Confiabilidade de Distribuições.

1. Confiabilidade de Distribuições.

Lucas
llucas74

(usa Ubuntu)

Enviado em 11/04/2017 - 14:02h

Boa tarde galera,
Sou relativamente novo no mundo Linux, tem pouco mais de um ano que instalei a primeira distribuição no meu notebook. A partir deste recente inicio, eu uso o Ubuntu como SO principal (Apesar de manter o Windows em dual boot mas quase não usa-lo).
Tive confiança nesse sistema por acompanhar o blog Diolinux e acabei gostando do "tal" do Ubuntu por ele ser compatível com vários softwares nativamente e ser uma das distribuições linux mais populares.
Com o anuncio do do fim da interface Unity já comecei a procurar por outra distribuição, que de preferencia tenha a base Ubuntu. Logo me interessei por algumas, como Elementary OS, KDE Neon e até o Manjaro Deepin (Sei que ele usa base Arch).

Eis o x da questão...Como podemos confiar em distribuições que são modificadas como essas que citei? Dentre essas opções que citei, vocês conseguem colocar um grau de confiabilidade? Não tenho conhecimento suficiente para analisar o código fonte das distribuições.
Qual critério vocês utilizam para confiar ou não em uma distribuição?


  


2. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Alex SA
Speltiao

(usa Ubuntu)

Enviado em 11/04/2017 - 14:16h

llucas74 escreveu:

Boa tarde galera,
Sou relativamente novo no mundo Linux, tem pouco mais de um ano que instalei a primeira distribuição no meu notebook. A partir deste recente inicio, eu uso o Ubuntu como SO principal (Apesar de manter o Windows em dual boot mas quase não usa-lo).
Tive confiança nesse sistema por acompanhar o blog Diolinux e acabei gostando do "tal" do Ubuntu por ele ser compatível com vários softwares nativamente e ser uma das distribuições linux mais populares.
Com o anuncio do do fim da interface Unity já comecei a procurar por outra distribuição, que de preferencia tenha a base Ubuntu. Logo me interessei por algumas, como Elementary OS, KDE Neon e até o Manjaro Deepin (Sei que ele usa base Arch).

Eis o x da questão...Como podemos confiar em distribuições que são modificadas como essas que citei? Dentre essas opções que citei, vocês conseguem colocar um grau de confiabilidade? Não tenho conhecimento suficiente para analisar o código fonte das distribuições.
Qual critério vocês utilizam para confiar ou não em uma distribuição?


Normalmente eu uso como base o tempo de atividade e o fórum da comunidade. Se der algum problema, o fórum é muito importante...
Eu já usei o Manjaro e sei que tem uma comunidade bem ativa, e se você tiver problemas eles vão ajudar, além de estar a bastante tempo no mundo linux.
As distros baseadas no ubuntu (com exceção de problemas na interface) você pode dar uma espiada nos fórums do próprio ubuntu e isso é uma grande vantagem. Eu pessoalmente não recomendo o Elementary os, porque quando usei os fórums não eram muito "populosos " e os desenvolvedores eram meio "ditatoriais "(pode ter mudado), e porque é praticamente não customizável.
Se quer ficar na base do Ubuntu, por que não testa o Linux Mint ? Tem tudo que foi citado de positivo a cima.


3. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Ruan
ru4n

(usa Debian)

Enviado em 11/04/2017 - 14:22h

Distribuições confiáveis são somente as distros raízes/bases. Como exemplo posso citar o Slackware, criado poucos meses antes do Debian, desde então é desenvolvido por uma única pessoa, que aceitou a ajuda de uma pequena equipe depois de anos sendo desenvolvido por uma única pessoa.

Distribuições baseadas geralmente não são confiáveis. A Canonical só não deu fim no Ubuntu pois o mesmo se sustenta através de pacotes unstable do Debian.

Se quer se manter no GNU/Linux, aprenda a usar uma distribuição base. Recomendo o Debian, mas existem outras distros raízes como: Slackware, Arch, Gentoo, Fedora, ou openSUSE (foi baseado no Slackware mas hoje anda com as próprias pernas).

Instalando e dominando qualquer uma dessas, você não precisa se preocupar com confiabilidade.

Edit: Faltou citar o CentOS, que é muito confiável.
--
Linux Counter: #596371


4. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 11/04/2017 - 14:34h

-qdo ubuntu deixar de usar unity como desktop principal em 2018 , se desejar mude p/ xubuntu , que é ubuntu com o xfce
-xfce é um desktop mais leve e mais customizável que o unity padrão do ubuntu
-mas...
-se vc deseja deixar o ubuntu fique com linuxmint-18-mate que é baseado no ubuntu-16.04-lts , é mais leve e terá suporte até abril/2021


**********************************************
Meu Blog
http://dicaslinuxmint.blogspot.com.br/


5. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Xerxes Lins
xerxeslins

(usa Red Hat)

Enviado em 11/04/2017 - 14:34h

Boa pergunta!

É sempre bom olhar quem está por trás das distribuições e o histórico da mesma para determinar se ela é confiável.

Ubuntu tem a Canonical do ricaço Mark Shuttleworth e é uma distro muito popular. Eu considero uma distro confiável. O fim do Unity não é o fim da distro.

Fedora é uma distro mantida pela Redhat, outra empresa gigante do mundo Linux. Considero Fedora confiável. Muito atualizada. Tem pacotes novos.

openSUSE também é confiável. Tem a Novell por trás. Dois verdadeiros crânios aqui do Viva o Linux usam.

Slackware é a distribuição mais antiga que não foi descontinuada. Embora mantida por uma equipe pequena eu considero confiável. Considerada uma das mais estáveis. Infelizmente é um pouco trabalhosa.

CentOS é bastante usada por empresas e por órgãos públicos. Considero confiável. Não é muito voltada para uso doméstico e sim para servidores.

Debian. Comunidade enorme. Quase tão antiga quanto Slackware. Considero confiável. É muito estável, mas infelizmente tem pacotes velhos.

Arch Linux. Tem um suporte enorme da comunidade também e é muito moderna. Considero confiável.

Gentoo. Tem história e excelente documentação. Complexo e para usuários experientes e com computador potente. Considero confiável.

Agora, minha opinião: após usar várias e várias distribuições eu não tenho mais medo de pegar uma distribuição "não confiável". Pois se uma dia ela for descontinuada, eu apenas posso mudar para outra sem chorar.

Além disso, quase todas as distribuição que existem são basicamente baseadas nessas distribuições que citei. Então, no fundo, há poucas distribuições. O que existe aos milhares são as baseadas.




6. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 11/04/2017 - 19:41h

llucas74 escreveu:

me interessei por algumas, como Elementary OS, KDE Neon e até o Manjaro Deepin.

Como podemos confiar em distribuições que são modificadas como essas que citei? Dentre essas opções que citei, vocês conseguem colocar um grau de confiabilidade?
Qual critério vocês utilizam para confiar ou não em uma distribuição?


Nenhuma das citadas considero que tenha um grau de confiabilidade.

http://cve.mitre.org/index.html


Usa algum frameworks de governança de ti e norma ISO.

Planejar
Implementar
Monitorar
Manter

Base nas normas ISO da família 27000.

Grau de confiabilidade:

Unix: OpenBSD (leva segurança ao extremo)
Linux: Debian, Slackware e Red hat



7. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 11/04/2017 - 20:05h

xerxeslins escreveu:

Além disso, quase todas as distribuição que existem são basicamente baseadas nessas distribuições que citei. Então, no fundo, há poucas distribuições. O que existe aos milhares são as baseadas.



É verdade poucas distribuições e milhares de baseadas.


:)



8. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Lucas
llucas74

(usa Ubuntu)

Enviado em 12/04/2017 - 10:29h

Primeiramente agradeço a todos pelos comentários e pela boa
vontade de ajudar.
Gosto do Ubuntu pela compatibilidade que ele tem com muitos
programas nativamente além de ser bem popular(acredito que isso é um pro, pois a probabilidade de
usuários com conhecimento analisarem o código e descobrirem se tem algo errado seja
maior), por isso que penso em continuar com ele. porém como a interface Unity vai ser
abandonada estou a procura de outro distro que seja baseado no nele mas com outra
interface (Por isso citei Elementary OS, KDE Neon; Obs: também tenho interesse na Manjaro com a interface Deepin.).

Uma das minhas dúvidas além da estabilidade do Sistema, é em relação a
privacidade. Essas empresas ou grupos que criam novas interfaces ou modificar
de alguma forma o sistema e depois distribuem(O que é bom, pois temos mais opções)...Como podemos confiar que eles não estão tendo acesso de alguma forma aos nossos dados e talz. Essa é uma das minhas principais dúvidas. Não vejo muita gente falando sobre isso. Me recordo de ter visto em um forúm ano passado um usuário alegando que tinha detectado um tráfego de dados desconhecido no Kali Linux usado na sua empresa e talz.


9. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 12/04/2017 - 16:25h

llucas74 escreveu:

Gosto do Ubuntu.
Uma das minhas dúvidas além da estabilidade do Sistema, é em relação a privacidade.
Como podemos confiar que eles não estão tendo acesso de alguma forma aos nossos dados e talz. Essa é uma das minhas principais dúvidas.


https://www.gnu.org/philosophy/ubuntu-spyware.html


10. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Mauriciodez
Mauriciodez

(usa Debian)

Enviado em 12/04/2017 - 17:20h

llucas74 escreveu:
...porém como a interface Unity vai ser abandonada estou a procura de outro distro que seja baseado no nele mas com outra
interface...


Velho ... não estou entendendo a parada ... vc vai tirar o ubuntu pq não vai mais ter unity e está pensando em trocar por uma distro que tb não usa unity ??? .. meio sem noção isso não acha ???

Se gosta tanto do Ubuntu fica com ele uai ... só instalar outra interface gráfica e vida que segue !!!

_______________________________________________________________
" Nem sempre é amigo aquele que te tira do buraco !!! ( Saddam Hussein )"


11. Re: Confiabilidade de Distribuições.

LinuxWalker
Delusion

(usa openSUSE)

Enviado em 12/04/2017 - 21:41h

Para um iniciante, ubuntu ainda será bastante confiável.
Sugestão: use ubuntu com kde/plasma ou kubuntu. Pela sua descrição, você vai gostar.
Eu gosto bastante do Debian e CentOS. Fora essas, a única que ainda irei experimentar será o Slackware. Já usei Arch, opensuse, fedora... são boas também, mas não para o meu perfil de user; o grande lance é você descobrir qual é o seu perfil de user.

sucesso.





12. Re: Confiabilidade de Distribuições.

Bilufe
bilufe

(usa XUbuntu)

Enviado em 13/04/2017 - 09:53h

llucas74 escreveu:

Boa tarde galera,
Sou relativamente novo no mundo Linux, tem pouco mais de um ano que instalei a primeira distribuição no meu notebook. A partir deste recente inicio, eu uso o Ubuntu como SO principal (Apesar de manter o Windows em dual boot mas quase não usa-lo).
Tive confiança nesse sistema por acompanhar o blog Diolinux e acabei gostando do "tal" do Ubuntu por ele ser compatível com vários softwares nativamente e ser uma das distribuições linux mais populares.
Com o anuncio do do fim da interface Unity já comecei a procurar por outra distribuição, que de preferencia tenha a base Ubuntu. Logo me interessei por algumas, como Elementary OS, KDE Neon e até o Manjaro Deepin (Sei que ele usa base Arch).

Eis o x da questão...Como podemos confiar em distribuições que são modificadas como essas que citei? Dentre essas opções que citei, vocês conseguem colocar um grau de confiabilidade? Não tenho conhecimento suficiente para analisar o código fonte das distribuições.
Qual critério vocês utilizam para confiar ou não em uma distribuição?


Sair do Ubuntu porquê? Por mais que o Unity tenha sido descontinuado, ele vai continuar nos repositórios do Ubuntu (não será eliminado do dia para a noite), e até mesmo uma eventual atualização do Ubuntu 16.04 para o futuro 18.04 vai manter o Unity como interface gráfica padrão da distro! Somente os novos usuários (aqueles que instalam através da ISO disponível no site, quando a versão 18.04 for lançada) é que terão o Gnome Shell por padrão.
O Ubuntu segue padrões que permitem trazer confiabilidade, pois é uma distribuição voltada para o mercado. Eliminar o Unity dos repositórios e obrigar os usuários a usar Gnome Shell através das atualizações seria muito ruim para o Ubuntu, mas isso tudo será mantido: quem está com Unity, fica com o Unity.

A confiabilidade é um critério bem subjetivo.
O Linux Mint, por exemplo, a alguns anos distribuía o Banshee modificado. Ocorre que esse aplicativo Banshee possuía uma lojinha de músicas, e no Ubuntu parte do valor das vendas iam para o aplicativo e outra parte para o Ubuntu. No entanto, o Linux Mint modificou o código do Banshee para que todo o valor das vendas fosse redirecionado para o Linux Mint, e a equipe do aplicativo ficasse sem um centavo.
No passado, eram muitos os usuários do PearOS, uma distribuição cujo foco era ser parecido com o MacOS X. Um dia, os usuários foram avisados de que o site sairia fora do ar e a distro descontinuada. Ficaram todos chupando dedo, mas não foram totalmente abandonados porque era apenas uma remasterização do Ubuntu.
O Linux Mint também pode sofrer do mesmo problema do PearOS, bastando que o Clement acorde com dor nos ovos e chute o pau da barraca. Mas ainda bem que é uma remasterização do Ubuntu, então vai continuar funcionando enquanto o Ubuntu funcionar.
Outro fato que não dá confiabilidade às remasterizações: ninguém garante que os pacotes adicionais recebam atualizações de segurança. Portanto, o usuário está sempre sem saber se a distro é confiável, se vai receber atualizações de segurança e por quanto tempo.




01 02



Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts