Acessibilidade na Web

O World Wide Web Consortium (W3C), instituição responsável pela definição de padrões para a Web preza pela acessibilidade, isto é, pela garantia de que todos terão acesso ao conteúdo Web disponível. Este é, portanto, um assunto de interesse para todo desenvolvedor de conteúdo e/ou ferramentas para a Web.

[ Hits: 7.441 ]

Por: Hugo Cerqueira em 31/08/2015


Como tornar a Web acessível



Todas as limitações que citei no tópico anterior são superadas por um conjunto de fatores. Um deles é o uso de algumas configurações já disponíveis no hardware e software convencional. Outro é o uso de software e hardware especializado para deficientes, quando necessário. Há ainda um terceiro fator que é a estrutura das páginas Web.

Essa estrutura deve ser preparada para o acesso por pessoas com e sem deficiência. Caso contrário, o uso de configurações e equipamentos especializados terá grandes chances de ser ineficaz. A produção de conteúdo Web pode ser otimizada por ferramentas de editoração, mas estas também deverão garantir que o conteúdo produzido seja acessível. Para facilitar esse processo, ferramentas de validação de conteúdo podem ser usadas para verificar o nível de acessibilidade das páginas.

A Web Accessibility Initiative (WAI) determina algumas diretrizes para produção de conteúdo e ferramentas acessíveis:
  • Alternativas textuais para elementos não textuais (como imagens e gráficos, por exemplo)
  • Legendas e alternativas para multimídia
  • Conteúdo que pode ser apresentado de diversas formas
  • Conteúdo que seja fácil de ler e ouvir
  • Possibilidade de interagir com todo o conteúdo pelo teclado
  • Tempo suficiente para ler e interagir com o conteúdo
  • Conteúdo que não causa convulsões (por luzes piscantes ou animações)
  • Conteúdo facilmente navegável (com menus e métodos de pesquisa)
  • Textos legíveis e compreensíveis
  • Conteúdo previsível
  • Conteúdo que ajuda o usuário a evitar e corrigir erros
  • Conteúdo que é compatível com ferramentas (incluindo navegadores) atuais e futuras

Esses são apenas alguns exemplos de medidas que devem ser adotadas para garantir um melhor acesso por todos ao conteúdo Web, porém mais detalhes podem ser encontrados nos manuais de acessibilidade do W3C:
NOTA: O documento WCAG, na versão 2.0, foi traduzido para o português pelo grupo de trabalho de acessibilidade do W3C Brasil. O endereço para acesso a este documento está nas referências, no fim deste artigo.

É importante lembrar que custa menos (tecnicamente e financeiramente) tornar o conteúdo acessível logo no início dos projetos do que fazê-lo depois que o projeto já foi implementado.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é acessibilidade na Web
   2. Diversidade na Web
   3. Como tornar a Web acessível
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Modelos de Negócio para o Software Livre

Entenda o XML - Parte 1

psql - Conheça o básico

Entenda o XML - Parte 2

Aprisionamento Tecnológico

Leitura recomendada

Instalando Adobe Flash 10 em distros amd64 (Ubuntu, Mandriva, Fedora)

Entenda o XML - Parte 2

Senhas seguras: algumas técnicas e script para teste

Entenda o XML - Parte 1

Entenda o XML - Parte 3

  
Comentários
[1] Comentário enviado por [email protected] em 06/09/2015 - 09:46h

Obrigado pelo artigo Hugo. Excelente... Parabéns!

[2] Comentário enviado por xclaudin em 09/09/2015 - 15:06h


Um belo artigo, com muitos pontos importantes de grande ajuda!
Muito obrigado pela contribuição.

[3] Comentário enviado por cleitonjr em 09/09/2015 - 15:19h

Muito bom o conteúdo abordado. Parabéns!
Ótimo artigo.

[4] Comentário enviado por taynara em 12/09/2015 - 17:01h

Ótimo artigo, realmente interessante.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts