Aventuras e desventuras com o kernel 2.6

Resolvi escrever este artigo para falar da minha experiência com os novos "kernels" (ou seria "kerneis"???) da série 2.6.x. Das coisas que eu consegui fazer funcionar e das demais que me forçam a manter o meu bom e velho 2.4.29 ativo.

[ Hits: 18.900 ]

Por: Carlos em 02/05/2005 | Blog: http://nullterminated.livejournal.com/


Introdução



E aí comunidade!

Resolvi escrever este artigo para falar da minha experiência com os novos "kernels" (ou seria "kerneis"???) da série 2.6.x. Das coisas que eu consegui fazer funcionar e das demais que me forçam a manter o meu bom e velho 2.4.29 ativo.

Recentemente, resolvi finalmente migrar meu sistema da agora antiga série 2.4.x para a nova 2.6.x. Já havia feito outras migrações anteriormente da série 2.0.x para a 2.2.x e desta para a 2.4.x, mas estava resistindo a abraçar o novo kernel 2.6, apesar de ser um "testador" nato. Meu pragmatismo se justificava por dois motivos:
  1. Eu esperava uma maturação maior do mesmo;
  2. Eu tinha certeza que alguns elementos do meu hardware atual não funcionariam muito bem com o novo kernel, a exemplo do meu modem PCTel HSP Micromodem 56K (pct789 PCI).

Mas agora não tinha mais como adiar, a versão 2.6.10 do kernel se mostrava bastante madura e eu havia adquirido um novo Tablet Genius WizardPen USB e para o mesmo funcionar corretamente seria necessário aplicar um patch e recompilar o kernel. Decidi que utilizaria um novo kernel da série 2.6.x, ao invés de simplesmente aplicar o patch no meu antigo. Também aproveitei a oportunidade para instalar o BootSplash. Daí começou meu calvário para que tudo funcionasse corretamente!

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Fazendo tudo funcionar
   3. Considerações finais
Outros artigos deste autor

Script "apagador de linhas"

KeepAlive para conexão discada (ou não)

O Software Livre e a Soberania Nacional

Software livre, software comunitário!

Leitura recomendada

Atualizando o kernel no Slackware

Kernel 2.6.9 em 20 passos

kernel Linux otimizado - Compilação e teste

Aplicando patches no kernel

Compilação do kernel v3.x no CentOS e Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por smoisesr em 02/05/2005 - 09:58h

Artigo nota 10.

Parabens

:)


[2] Comentário enviado por titã em 02/05/2005 - 11:07h


eu compilei o Kernel 2.6.o_ultimo_que_existe o startx não funfa. !

[3] Comentário enviado por Ilovelinux2004 em 02/05/2005 - 13:09h

Mas é kernels ou kernéis?

Surgiu a dúvida no ar agora.

[4] Comentário enviado por titã em 02/05/2005 - 14:23h

no meu caso eu uso o 2.4 original do Slack 10.1 e + o 2.6._ultimo_que_existe . mas o 2.6 não funfou legal o X

[5] Comentário enviado por daaugusto em 02/05/2005 - 16:03h

O plural de 'kernel' é 'kernels'. Kernel *não* é uma palavra portuguesa, portanto não se aplica a nossa regra gramatical para o plural de palavras terminadas com 'el'.

Contudo, pode-se usar palavras como cerne (cernes) e núcleo (núcleos) como uma tradução para o bom português de 'kernel'.

[6] Comentário enviado por removido em 02/05/2005 - 19:05h

é kérneis...
No português não existe plural de "erls" nem "gers".

kernel - kérneis...
hambúrger - hambúrgueres

colher - colheres
mulher - mulheres

é claro que para as palavras aportuguesadas...
Para as de grafia inglesa vale o plural inglês...
Aliás, seria quérnel... (paroxítonas terminados em l,n,r,x e ps são acentuados).

=======================

Mas seu artigo está legal. As agruras de quem tenta recompilar o "quérnel"... ;-))
Tente fazer isto no mandrake...
rapaz, estou até hoje tentando e não dá...
Eles mexem tanto no "quérnel" que ninguém consegue usar um genérico...


[7] Comentário enviado por caiovinic em 02/05/2005 - 21:45h

MUITO BOM ARTIGO!!!
E concordo plenamente com seus dois recados (apesar de ainda não ter conseguido migra totalmente...). Ainda estou mais apanhando que "batendo" mas, quanto mais eu uso Linux, mais me apaixono!

artigo nota 1000!
hehe

[8] Comentário enviado por agk em 04/05/2005 - 14:09h

Não encontrei maiores dificuldades quando migrei para o kernel 2.6, o maior problema foi saber o que marcar no menuconfig do kernel, depois de aprender como fazer foi fácil. Muitos dos meus periféricos passaram a funcionar e os que funcionavam ficaram melhores ainda. Um único detalhe é a minha "maldita", sim "maldita", placa de vídeo da "maldita" ATI que não funciona legal, pois funcionar ela até funciona, consegui configurar opengl, direct rendering depois de algum esforço, mas quando se trata de jogos ela simplesmente não funciona no Linux, toda vez que vou rodar qualquer jogo em tela cheia o monitor fica escuro e meu x é reiniciado e tenho que logar novamente. Meu monitor é um LG de 17" uso 1024x768 de resolução com 32bits de cor.

[9] Comentário enviado por osvaldomarquesjr em 20/05/2005 - 07:30h

Olá comunidade,

Passei a noite revirando e peneirando a internet em busca do tal "slmodem-2.9.10-abby.diff" e no único endereço referenciado por todos os sites recebo uma mensagem de "status: expired".

Seria possível alguém que o tenha baixado disponibilizá-lo para atrasados como eu?

Antecipada e profundamente agradeço.

Osvaldo

[10] Comentário enviado por pscnuke em 01/06/2005 - 13:43h

Olá,
tb não consigo achar o oatch para para o driver da SmartLink, o link citado não existe mais !

Alguém pode apontar outro endereco ?

Paulo
pscnuke@yahoo.com.br


[11] Comentário enviado por pscnuke em 01/06/2005 - 14:42h

Achei outro link para o patch:

http://www.mwmu.com/mw/computers/linux/dell600m/ ou
http://www.fedoraforum.org/forum/showthread.php?p=265409#post265409

Paulo
pscnuke@yahoo.com.br

[12] Comentário enviado por bones_pf em 13/06/2006 - 22:14h

olá pessoal!
Para esses que estão com problema para iniciar o X após a recompilação do kernel eh preciso reinstalar o driver da placa de video, no meu caso da nvidia
flw..

[13] Comentário enviado por GilsonDeElt em 24/12/2006 - 12:46h

Muito bom!
Sê teve a manha!
Uma pergunta:
O Slackware 11 é instalado com kernel 2.4.33.3.
Quais as vantagens de atualizar para 2.6.x?


Contribuir com comentário