Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

1. Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 12/03/2021 - 05:53h

E ai gente fina da coxa grossa. Estava eu aqui pesquisando uns assuntos randons porque estou sem dormir. Dai me veio pesquisar a proporção de homensxmulheres na computação. O que acabei achando é que o que já confirmei na faculdade: tem muito homem na computação e ciências em geral.
ver um artigo aqui que é ótimo sobre o assunto (em inglês):
https://medium.com/@geecko86/of-mice-and-only-men-e14a217d8745

Uma coisa que me chamou atenção em tal artigo é: os estereótipos. Pra quem não sabe do que se tarta, estereótipos são padrões que reconhecemos como verdades, ou para alguns mais escrotos, como menina usa rosa e menino usa azul, menina brinca com boneca e menino com carrinho, essas M3rdas ai que um certo energumeno lá de cima espalha.

Enfim, só gostaria de sugerir pra você que tem filha pequena: compre brinquedos que fazem sua filha desenvolver de veradde e não criar uma nova dona de casa. Existem pessoas que acham bacana defender igualdade de gênero e até meio que namoram com comunismo (outra bobagem sem tamanho). Mas mal sabem eles que dar boneca pra uma menina é incentivá-la a querer optar por ficar em casa cuidando de bebê do garanhão que trabalha e põe o que comer na mesa.

O pior nem é isso cara, mas que eu mesmo, esse que vos escreve, também tem esses estereótipos de mulher brinca de boneca. Gostaria de dizer que, ao invés de por exemplo, dar brinquedos só pra brincar, dê brinquedos que fazem pensar ou que mexem com raciocínio. Pode ser pra menino e menina, não precisar dar carrinho pra sua filha e nem o max steal pra ela, mas um lego cara, um lego é um brinquedo muito bom pro desenvolvimento da criança, não apenas para meninas.

Enfim, fica a dica ai pra quem quiser fazer uma autocrítica, mesmo que internamente.
Lego nas americanas:
https://www.americanas.com.br/categoria/brinquedos/lego
Um preço baixo a se pagar pelo desenvolvimento da sua filha!

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"


  


2. MELHOR RESPOSTA

Paulo
paulo1205

(usa Ubuntu)

Enviado em 15/03/2021 - 02:14h

Caro SamL, há quanto tempo não o via!

Eu tenho uma filha. Sempre dei Lego a ela para estimular a criatividade, e sempre achei Barbie uma porcaria consumista.

Ela pouco brincou com Lego. E adora (ou adorava — já está passando para outra fase) brincar com boneca — especialmente Barbie, e, com quanto mais rosa-choque, melhor. Ela tinha talento para os quebra-cabeças, mas preferia o fogãozinho e panelinhas de plástico. O carrinho de controle remoto só servia como depósito para as pilhas.

Eu nunca acreditei que fosse um mal, em si, que meninas e mulheres praticassem certas atividades e que meninos e homens preferissem outras. Mesmo dentro de nossas casas — pelo menos para aqueles que tivemos o privilégio de ter sempre um pai e uma mãe debaixo do mesmo teto — sempre tivemos situações de procurar prioritariamente a mãe, e situações em que fazia mais sentido procurar o pai primeiro. Isso não tem a ver com o papel esperado ou aprendido, de cada um na família?

Não acredito em quem diz que não existem diferenças essenciais entre mulheres e homens, ou em quem diga que as diferenças observadas são exclusivamente culturais. É evidente que há diferenças naturais, não apenas de formato, mas de comportamento. Quem vai negar, por exemplo, que hormônios influenciam comportamentos? Ou quem vai negar a existência de comportamentos distintos entre os sexos em outras espécies de animais? O “patriarcado” entre leões e entre lobos também são construções sociais? E o “matriarcado” entre hienas e entre elefantes, é o quê?

