Cockpit Web Console

O Cockpit é um console com uma interface baseada na web fácil de usar, que permite realizar tarefas administrativas em seus servidores.

[ Hits: 1.470 ]

Por: Daniel Lara Souza em 15/08/2020 | Blog: http://danniel-lara.blogspot.com/


Administração do servidor



O Cockpit permite uma ampla gama de tarefas de administração para o seu servidor, incluindo:
  • Serviços de gerenciamento
  • Gerenciando contas de usuário
  • Gerenciamento e monitoramento de serviços do sistema
  • Configurando interfaces de rede e firewall
  • Logs do sistema
  • Gerenciando máquinas virtuais
  • Gerenciamento de contêineres
  • Criação de relatórios de diagnóstico
  • Configurando SELinux
  • Atualizando software

Sua instalação é simples:

# yum install cockpit -y

Inicie o e ative-o na inicialização:

# systemctl start cockpit
# systemctl enable cockpit.socket

Ajuste o firewalld:

# firewall-cmd --add-service=cockpit --permanent
# firewall-cmd --reload

Acesso o seu navegador na porta 9090:

https://<ip ou nome >:9090

Usuário é do sistema (root ou outro usuário para administração que tenha criado).
Ao logar irá ter uma visão geral do painel do cockpit:

LOGS

Tem a facilidade de analisar os logs.
Também pode filtrar logs por serviço.
Podemos filtrar por gravidade.

REDES

Podemos configurar a rede, criar vlan, configurar um bridge.
Em rede temos também o firewall.
Podemos configurar o firewall e fazer ajustes conforme nossas necessidades.

CONTAS

Podemos gerenciar usuário.

SERVIÇOS

Podemos gerenciar os serviços, parar/iniciar/reiniciar/ativar ou desativar na inicialização.

APLICAÇÕES

São aplicações do próprio cockpit que podemos instalar a após caso não tenham sido instalado antes.

ATUALIZAÇÕES de SOFTWARE

Aqui podemos efetuar as atualizações do sistema, caso queira podes deixar como automáticas.

DIAGNOSTIC REPORTS

Irá coletar a configuração do sistema e informações diagnósticas deste sistema para diagnosticar problemas com o mesmo.

KERNEL DUMP

Um recurso que cria despejos de memória no caso de uma falha do kernel. Quando acionado, exporta uma imagem de memória que pode ser analisada com a finalidade de depurar e determinar a causa de uma falha.

SELINUX

Na seção SELinux você pode alterar o status do SELinux ou também revisar quaisquer alertas relacionados ao SELinux e ajustar.

TERMINAL

E claro um terminal para ajudar.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Administração do servidor
   2. Adicionado uma aplicação no Cockpit
   3. Virtualização usando Cockpit
Outros artigos deste autor

OTRS no Fedora Server 21

FreeIPA - uma solução integrada de identidade e autenticação para ambientes de rede Linux/UNIX

MariaDB + phpMyAdmin no Ubuntu 12.04 LTS

ISPConfig 3 no CentOS 6.4 64 bits

CloudStack no CentOS7 com KVM

Leitura recomendada

Agora SIM, aMSN com suporte a anti-aliasing

Apache + PHP + MySQL + ftpd no OpenBSD

Instalando o Gaim-vv no Slackware 10

BackTrack Linux 3.0: Distribuição voltada para segurança

Construa sua própria URA (IVR) no seu Asterisk

  
Comentários
[1] Comentário enviado por mauricio123 em 15/08/2020 - 17:17h


Muito bom.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[2] Comentário enviado por cezargaiteiro em 24/08/2020 - 17:21h

Eu dei de cara com esse cockpit pela primeira vez na vida ontem quando instalei o Fedora server, muito bom esse trem, dá um aspecto mais profissional no servidor, ele me lembra o VMware que também tem uma interface assim. Será que o cockpit substitui o Vmware nesse sentido? Aliás, ótimo artigo!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts