Abrindo um servidor X dentro de outro

Este artigo (baseado em um texto do Morimoto - desenvolvedor do Kurumin), se propõe a ensinar como utilizar um servidor X chamado "Xnest" para abrir um servidor X dentro de outro servidor X já em funcionamento.

[ Hits: 16.770 ]

Por: andre uebe em 28/03/2005 | Blog: http://resa.net.br


Entendendo o processo



Sabem aquela brincadeira de colocar um espelho de frente para outro e ver a imagem sendo refletida infinitamente? É mais ou menos isto que é possível fazer no KDE.

Este artigo, retirado de um artigo do Morimoto (desenvolvedor do Kurumin) sobre remasterização do CD Knoppix, se propõe a ensinar como utilizar um servidor X chamado "Xnest" para abrir um servidor X dentro de um outro servidor X já aberto.

Esta opção é muito interessante caso queiramos testar algum programa que pode estar instável e, em caso de travamento, não precisar reiniciar o servidor X ativo (Ctrl + Alt + Backspace).

Outra utilidade é a própria diversão. Para quem está acostumado com a mesmice do Windows, a possibilidade de abrir um ambiente gráfico dentro de outro (como um clone em miniatura) é, no mínimo, curiosa.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Entendendo o processo
   2. Como fazer?
Outros artigos deste autor

Fazendo o Palm/Treo Funcionar no Ubuntu/KUbuntu

Escrevendo em arquivos PDF

Dukto - Transferindo arquivos entre computadores conectados à mesma rede

Utilizando o Smartphone Samsung Omnia 900i como modem via bluetooth no Ubuntu 9.10

Instalando e usando impressora e scanner na multifuncional HP F4180 (e série F4100) no Linux

Leitura recomendada

Melhorando a experiência com Cinnamon no LMDE

Usando OpenBSD como desktop

Cursos online grátis sobre Software Livre!

LPI - Certificação Profissional Linux

Rode o Blackbox no Windows XP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por pflynn em 28/03/2005 - 09:59h

O Xnest tem uma utilidade que vai além do uso local. Ele é muito bom para acessar servidores X remotos. Assim, você pode trabalhar ao mesmo tempo em sua máquina local e em um ou mais hosts remotos sem a necessidade de ficar alternando os displays manualmente com CTRL+ALT+Fn. Muito bom o XNest !

[2] Comentário enviado por luiscarlos em 28/03/2005 - 17:24h

O linux eh incrivel, varias formas de se fazer a mesma coisa, até então eu logana na console e fazia xinet --:2 e então abria a interface do X onde eu digitava startkde e voillá, temos um novo ambiente gráfico KDE, um em F7 e outro em F8, simples e direto, do jeito que eu gosto dos artigos, parabéns!!!


Contribuir com comentário