É também inegável que há certas ideologias e sistemas religiosos e formas de governo que oprimem as mulheres. O islamismo, por exemplo, é um sistema religioso e, ao mesmo tempo, prescreve uma forma de governo, e explicitamente diz que as mulheres são intelectualmente deficientes (Corão 2:282, Sahih Al-Bukhari 2658), moralmente depravadas (Sahih Al-Bukhari 1052, Sahih Muslim 142), devendo ser punidas fisicamente por seus maridos (Corão 4:34, Sahih al-Bukhari 5825), precreve que mulheres tomadas como espólio de guerra podem ser livremente estupradas por muçulmanos (Corão 4:24), promove a mutilação genital feminina (alguns dizem que apenas culturalmente, outros dizem que como parte da própria religião), entre outros absurdos e assimetrias, tais como o mesmo homem poder ter até quatro esposas fixas (fora as prisioneiras de guerra, escravas e mulheres avulsas em casamentos temporários) e a amamentação de homens adultos. Outro sistema opressor de mulheres é o sistema que existe sob o regime comunista chinês: insuspeito de ser religioso como o islamismo, este envolve aspectos culturais e políticos que fazem com que diversos casais limitados a um único filho deliberadamente matem crianças nascidas do sexo feminino, por entenderem que terão piores perspectivas de vida do que meninos.

Por mais que se reclame no ocidente, com maior ou menor razão — e eu arriscaria dizer que com frequência é com menor razão — do sistema misto judaico-cristão no campo da religião e moralidade e greco-romano na filosofia e nas leis, ele está MUITO LONGE de se parecer com o islamismo ou com a cultura sócio-política secular chinesa. Curiosamente, no entanto, nossos SJWs de cada dia preferem atacar não estes terríveis e explícitos opressores, mas aquele, no qual o espaço para a ação das mulheres é muito mais amplo e a tolerância muito mais desejada e estimulada.

Não vejo como refletir inclinações naturais médias de cada sexo — exceções existem, sim, mas continuam sendo excepcionais — em aspectos da cultura ou até das leis possa ser considerado fundamentalmente opressivo. Mais opressivo me parece ser a repressão ostensiva de tais inclinações naturais ou forçar indivíduos a agir todo o tempo contra sua natureza. Se, em média, mulheres tendem a ser solidárias, cuidadoras e cautelosas, temo sinceramente que forçá-las socialmente a se tornarem individualistas, indiferentes e agressivamente ousadas possa ser um veículo para vidas mais propensas a desequilíbrios emocionais, da mesma maneira que tolher a natureza, em média, mais competitiva, territorialista e conquistadora dos homens, como se o desejo de ser um vencedor — não apenas sobre outrem, mas inclusive, e principalmente de si mesmo — fosse um grande pecado, talvez o maior de todos.

Experimentos sociais que negam constatações óbvias da biologia de homens e mulheres estão fadados a produzir maus resultados, que instabilizam e instabilizarão qualquer sociedade onde seguirem sendo implantados ou impostos, produzindo homens e mulheres cada vez mais instáveis emocionalmente e espiritualmente, incapazes de manter ou mesmo de desejar, entre outras coisas, relacionamentos duradouros, o que, por sua vez, produz uma nova geração de filhos ainda mais inseguros, por estarem imersos na mesma ideologia de confusão, e sem modelos de seus pais em que se inspirar positivamente e se sustentar.

Na minha casa, com minha filha, eu fiz um experimento social: na minha limitação em conseguir entrar na mente de uma criança (eu não tinha imaginação de criança nem quando era criança, ainda menos depois dos quarenta!), e menos ainda na cabeça de uma menina, e acabei cercando-a de uma porção de coisas e atitudes “de menino”. E ela sempre preferiu tudo o que era estritamente “de menina”, mesmo sem estímulo para que o fizesse — e até, diria eu, com estímulo contrário.

Construção social uma ova!


Quanto ao título da mensagem, meu conselho é este: na medida do possível, deixe a criança escolher o brinquedo. Se for para induzir, induza ao aprimoramento intelectual, quiçá com resultados palpáveis, não ao que promove especificamente o comportamento X ou a atitude Y. Se a menina gosta de fogãozinho, considere, por exemplo, um que brinquedo permita fazer comidinhas de verdade. Se o menino gosta de jogos de competição, considere aqueles que lhe permitam adquirir conhecimentos ou habilidades, em vez de apenas passar o tempo.


... Então Jesus afirmou de novo: “(...) eu vim para que tenham vida, e a tenham plenamente.” (João 10:7-10)

3. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

leandro peçanha scardua
leandropscardua

(usa Ubuntu)

Enviado em 12/03/2021 - 13:14h


O único problema das peças montáveis é que elas ficam espalhadas pela casa.


4. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 12/03/2021 - 14:48h

leandropscardua escreveu:


O único problema das peças montáveis é que elas ficam espalhadas pela casa.

Imagino mesmo, mas fica tranquilo cara, é melhor deixar espalhada hoje e amanhã ter uma filha mais criativa, ou pelo menos, mais desenvolvida intelectualmente. Além do mais, tu ppode pensar nisso como uma oportuniadde de educar: exemplo, tem peças pela casa? Ao invés de tu juntar, diga pra sua filha juntar as peças. Não sou educador, mas acredito que bom senso do pai e mãe vale mais nesse ponto. Se todo pai ou mãe soubesse o que e "certo" pro seu filho/filha, acredito que teriamos uma geração de adultos dependentes de decisões de outros adultos mais velhos.


____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"


5. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

leandro peçanha scardua
leandropscardua

(usa Ubuntu)

Enviado em 12/03/2021 - 21:03h


SamL escreveu:

leandropscardua escreveu:


O único problema das peças montáveis é que elas ficam espalhadas pela casa.

Imagino mesmo, mas fica tranquilo cara, é melhor deixar espalhada hoje e amanhã ter uma filha mais criativa, ou pelo menos, mais desenvolvida intelectualmente. Além do mais, tu ppode pensar nisso como uma oportuniadde de educar: exemplo, tem peças pela casa? Ao invés de tu juntar, diga pra sua filha juntar as peças. Não sou educador, mas acredito que bom senso do pai e mãe vale mais nesse ponto. Se todo pai ou mãe soubesse o que e "certo" pro seu filho/filha, acredito que teriamos uma geração de adultos dependentes de decisões de outros adultos mais velhos.


____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"

Claro! Reclamei brincando. Aprendi faz pouco tempo q ela obedecia (ao menos na maior parte das vezes) qdo eu mando ela guardar as peças. O desafio é restringir o tempo nos eletrônicos. Ao mesmo tempo que facilita também cria uma distorção, ainda mais em tempo de pandemia em que o contato com outras crianças é prejudicado.



6. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 13/03/2021 - 11:41h

-minha filha ganhou muitas bonecas quando criança e e ainda tem muitas delas até hoje
-mas isso não a impediu de fazer faculdade e hoje andar com suas próprias pernas
-meu filho ganhou muitos carrinhos quando criança e ainda tem muitos deles até hoje
-mas isso também não o impediu de hoje também estar cursando faculdade
-resumindo
-quem quer algo da vida e tiver um minimo de apoio vai correr atrás dos seus sonhos
-independente de ganhar bonecas, carrinhos ou video-games





7. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 13/03/2021 - 19:47h


clodoaldops escreveu:

-minha filha ganhou muitas bonecas quando criança e e ainda tem muitas delas até hoje
-mas isso não a impediu de fazer faculdade e hoje andar com suas próprias pernas
-meu filho ganhou muitos carrinhos quando criança e ainda tem muitos deles até hoje
-mas isso também não o impediu de hoje também estar cursando faculdade
-resumindo
-quem quer algo da vida e tiver um minimo de apoio vai correr atrás dos seus sonhos
-independente de ganhar bonecas, carrinhos ou video-games




Exato. Até porque o que falei não quer dizer que irá ser o destino final de alguém. Como tu disse ai, com apoio, que geralmente ou é do pai e mãe ou alguém que cria, a pessoa desenvolve num nível muito bom. Tive uma namorada ai no ano passado que ela era mais velha que eu (panela velha é que faz comida boa). Eu insisti pra ela fazer cursos mas ela como já tá com a mente já formada, nem ligava pro que eu falava, dai eu também parei de insistir na ideia porque não sou eu que vou exigir diploma pra uma namorada minha.

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"


8. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

leandro peçanha scardua
leandropscardua

(usa Ubuntu)

Enviado em 13/03/2021 - 22:36h


SamL escreveu:


clodoaldops escreveu:

-minha filha ganhou muitas bonecas quando criança e e ainda tem muitas delas até hoje
-mas isso não a impediu de fazer faculdade e hoje andar com suas próprias pernas
-meu filho ganhou muitos carrinhos quando criança e ainda tem muitos deles até hoje
-mas isso também não o impediu de hoje também estar cursando faculdade
-resumindo
-quem quer algo da vida e tiver um minimo de apoio vai correr atrás dos seus sonhos
-independente de ganhar bonecas, carrinhos ou video-games




Exato. Até porque o que falei não quer dizer que irá ser o destino final de alguém. Como tu disse ai, com apoio, que geralmente ou é do pai e mãe ou alguém que cria, a pessoa desenvolve num nível muito bom. Tive uma namorada ai no ano passado que ela era mais velha que eu (panela velha é que faz comida boa). Eu insisti pra ela fazer cursos mas ela como já tá com a mente já formada, nem ligava pro que eu falava, dai eu também parei de insistir na ideia porque não sou eu que vou exigir diploma pra uma namorada minha.

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"

Isso vai muito da formação dada pela família. Minha esposa tem um meio irmão e as filhas dele não ligam muito p formação, o q é impensável p ela(minha esposa). Eu acho q o importante é ensinar a criança a ser capaz de conseguir as coisas sem depender de ninguém. Não é viver sem precisar de ninguém, mas de ser capaz de alcançar um objetivo sozinha. Tem muita mulher q sofre violência e não pode sair de casa pq depende do marido. Isso sim eu acho q tem de ser evitado.



9. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego [RESOLVIDO]

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 13/03/2021 - 23:17h


leandropscardua escreveu:


SamL escreveu:


clodoaldops escreveu:

-minha filha ganhou muitas bonecas quando criança e e ainda tem muitas delas até hoje
-mas isso não a impediu de fazer faculdade e hoje andar com suas próprias pernas
-meu filho ganhou muitos carrinhos quando criança e ainda tem muitos deles até hoje
-mas isso também não o impediu de hoje também estar cursando faculdade
-resumindo
-quem quer algo da vida e tiver um minimo de apoio vai correr atrás dos seus sonhos
-independente de ganhar bonecas, carrinhos ou video-games




Exato. Até porque o que falei não quer dizer que irá ser o destino final de alguém. Como tu disse ai, com apoio, que geralmente ou é do pai e mãe ou alguém que cria, a pessoa desenvolve num nível muito bom. Tive uma namorada ai no ano passado que ela era mais velha que eu (panela velha é que faz comida boa). Eu insisti pra ela fazer cursos mas ela como já tá com a mente já formada, nem ligava pro que eu falava, dai eu também parei de insistir na ideia porque não sou eu que vou exigir diploma pra uma namorada minha.

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"

Isso vai muito da formação dada pela família. Minha esposa tem um meio irmão e as filhas dele não ligam muito p formação, o q é impensável p ela(minha esposa). Eu acho q o importante é ensinar a criança a ser capaz de conseguir as coisas sem depender de ninguém. Não é viver sem precisar de ninguém, mas de ser capaz de alcançar um objetivo sozinha. Tem muita mulher q sofre violência e não pode sair de casa pq depende do marido. Isso sim eu acho q tem de ser evitado.


Concordo com tudo que tu disse e digo mais, que essas falhas na criação de uma pessoa, seja menino ou menina, dá um baita impacto na sociedade. Porque essa pessoa vai virar adulto e a maior parte da formação que teve em casa será refletida em atos e atitude na sociedade. Então, de certa forma, dizer que por exemplo, a escola pública é ruim é uma mentira (pegando um assunto lateral). Porque tipo, quem educa a pessoa não é a escola e sim a família de tal pessoa. Além do que acho que uma boa familia com indivíduos de bom senso equilibrado dificilmente gerarão um adulto desequilibrado ou mesmo um meliante em alguns casos. não me refiro a posição social dos adultois da familia, até porque isso não indica se alguém será um bandido ou não, porque tem muito pais "pobres" que ensinam riquezas de valores a seus filhos, formando assim um adulto mais consciente, mas quanto ao exemplo que o pai e mãe dão, isso sim é mais forte na criação do que simplesmente mandar seu filho(a) pra uma ótima escola.

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"


10. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego

Paulo Jr
Pebis

(usa Debian)

Enviado em 14/03/2021 - 09:30h

Sou totalmente contra o posicionamento de "assim é que devemos ensinar nossos filhos". Sou defensor do pátrio poder. Os pais devem ter o direito de criar seus filhos de acordo com suas crenças. O que você acha certo pode ser que outra pessoa ache errado, isso constrói uma sociedade com pessoas pensado diferente, o que é salutar. Essa tentativa de fazer uma Sociedade seguir uma mesma linha de pensamento só encontramos em países como Coreia do Norte, China, Cuba e muitos países a Oriente Médio e curiosamente em todos eles os cidadãos são privados de suas liberdades, suas crenças.



11. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 14/03/2021 - 10:04h

Pebis escreveu:

Sou totalmente contra o posicionamento de "assim é que devemos ensinar nossos filhos". Sou defensor do pátrio poder. Os pais devem ter o direito de criar seus filhos de acordo com suas crenças. O que você acha certo pode ser que outra pessoa ache errado, isso constrói uma sociedade com pessoas pensado diferente, o que é salutar. Essa tentativa de fazer uma Sociedade seguir uma mesma linha de pensamento só encontramos em países como Coreia do Norte, China, Cuba e muitos países a Oriente Médio e curiosamente em todos eles os cidadãos são privados de suas liberdades, suas crenças.

E onde eu to obrigando a seguir essa linha de pensamento?
Tu tem que saber diferenciar uma mera sugestão de uma obrigação. E acredite ou não, eu tentei evitar ao máximo passar ideia de que DEVE ser assim e pronto.

QUem quer transformar o país numa coreia do norte é gente que reaemente pensa, que esses sim dizem que deve, menina brincar de boneca e menino de carrinho. Com que interesse nisso? Não sei. Defender a familia cristã brasileira? Mas do quê? Das teorias da conspiração que o asno acredita? Me poupe!

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"


12. Re: Não compre bonecas pra sua filha, compre lego

Paulo Jr
Pebis

(usa Debian)

Enviado em 14/03/2021 - 10:15h

SamL escreveu:

Pebis escreveu:

Sou totalmente contra o posicionamento de "assim é que devemos ensinar nossos filhos". Sou defensor do pátrio poder. Os pais devem ter o direito de criar seus filhos de acordo com suas crenças. O que você acha certo pode ser que outra pessoa ache errado, isso constrói uma sociedade com pessoas pensado diferente, o que é salutar. Essa tentativa de fazer uma Sociedade seguir uma mesma linha de pensamento só encontramos em países como Coreia do Norte, China, Cuba e muitos países a Oriente Médio e curiosamente em todos eles os cidadãos são privados de suas liberdades, suas crenças.

E onde eu to obrigando a seguir essa linha de pensamento?
Tu tem que saber diferenciar uma mera sugestão de uma obrigação. E acredite ou não, eu tentei evitar ao máximo passar ideia de que DEVE ser assim e pronto.

QUem quer transformar o país numa coreia do norte é gente que reaemente pensa, que esses sim dizem que deve, menina brincar de boneca e menino de carrinho. Com que interesse nisso? Não sei. Defender a familia cristã brasileira? Mas do quê? Das teorias da conspiração que o asno acredita? Me poupe!

____________________________________________
https://nerdki.blogspot.com/ acessa aí vai lá, é grátis!
Capeta (demo) do meu trabalho:
https://github.com/cpusam
"com o bug fix vem a perfeição"


Primeiro, interprete corretamente o que eu disse, em momento algum eu citei a palavra obrigação ou disse que está obrigando, mas está sim colocando seu posicionamento: "Crie assim e não assado", e sou contra isso pelos motivos que já citei. Inclusive no início já cita que quem pensa diferente é [*****]. Não considero minha mãe escrota por me dar carrinho e não me sinto [*****] por ter criado meu filho dando carrinhos.
Segundo, escreve querendo que todos concordem com suas opiniões? Não escreva para o público. Pois alguns irão discordar.



01 02 03



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts