Acessando a Internet 3G da Claro no Ubuntu e no Debian de maneira simples

Depois que consegui fazer isso eu me motivei a escrever este tutorial pra compartilhar com vocês como é simples, não precisa de script nem nada mirabolante.

[ Hits: 16.057 ]

Por: Perfil removido em 02/09/2010


Introdução



Uma das últimas coisas que faltava eu fazer no Linux era acessar a Internet via banda larga móvel. Eu quase desisti, achei vários tutoriais, pesquisei em vários fóruns, porem a maioria das soluções eram bem complicadas, implicavam na criação de scripts, etc.

O pior é que todas elas não deram certo pra mim (eu tinha até convencido um amigo a trocar o sistema operacional do computador dele pelo Ubuntu, mas "empaquei" com o modem 3G dele)... Até que um belo dia encontrei as palavras-chave meio que "jogadas ao vento" num dos fóruns do Viva o Linux, pensei um puco, "juntei as pecinhas", e me surpreendi, pois a solução era muito mais simples do que eu imaginava (isso realmente é um mal da maioria dos profissionais de informática (e das pessoas em geral), sempre começam tentando resolver um problema pelo lado mais difícil, enquanto a solução está bem na sua frente).

Tudo bem que antes era bem mais difícil, mas hoje com as novas versões do Ubuntu e com o Debian Squeeze tudo ficou bem mais fácil, com eles não precisamos fazer mais nada "no braço". Indo direto ao ponto, depois que consegui fazer isso eu me motivei a escrever este tutorial, pra compartilhar com vocês como é simples, não precisa de script nem nada mirabolante.

Meu exemplo é usando o Ubuntu Lucid e o Debian Squeeze com um modem Huawei E1553 da Claro, mas acredito eu que a mesma "ideia" serve pra modens ZTE usados pela Vivo, entre outros. O segredo está em dois pacotes que precisam ser instalados, os quais são achados facilmente um uma pesquisa pelo Synaptic.

Tais pacotes são o "modemmanager" e o "usb-modeswitch". Na verdade, o "modemmanager" já vem instalado no Ubuntu, e no caso basta instalar o "usb-modeswitch", que por sua vez instala junto a dependência "usb-modeswitch-data".
No Debian estes pacotes já vêm instalados (lembrando que minha instalação foi feita a partir do DVD do Squeeze, e estes pacotes podem não estar presentes em uma instalação mínima, como por exemplo usando um CD).

Mesmo assim, no meu caso eu não consegui fazer o modem funcionar na primeira, mas resolvi o problema facilmente indo no Synaptic e marcando os três pacotes ("modemmanager", "usb-modeswitch", "usb-modeswitch-data") para reinstalação.

Não necessariamente isso seja requisito (no Ubuntu certamente não é, pois não o fiz), mas talvez seja necessário instalar o pacote "wvdial" e suas dependências (disponíveis no DVD) pra funcionar no Debian, mas isso foi algo que fiz no desespero, e não sei realmente se ajudou ou não, só sei que funcionou.

É claro que pra estes processos de instalação precisamos estar previamente conectados à Internet usando outra conexão, como a de sua rede LAN normal, pra baixar os pacotes (a menos que você tenha os discos com os repositórios mais atuais e completos do Debian ou do Ubuntu).

Depois eu fui no Gerenciador de atualizações, pedi pra verificar por atualizações, aparecerem algumas atualizações relacionadas, como de pacotes de controle para PPP, instalei tudo e daí então funcionou.

Depois dos pacotes instalados, conecte o modem numa porta USB (melhor que seja uma porta USB 2.0), aguarde um pouco até que o sistema reconheça o dispositivo (isso ficará bem visível pois ele aparecerá na tela como se fosse um pendrive conectado, quando isso acontecer pode deixar o ícone lá quieto, não influencia em nada). Em seguida, clique com o botão contrário do mouse no ícone da rede na área de notificação e marque no menu pop-up que aparece a opção "Habilitar banda larga móvel".
Ok, agora clique com o botão normal do mouse novamente no ícone da rede e clique na nova opção que aparece "Nova conexão de banda larga móvel (GSM)". Ah, sim... Nas minhas imagens de exemplo eu coloquei screenshots alternados entre meu Ubuntu Lucid e meu Debian Squeeze, propositalmente pra mostrar que os processos são os mesmos nas duas distros, algumas coisas podem mudar dependendo das configurações de seu sistema ou talvez de pacotes que você tenha previamente instalado, mas isso é um padrão (lembrando inclusive que eu, por exemplo, só uso no Debian os repositórios padrão da versão testing do Squeeze, mesmo porque ainda sou "bisonho" pra usar os repositórios SID, e no Ubuntu também não uso nenhum pacote adicional, somente os oferecidos originalmente na instalação de cada distro, que fiz via DVD pro Debian e via Live CD pro Ubuntu).
Note que, especialmente no Debian, pode aparecer já uma conexão na lista quando você clica no ícone, ela está desabilitada, e isso é normal (além de ser um bom sinal). Posteriormente ela dará lugar na lista à conexão que criaremos. Tendo clicado no menu pra criar a nova conexão, aparecerá um assistente, bem intuitivo, onde você vai informar seu país (no caso Brasil), a operadora (no caso Claro), e possivelmente você tenha que selecionar seu modem numa lista (se aparecer esta lisa só vai ter um item mesmo, que é o seu modem conectado), mas como no caso só temos um modem o assistente automaticamente já configura por padrão sem precisar selecionar. São poucas telas e cliques. O ponto importante deste assistente é a tela de seleção de plano, que deve ser selecionado corretamente.
Bem, obviamente selecionamos a opção "3G" nesta tela. Depois bastam mais alguns poucos cliques pra prosseguir e terminar o assistente sem precisar alterar mais nada. Terminado o assistente, clique de novo no ícone de rede e depois clique na conexão que criamos.
Pronto, em poucos segundos você estará conectado à Internet, quando e conexão estiver estabelecida com sucesso você verá a mensagem tão esperada na tela, mais ou menos como esta (eu coloquei a do Debian porque acho o layout dela mais bonito que a do Ubuntu).
Agora é só de divertir. Você pode alterar as configurações de sua conexão clicando com o botão contrário no ícone da rede e selecionando a opção "Editar conexões..." pra acessar a tela de configuração das suas conexões de rede, selecionando-a então na aba "Banda larga móvel", ajustando para, por exemplo conectar automaticamente ou resolver problemas com senha de autenticação, número de discagem, endereço APN... Mas se tudo foi feito corretamente isso não será necessário. Se você não alterar as configurações padrão, sempre que precisar conectar à Internet terá que repetir o processo pra habilitar a banda larga móvel e depois selecionar sua conexão, mas isso é simples...

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Mencoder ripando DVD para DIVX

GNU/Linux - Benefícios na Área Administrativa

VPN com openVPN no Slackware 11

Big Linux: A opção ideal para iniciantes

Instalando EpiInfo 6.0.4d no Slackware 10.2

Leitura recomendada

Chrome Remote Desktop - O serviço de acesso remoto do Google

SOCKS - Acessando Hosts remotos via OpenSSH

Programando em rede com Gobby

Apt-mirror: Como criar um mirror para o Ubuntu 9.04

Monitoramento de portas com netcat

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 02/09/2010 - 12:49h

Não Pedro, não é tão simples para um recém-usuário, e esses aparecem aos montes com esse problema de conexão 3G.
Quando usava 3G, o Ubuntu reconheceu de cara a conexão, não tive aventuras com isso, mas outros por alguma razão ou outra não conseguem conexão fácil na mesma disto. Seu tuto explicou as razões, muito bom mesmo.

Favoritado!

[2] Comentário enviado por Symbian em 04/09/2010 - 13:40h

opa sou um recém-usuário e gostaria de saber se esse metodo funciona com o 83D da vivo Sendo que meu sistema é o Centos , e outra a diferença entre um e outro o os comandos sao os mesmo para cada um , pois baixei uns supostos programas pelo fornecedor da AIKO para ubuntu e bom nao deu em nada poderia dar uma forma ?

[3] Comentário enviado por removido em 05/09/2010 - 12:16h

Olha, não sei te dizer... Mas se você procurar por algo ensinando como fazer no /fedora ou Suse pode ajudar, pois o esquema de pacotes da sua distro não é o mesmo que os Debian-like, e pode ser um pouco diferente.

[4] Comentário enviado por ifmacedo em 06/09/2010 - 10:44h

Parabéns, Pedro! Ótimo tuto, com imagens e tudo mais, fica fácil entender.

Eu utilizei durante um longo tempo internet 3G. No meu caso, mesmo usando o Ubuntu, eu tinha de criar arquivos com alguns comandos pra levantar o módulo e só depois ele funcionava. O meu modem era o MD300 da Sony. Eu também utilizava a Claro como provedora. Infelizmente alguns dispositivos ainda não são reconhecidos pelo sistema de cara (mas nem no Windows isso é possível, sendo necessária sua instalação). Porém, no Linux, isso se torne um pouco mais díficil por termos nós de faze-lo funcionar sem nenhum cd de instalação ou nenhum tutorial. As várias distros impedem de termos um procedimento único, o que varia de distro pra distro... em alguns casos funciona, em outros não.

[5] Comentário enviado por removido em 06/09/2010 - 14:10h

Valeu, galera!

Obrigado pelos comentários!
Isso me motiva a continuar escrevendo!

[6] Comentário enviado por dcabral em 12/09/2010 - 16:37h

Excelente. Simples, preciso e conciso.
Resolveu meu problema de forma simples quando eu já havia tentado várias coisas mirabolantes, como leigo no Linux que sou.
Parabéns pela disseminação junto a comunidade.

[7] Comentário enviado por santana.mobile em 23/09/2010 - 18:13h

Existe uma maneira relativamente mais fácil de se fazer isso, eliminando a utilização do usb-modeswitch.
Basta seguir as dicas deste post:
http://santanamobile.wordpress.com/2010/02/22/modem-zte-mf622/

Após isto o dispositivo será sempre iniciado como um modem.
Àqueles que precisarem utilizar o modem também no windows, manter uma unidade de armazenamento removível com os drivers do modem, caso seja necessário utilizá-lo neste sistema.

[8] Comentário enviado por rafaeleandro em 27/10/2010 - 09:14h

faço das minhas palavras as do dcabral...

tentei muitas coisas antes e tinha até desistido, porém ao ver esse arquivo resolveu o problema...

valeu...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts