De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

1. De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 06/03/2019 - 02:26h

Está chegando a hora. Suporte para Mint 17.3 termina agora em abril 2019.
Vou empurrar com a barriga a atualização do sistema até fazer a declaração do Imposto de renda 2019 (ano base 2018) mas depois disso tenho que atualizar.

Já decidi que vou continuar usando o Xfce, porem de 64 bits. Programas para 32 bits estão ficando um pouco difíceis de achar.

Eis a questão:
- Mint 18.3 (base Ubuntu 16.04 Xenial) está na última versão da serie, presume-se maduro. Encontro bastante programas para ele.
- Mint 19.1 (base Ubuntu 18.04 Bionic) não é a última versão da série, versão 19.2 ainda em desenvolvimento e presumivelmente haverá uma 19.3. Tenho visto aqui no VOL relatos de problemas. Alguns programas ainda não tem versão para ele.

Alguem já usou as 2 versões (Mint 18 e 19)? O que achou delas?
Por favor, comentem a vontade. Qualquer comentário será bem vindo e apreciado.
Obrigado.



  


2. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 06/03/2019 - 06:46h

Testei os três sabores 64 bits do 18 e 19 e não tive nenhum problema no meu laptop (Ci3 4 GB Intel-HD )
No momento estou com LinuxMint 19.1 Mate 64 bits




3. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

André L. (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 06/03/2019 - 18:16h

Tive problemas com o som no 19.1. Um bug bem antigo, o "dummy output", reapareceu. Mas recomendo que você comece por ele, pois ele ainda é baseado no Ubuntu 18.04 LTS.

__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008



4. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 06/03/2019 - 19:29h

Obrigado pelas respostas. Manterei este tópico aberto até o momento em que realizar, de fato, a atualização, quando comentarei a minha decisão.


5. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Marcelo Caldeira
mccaldeira

(usa Linux Mint)

Enviado em 02/05/2019 - 09:00h

OIá amigo. Você fez um comentário no meu tópico (obrigado por sua atenção). No meu caso, meu computador suporta as duas arquiteturas, pelo menos assim entendi ao rodar o comando lscpu:

Arquitetura: i686
Modo(s) operacional da CPU: 32-bit, 64-bit
Ordem dos bytes: Little Endian
CPU(s): 2
Lista de CPU(s) on-line: 0,1
Thread(s) per núcleo: 1
Núcleo(s) por soquete: 2
Soquete(s): 1
ID de fornecedor: GenuineIntel
Família da CPU: 6
Modelo: 15
Nome do modelo: Genuine Intel(R) CPU 2140 @ 1.60GHz
Step: 2
CPU MHz: 1200.039
CPU MHz máx.: 1600,0000
CPU MHz mín.: 1200,0000
BogoMIPS: 3200.10
cache de L1d: 32K
cache de L1i: 32K
cache de L2: 1024K
Opções: fpu vme de pse tsc msr pae mce cx8 apic sep mtrr pge mca cmov pat pse36 clflush dts acpi mmx fxsr sse sse2 ss ht tm pbe nx lm constant_tsc arch_perfmon pebs bts cpuid aperfmperf pni dtes64 monitor ds_cpl est tm2 ssse3 cx16 xtpr pdcm lahf_lm pti dtherm

No meu caso, como relatei, o pc funcionou com 64 bits. Até que no início eu não percebi muito a lentidão. Até porque usava muito pouco esse computador. Mas quando precisei usá-lo no dia-a-dia é que percebi que ele estava muito mais lento do que era antes. Depois de tentar várias coisas, como mudar a forma de trabalhar com a memória swap, reinstalar o S.O., mudar a distro e etc, é que eu lembrei de voltar para 32 bits. Ficou muito melhor.
Em termos de programas para 32 bits, não pude instalar o Google Chrome (mas não estou sentindo falta) e o 4k [*****], esse sim me faz falta. No mais, tudo em paz.

Grande abraço.





6. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

André L. (pinduvoz)
pinduvoz

(usa Debian)

Enviado em 04/05/2019 - 17:38h


mccaldeira escreveu:

OIá amigo. Você fez um comentário no meu tópico (obrigado por sua atenção). No meu caso, meu computador suporta as duas arquiteturas, pelo menos assim entendi ao rodar o comando lscpu:

Arquitetura: i686
Modo(s) operacional da CPU: 32-bit, 64-bit
Ordem dos bytes: Little Endian
CPU(s): 2
Lista de CPU(s) on-line: 0,1
Thread(s) per núcleo: 1
Núcleo(s) por soquete: 2
Soquete(s): 1
ID de fornecedor: GenuineIntel
Família da CPU: 6
Modelo: 15
Nome do modelo: Genuine Intel(R) CPU 2140 @ 1.60GHz
Step: 2
CPU MHz: 1200.039
CPU MHz máx.: 1600,0000
CPU MHz mín.: 1200,0000
BogoMIPS: 3200.10
cache de L1d: 32K
cache de L1i: 32K
cache de L2: 1024K
Opções: fpu vme de pse tsc msr pae mce cx8 apic sep mtrr pge mca cmov pat pse36 clflush dts acpi mmx fxsr sse sse2 ss ht tm pbe nx lm constant_tsc arch_perfmon pebs bts cpuid aperfmperf pni dtes64 monitor ds_cpl est tm2 ssse3 cx16 xtpr pdcm lahf_lm pti dtherm

No meu caso, como relatei, o pc funcionou com 64 bits. Até que no início eu não percebi muito a lentidão. Até porque usava muito pouco esse computador. Mas quando precisei usá-lo no dia-a-dia é que percebi que ele estava muito mais lento do que era antes. Depois de tentar várias coisas, como mudar a forma de trabalhar com a memória swap, reinstalar o S.O., mudar a distro e etc, é que eu lembrei de voltar para 32 bits. Ficou muito melhor.
Em termos de programas para 32 bits, não pude instalar o Google Chrome (mas não estou sentindo falta) e o 4k [*****], esse sim me faz falta. No mais, tudo em paz.

Grande abraço.




Estranho o desempenho ruim com 64 bits. Se não estou enganado, o processamento com 64 bits é mais rápido e o consumo de memória RAM um pouco maior, mas nada que atrapalhe.

Alguém tem opinião diferente?

__________________________________
Linux Registered User nº 439378
Ubuntu Forum Member Since Nov/07/2006
VOL Member SInce Jul/01/2008



7. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 04/05/2019 - 19:35h

Isso é bem simples de resolver, faça que nem nossos camaradas no Windows quando acaba o suporte (tipo do XP), continue a utilizar e dê graças a Deus por não ter mais as malditas atualizações!

Brincadeira! Segurança sempre!

Se eu fosse você, usaria a última versão (19.1).
Problemas podem acontecer para uns e para outros não. Atualmente estou no 19.1 e simplesmente nada a reclamar a não ser dos flatpak, explico mais abaixo. Antes utilizava Ubuntu e tinha tudo a reclamar e aparentemente muitos estavam feliz com o mesmo.
Faça o teste, de qualquer maneira você terá que atualizar mais cedo ou mais tarde, ou então mudar de distro, pra alguma rolling release.
O único ponto ruim da 19.1 é que vem com suporte a flatpak por padrão. Pra mim é um problema por causa das malditas runtimes, mas pra muitos isso pouco importa, o que importa é "funcionar e ter seu software em mãos". Mas claro que, entre snap do Ubuntu e flatpak do Mint, o flatpak é muito melhor (e não deixa o boot lento!).
Mas devo salientar, que a versão que uso é a 19.1 com Cinnamon, não sei nada sobre a versão Xfce e sim, nela poderão haver problemas que não tenho no Cinnamon.
Essa questão de ter problemas é algo muito pessoal, nem sempre é culpa da distro. Quando iniciei no Linux o problema era eu e não a distro em si, eu removia pacotes sem ver as dependências, fechava processos sem saber a função... Já vi usuário utilizando Manjaro que é uma distro rolling release e também bleeding edge e tem a fama de ser instável e não reclamavam de instabilidade.
Se por algum motivo você não quiser usar o Mint, saiba que existem inúmeras distros tão boas quanto.



8. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 06/05/2019 - 21:31h

Obrigado a todos pelos comentários. Talvez esta semana, que ficarei em casa me recuperando (tive um pequeno acidente de moto), poderei baixar e testar as versões atualizadas do Mint.

mccaldeira escreveu:
Em termos de programas para 32 bits, não pude instalar o Google Chrome (mas não estou sentindo falta) e o 4k [*****], esse sim me faz falta. ....

Sugestão:
Navegador Internet:
- Srware Iron (clone do Chrome):
https://www.srware.net/forum/viewtopic.php?f=18&t=29465
- Vivaldi:
https://vivaldi.com/pt-br/download/
- Chromium:
no repositório do Mint, instalar pelo Synaptic

Baixador/conversor de vídeos:
- ClipGrab
. AppImage 64 bits, site do desenvolvedor -> https://clipgrab.org/
. Pacotes .deb 32 e 64 bits -> https://launchpad.net/~clipgrab-team/+archive/ubuntu/ppa/+packages


9. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 18/05/2019 - 06:54h

Obrigado a todos pelos comentários.
Optei pela versão 18.3 (Xfce 64 bits) pelos motivos citados no post n°1.
Aguardarei o amadurecimento da serie 19.x.

Algumas observações (sem uma ordenação organizada):
- Nunca tinha "chapado" uma iso numa mídia flash (pendrive, cartão de memória). É muito mais rápido que uma mídia ótica (CD, DVD).
- Rodando da mídia, sem instalar, Mint 19.1 pareceu mais rápido que Mint 18.3 (mesma mídia, mesma porta de conexão).
- Versão 64 bits de ambas parece mais rápida que versão 32 bits.
- Realmente alguns programas ainda não tem versão para Mint 19.x (Ubuntu 18.04 Bionic). Ex: grub-customizer
- Lider do projeto Mint reconhece algumas regressões em Mint 19.x, algumas delas bastante frustrantes para os usuários: Wine, scanner e impressora, e Samba para citar algumas.

Primeiras observações sobre Mint 18.3 Xfce 64 bits instalado e alguns programas.
- iso baixada da Universidade Federal do Paraná parecia estar com problemas. Acredito que já tenha sido resolvido.
- Synaptic, quando iniciado, fica muito tempo atualizando o índice de busca.
- programas gráficos dos repositórios oficiais que, originalmente, são lançados com o "su-to-root" não lançam. O "su-to-root" não mais existe em Mint 18.3.
solução: editar o lançador substituindo o su-to-root e seus parâmetros (-X -c) pelo gksu (sem parâmetros).
- o instalador de pacotes Gdeb perdeu a funcionalidade de desinstalar um programa.
- a calculadora padrão perdeu os menus.
- os programas, dentro de cada categoria, no Gerenciador de Aplicativos, estão dispostos sem uma ordenação lógica (ex: em ordem alfabética).
- editando no editor de menus (menulibre) para um lançador aparecer também em outras categorias do menu, ele edita e salva as alterações mas as alterações não fazem efeito. É necessário a gambiarra de criar uma cópia do lançador na categoria desejada.



10. Re: De Mint 17.3 para Mint 18.3 ou 19.1 eis a questão.





Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts