Bottlenecks - Métricas de performance de servidores

Ter um servidor bem dimensionado que suporte uma aplicação para um ambiente produtivo empresarial de mais de 30.000 usuários é um desafio. A resposta é investir em testes de performance, antes, é necessário criar as métricas que serão observadas e mensuradas durante os testes. As métricas aqui identificadas poderão servir como verificadores de existência de bottlenecks.

[ Hits: 27.002 ]

Por: Mário Mayerle Filho em 09/07/2010 | Blog: http://m2f0.com


Métricas para avaliação de performance - Análise de utilização de disco



Ter um servidor bem dimensionado que suporte uma aplicação para um ambiente produtivo empresarial de mais de 30.000 usuários é um desafio. O que fazer para obter confiança, performance, desempenho e sossego na manutenção? A resposta é investir em testes de performance. Os testes de performance certificarão que o hardware escolhido irá suprir as necessidades da aplicação e do ambiente produtivo da empresa.

Para realizar estes testes, antes, é necessário criar as métricas que serão observadas e mensuradas durante os testes. É sobre isso que trata esse artigo.

As métricas aqui identificadas poderão servir como verificadores de existência de bottlenecks em um equipamento dimensionado para um ambiente produtivo com S.O. Linux.

Métricas para avaliação de performance - Análise de utilização de disco:

Physical Disk Read Latency Analysis: Esta métrica corresponde à média da velocidade de leitura de uma partição primária de uma unidade de disco rígido. Esta análise determina se uma unidade de disco rígido está respondendo em uma velocidade lenta. Se o tempo de resposta permanecer entre 0.015 e 0.025 milissegundos então o sistema de leitura do disco rígido está respondendo de forma normal. Porém, caso a aferição seja superior a 0.025 milissegundos então o disco rígido estará respondendo lentamente caracterizando um bottleneck de leitura de disco rígido.

Physical Disk Write Latency Analysis: Afere a média da velocidade de gravação em uma partição primária de uma unidade de disco rígido. Esta análise determina se uma unidade de disco rígido está gravando os dados de forma lenta demais. Como ocorre com a latência de leitura, o recomendado é que os valores permaneçam entre 0.015 e 0.025 milissegundos para que se possa homologar como uma situação normal, porém a aferição superior a 0.025 caracterizará um bottleneck.

Logical Disk Read Latency Analysis: Esta métrica corresponde à média da velocidade de leitura de uma partição lógica de uma unidade de disco rígido. Esta análise determina se uma unidade de disco rígido está respondendo em uma velocidade lenta. Se o tempo de resposta permanecer entre 0.015 e 0.025 milissegundos então o sistema de leitura do disco rígido está respondendo de forma normal. Porém, caso a aferição seja superior a 0.025 milissegundos então o disco rígido estará respondendo lentamente caracterizando um bottleneck de leitura de disco rígido.

Logical Disk Write Latency Analysis: Afere a média da velocidade de gravação em uma partição lógica de uma unidade de disco rígido. Esta análise determina se uma unidade de disco rígido está gravando os dados de forma lenta demais. Como ocorre com a latência de leitura, o recomendado é que os valores permaneçam entre 0.015 e 0.025 milissegundos para que se possa homologar como uma situação normal, porém a aferição superior a 0.025 caracterizará um bottleneck.

Disk Transfers/sec: Disk Transfers/sec é a taxa de transferência de gravação e leitura em disco.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Métricas para avaliação de performance - Análise de utilização de disco
   2. Métricas para avaliação de performance - Análise de utilização do processador
   3. Métricas para avaliação de performance - Análise de utilização da Memória
   4. Métricas para avaliação de performance - Análise de utilização da Rede
Outros artigos deste autor

Instalando Zabbix no Debian Lenny

Leitura recomendada

Snort - Gerenciamento de redes

Faça um tour pelo aMSN 0.95b

Criar DVD de instalação do Linux a partir do seu HD

Instalação e utilização Telegram no Linux

Instalação ZABBIX Proxy CentOS/MySQL

  
Comentários
[1] Comentário enviado por clovesjr em 12/07/2010 - 09:10h

Mario,

Você usa os comandos top, iostat, sar, etc para tirar estes dados ou você usa alguma outra ferramenta?

[]s

Cloves Jr

[2] Comentário enviado por mariomayerle em 12/07/2010 - 09:24h

Ola Cloves,
Atualmente estou usando a seguinte lista de ferramentas:
Memoria - free, vmstat, mpstat, iostat, sar, pmap, htop;
CPU - vmstat, mpstat, iostat, sar e pmap;
I/O - vmstat, mpstat, iostat, sar;
Processos (e Kernel) - ipcs, ipcrm, dmesg, pidstat;
Rede - TCPDump, ping, ifstat, iptraf, atsar;
Neste momento me encontro setando e configurando um template no Zabbix para realizar a coleta das informações.
Novas métricas estão sendo descobertas. Quando tiver concluído a próxima etapa publicarei aqui no vol.
Qualquer dúvida estamos aí.
Abraços

[3] Comentário enviado por mariomayerle em 12/07/2010 - 15:13h

Caraca. Com 6.8 de nota eu não consigo nem ficar pra exame. rs
Obrigado pela crítica que (não) veio acompanhada da nota. =D
Abraços a todos.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts