingressando comunidade Linux. Será que você está se comportando devidamente? Leia e descubra.

[ Hits: 14.398 ]

Por: André Luiz Michi em 09/12/2003


Ajudando a comunidade



É muito comum alguns usuários mais antigos do Linux gostarem de tirar um barato da cara dos novatos, na minha opinião isso só atrapalha a comunidade. Imagine a cena: um usuário iniciante pede ajuda num fórum para instalar seu winmodem, aí vem um usuário engraçadinho e posta: "Fique com o Windows , seu lammer" , eu particularmente não entraria mais no fórum e também ficaria discrente quanto à comunidade.

Se você não quer ajudar, então não atrapalhe. Se está achando a dúvida muito estúpida, simplesmente não a responda. Assim você vai estar ajudando muito mais, temos que servir de exemplo para os iniciantes.

Sempre que possível indique algum site ou pelo menos mande ele procurar no Google. Também acho errado ajudar demais, a grande maioria dos usuários novatos são acostumados a ter tudo mastigadinho, nunca dê a receita inteira, indique apenas os ingredientes e deixe que ele faça a massa. =)

E nunca, nunca mesmo fale para o usuário continuar com o Windows. No máximo fale pra ele ter dual boot, assim ele só usa o Windows quando não conseguir resolver os problemas no Linux. Sempre que você conseguir resolver algum problema, documente isso e faça um artigo para nossa comunidade. Deixo aqui no final um texto que achei não lembro onde e nem de quem escreveu (me desculpe o autor), que traduz bem o que é usar e fazer parte da comunidade GNU/Linux:

Nós temos um Sonho.
De que o Linux tornar-se-á mais amigável, poderoso, flexível e adorado por todos os usuários de computadores.

Nós temos um Sonho.
De que o Linux será adotado de braços abertos pelo mais leigo dos usuários de informática.

Nós temos um Sonho.
De que mostraremos e compartilharemos um caminho de liberdade a todos os usuários, profissionais e empresas que utilizam computadores.

Nós temos um Sonho.
De que quando tivermos dúvidas e problemas com o Linux, poderemos contar com o apoio preciso, rápido e mútuo de uma grande família.

Nós temos um Sonho.
De que o Linux estará onipresente, à nossa volta, em telefones celulares, assistentes pessoais, veículos, geladeiras, em fim, no nosso dia-a-dia.

Nós temos um Sonho.
De que o Linux será o sistema operacional N° 1 no mundo em futuro bem próximo.

Nós temos um Sonho.
De que a nossa modesta contribuição possa ajudar a transformar em Realidade os Nossos Sonhos!

Esse texto é baseado na expressão "I have a dream", de Martin Luther King.

André Michi

Linux, questão de bom senso. =)

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Onde e como encontrar as respostas
   2. Ajudando a comunidade
Outros artigos deste autor

Iniciando no NFS

Fazendo backup de DVDs

Jogos no Linux

Instalando o Slackware em 15 minutos

LoadBalance e Failover com OpenBSD e PF

Leitura recomendada

Viva o Linux adere à moda Orkut

Software Livre no Brasil

O lado negro da Força, segundo a Microsoft o software livre quebra patentes

O protocolo EAP-TTLS

Todos estão surdos? Um grito de alerta à comunidade Software Livre!

  
Comentários
[1] Comentário enviado por meinside em 09/12/2003 - 01:56h

o que diferencia o linux é a comunidade, se temos problemas no ajudamos, mto bom seu artigo.

[2] Comentário enviado por jeffestanislau em 09/12/2003 - 07:48h

Fala André,
Gostei do artigo, e quero resaltar e pontos:

1. Dê que os iniciantes devem lembrar sempre que nós "também trabalhamos"!

2. Que quem for contribuir com uma resposta deve sempre usar palavras que incentive e ajude o solicitante, nunca menosprezando-o, pois assim prejudica a imagem da comunidade.

3. E que quem ajuda de maneira efetiva, com respostas, artigos, links, confs, scripts e etc, faz isso porque quer ver a comunidade linux crescer, faz isso porque gosta realmente gosta deste sistema e já cansou de se decepcionar com o outro...

Blz!!!
obs: Só espero que os iniciantes não tenham preguiça de ler e aprender um pouco com este artigo.

[3] Comentário enviado por repolho em 09/12/2003 - 08:45h

Outra coisa que os newbies tem que ter, é o espirito Software Livre, que por mais que tenha meios de ter tudo na mao, tem que correr atras, se esforcar e dar o maximo de si para conseguir o que precisa. e o mais importante, se lembrar que existe gente mais Newbas que ele mesmo, e que eles tambem precisando de Ajuda, por isso aquele famoso ditado "É dando que se recebe" , entao pessoal... AJUDE ;)

Grato
REPOLHO
www.repolho.org

[4] Comentário enviado por thiagosc em 09/12/2003 - 12:37h

É muito importante a ajuda para usuários novos, não quer dizer que se eles perguntam coisas simples que não devemos ajudar e insentivar cada vez mais a procurar e estudar para resolver os problemas. Seu artigo ficou muito bom mas parece que vc está um pouco revoltado com os usuários novos e acredito que a comunidade nunca nega uma resposta por mais simples que seja sobre o linux, pois é isso que faz que ela cresca cada dia mais. Lembre-se que um dia vc também não tinha muitos conhecimentos sobre o Linux!!! Mas mesmo assim parabéns pelo artigo !

[5] Comentário enviado por fabio em 09/12/2003 - 13:02h

Só a poesia baseada em "I have a dream" já valeu pelo artigo. O texto foi até para meu perfil de tanto que gostei :)

[6] Comentário enviado por _simmons_ em 09/12/2003 - 13:28h

Uma outra frase que acho que vai fazer sentindo em breve é essa que está no meio perfil.

"Primeiro eles nos ignoram, depois riem de nós, então lutam contra nós e no final nós vencemos."

Ghandi

[7] Comentário enviado por Oki em 09/12/2003 - 15:47h

_simmons_,
Tá bala seu artigo :-), é isso mesmo.

Ahhh o #vivaolinux funciona praticamente 24h, só não vale ficar com preguiça prá ir lá aprender um pouco mais de Linux e se divertir um pouco com o pessoal.

[]'s
Celso Goya

[8] Comentário enviado por cabelo em 09/12/2003 - 20:50h

Para os iniciantes:

No final tudo dá certo, se não deu é porque não chegou no fim. Principalmente com esta comunidade na retaguarda.

E tem mais todo mundo um dia já foi iniciante. E ninguem é tão sábio a ponto de não precisar mais aprender.

Cabelo

[9] Comentário enviado por luizgmendes em 10/12/2003 - 20:36h

Outra coisa também: Em muitos foruns porai a resposta pode ser achada fazendo uma busca simples no próprio forum. Então antes de entrar com um novo tópico, veja se o fórum tem um serviço de busca ( a maioria tem) e tente procurar primeiro. Muitos assuntos como montar partição winodows, winmodem, qual distribuição é melhor etc... são firurinhas carimbadas em fóruns......Aquele que nunca fez uma perguntinha boba em forum atire a primeira pedra !!!!!

[10] Comentário enviado por IloveLinux2004 em 14/06/2004 - 01:10h

isso mesmo. Muitos invés de ir fazer uma busca, já de cara vão perguntar. E muitas vezes são respostas muito fáceis, fácil de se axar na net;

[11] Comentário enviado por bramax em 18/09/2004 - 15:40h



Seu artigo ficou muito bom mas parece que vc está um pouco revoltado com os usuários novos e acredito que a comunidade nunca nega uma resposta por mais simples que seja sobre o linux, pois é isso que faz que ela cresca cada dia mais.



Dá uma olhadinha no Fórum do Kurumin... Eu deixei de entrar lá pq muitas vezes a única resposta q alguém consegue lá é "larga de ser preguicoso" ou "não vou perder meu tempo com vc". É duro admitir, mas é a verdade... Gracas a Deus aqui no VivaOLinux a comunidade é bem educada e solidária, por isso estou sempre aqui.

_simmons_, muito bom seu artigo, apoio o que vc disse sobre termos paciência com o usuário newbie, e apoio mais ainda que devemos dar apenas os ingredientes e não a receita toda. Não custa nada ensinar comandos como man[nome do programa], mount -[vfat/reiserfs/etc...], entre outros e indicar o site do Google... mas tudo na moral, sem ofender ninguém. Como disse mais acima, é por isso que frequento o VivaOLinux, aqui existe respeito ao novo usuário...

[]'s

[12] Comentário enviado por ezequiel.ezb em 10/04/2012 - 20:37h

Muito bom o artigo, valeu a pena.


Contribuir com comentário