Cálculo dos preços de nossos serviços

Teremos um grande sucesso financeiro se cobrarmos o preço certo pelos nossos serviços, e este artigo tem a intenção de mostrar como é simples obter estes preços e juntamente com eles, uma série de outras informações úteis sobre o rendimento de nossas atividades.

[ Hits: 43.091 ]

Por: Sincero Zeferino Filho em 26/04/2007 | Blog: http://zeferinno.blogspot.com.br/


Introdução



Seja honesto, você também tem uma grande antipatia por aquele "economês" exposto na mídia todos os dias, para explicar a ineficiência da economia Brasileira, não é mesmo? Pois bem! Trago para você uma notícia boa e outra má.

A má noticia é que eles nunca falarão a nossa língua. Que chato não? A boa noticia é que para formar nossos preços, não teremos de entender a língua deles. Basta observarmos mais atentamente a nossa movimentação financeira e aplicar alguns procedimentos.

Primeiramente não somos nós que ditamos o preço do nosso trabalho. Quem diz o preço que poderemos cobrar por aquilo que fazemos é o mercado. Veja que de nada adianta cobrar por um carro popular o preço de um carro de luxo, pois ninguém comprará. Sendo assim para que devemos calcular o preço, se no final é o mercado quem vai dizer o quanto cobrar? Simplesmente porque precisamos saber se cobrando aquele preço de mercado, conseguiremos pagar as despesas e ainda ter algum lucro.

Olha só que moleza! Basta saber:
  • Quais as nossas despesas em determinado período?
  • Quanto serviço poderemos fazer no mesmo período?

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Despesas
   3. Custo base e preço final
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Instalando Beryl no Windows XP

Remastersys: Crie seu próprio Live-CD do Ubuntu Linux

Instalando o Slackware em PC antigos

Entendendo os codecs, os containers formats e por que o Ogg é tão bom

Google AdSense vs Layout de websites

  
Comentários
[1] Comentário enviado por sabocinski em 26/04/2007 - 09:56h

Parabéns,
Realmente, cada centavo vale milhões.
Muito interessante um tipo de artigo deste em uma áera tão tecnica.
Abraço,

Sabocinski

[2] Comentário enviado por removido em 26/04/2007 - 11:21h

Estudei sobre formação de preços da faculdade de administração.

Excelente artigo.

[3] Comentário enviado por tuxSoares em 26/04/2007 - 15:55h

Parabens, muito bom mesmo, vou começar a aplicar algumas das suas dicas aqui. Valeu!

[4] Comentário enviado por akamaru em 26/04/2007 - 18:36h

Muito bom, estarei inserido esta regra e verificar o que começar a cobrar, pois eu não tinha muita noção do valor de quanto deveria cobrar.

[5] Comentário enviado por oheremita em 26/04/2007 - 19:43h

Agradeço à equipe VOL por publicar este artigo e àqueles que comentaram, pelo incentivo.

Tenho uma planilha para cálculos de custo, disponível no Escritório Aberto do BrOffice.org http://www.broffice.org.br/escritorio_aberto/gerenciamento
É só baixar e usar.

Felicidades!!!
T+

[6] Comentário enviado por Osky_CG.W em 26/04/2007 - 20:56h

Ótimo artigo, porem se você me permite ressaltar uma coisa: Se o preço fica muito abaixo do mercado, devemos deixar de ser preguiçosos e trabalhar também aos sábados ;- ) "Em todo mundo" se trabalha (ao menos) meio dia aos sábados . []s

Ops! Obrigado pelo artigo .. gostei muito.

[7] Comentário enviado por hugoalvarez em 27/04/2007 - 15:55h

Pow muito legal esse estudo, não li nenhum artigo parecido.

Até mais.

[8] Comentário enviado por F4xl em 01/05/2007 - 10:56h

Grandeeeeee Oheremita!

Mas uma vez vc mandou bem, meu companheiro de BrOffice.org ;-)

Parabéns pelo artigo e também pela planilha!

Abraços e até a próxima!

[9] Comentário enviado por arauto em 02/05/2007 - 14:27h

Parabéns pelo artigo, no site do Sebrae tem até uma planilha que ajuda a calcular o preço dos serviços conforme você explicou no seu artigo, vale a pena dar uma conferida:
http://www.sebrae.com.br/br/parasuaempresa/arq_parasuaempresa/A-Planilha_Formacao_Precos_Servicos.xl...


[10] Comentário enviado por Teixeira em 05/05/2007 - 17:30h

Algums vezes fica um tanto difícil estabelecer um preço justo para determinados serviços, devido ao "tempo envolvido" versus a "nobreza" do referido serviço.
Por exemplo (hipotetico): quanto cobrar para deixar bem limpinho e sem manchas o velho Pentium 100 do cliente, deixando até o teclado impecável?
Quanto cobrar para reinstalar o Windows E MAIS O RESTANTE DOS SOFTWARE do cliente que os técnicos JAMAIS reinstalam?
( Para detonar o Linux e instalar um Windows piratão, a turma por aí está cobrando R$ 60,00 )
No mais, só tenho a elogiar o artigo, que está muito bom e merece a nota 10.

[11] Comentário enviado por CerberusBH em 29/11/2007 - 23:42h

Rapaz, gostei muito!
Parabéns!

[12] Comentário enviado por everton3x em 29/01/2008 - 14:08h

Primeiramente, parabéns pela iniciativa de escrever sobre esse tema, muito importante, porém renegado muitas vezes.
Segundamente, alerto a todos que a metodologia apresentada é algo extremamente simples, indicada somente para aqueles que não tem nenhuma noção sobre o assunto. Caso se deseje/necessite de números mais confiáveis, deve-se utilizar metodologias mais elaboradas.

Mas de qualquer, forma, aplaudo a iniciativa do colega.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts