Vale a pena trocar o Windows pelo Linux?

Publicado por GuiTech em 19/06/2015

[ Hits: 16.004 ]

 


Vale a pena trocar o Windows pelo Linux?



Fala galera,

O título da dica foi uma pergunta que me fiz ao pensar em mudar de Sistema Operacional (OS), não irei cuspir do prato que comi a vida inteira e que na verdade ainda lancho, rsrsrs, uso o Windows eventualmente pelo dual-boot. Vou expor alguns pontos que me fez chegar na conclusão que vale sim a pena mudar para GNU/Linux.

1. O Windows tem ferramentas muito úteis e tem sim muito material disponível, a questão é se você quer ficar só no feijão com arroz ou se quer aprimorar sua máquina, se quiser evoluir em computação é melhor ir para uma que lhe oferece a oportunidade de modificar aquilo que você quiser, logo, um sistema como o GNU/Linux, minha distro predileta (pelo menos por enquanto) é Ubuntu).

2. Você está disposto a pagar o preço do Windows? Se você comprou um PC novo e que já vem instalado o OS da Microsoft então deixa eu te dizer uma coisinha, se você tivesse comprado somente a máquina (sem sistema operacional) sairia mais barato, e pela lei quem vende computadores tem que dar essa opção, pois vender somente junto é uma venda "casada" que é PROIBIDO, pena que muitos desconhecem isso. Então você faria uma economia de alguns $$$$$, ao instalar o Linux.

3. Existem programas que substituem os da plataforma Windows? SIM!!!! Existem diversas ferramentas nas mais diversas áreas, desde edição de imagens, vídeo, reprodutores e tudo mais. Vai de seu conhecimento e emprenho ir atrás delas e aprender a usar as que fazem parte do mundo pinguim.

4. Ainda não se convenceu? Então você que sabe, daqui a algum tempo seu PC não terá mais o mesmo desempenho, seu Windows será ultrapassado, você tem duas opções:

a. Usar o sistema velho e poder sofrer com isso, pois poderá não ter mais suporte (além de aguentar a máquina travando).

b. Trocar por uma distro do Linux que oferece um melhor desempenho para máquinas.

É uma questão de gosto e comodidade, para mim valeu muito a pena, tenho estudado mais e mais para aprimorar meus conhecimentos e tem dado certo, os cracks para todos os programas agora são passado.

Outras dicas deste autor

Qual o substituto para o Microsoft Office?

Player de música para Linux, qual usar?

Google Chrome no Ubuntu 15.04

Inkscape realmente substitui o Corel Draw ou Illustrator?

Blender ou KDEnlive?

Leitura recomendada

VirtualBox com USB, de uma vez por todas!

Fazendo dieta no Ubuntu/Linux Mint

AssaultCube - FPS Multiplataforma para GNU/Linux

Instalando Point Linux

PostgreSQL com ZEROFILL e AUTO_INCREMENT

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 19/06/2015 - 18:04h

O que o Linux tem a oferecer?
- Gambiarras ao montão;
- Perca de tempo lendo manuais, fóruns e tutoriais pra fazer as gambiarras acima;
- Telinha preta de comandos (mais tempo perdido tendo que aprender centenas de comandos!);
- Suporte ruim a hardwares específicos;
- Pouco tempo de suporte da distribuição para atualizações de segurança, em média 2 anos ou menos;
- Centenas de distribuições para escolher/testar, além de vários ambientes gráficos (é pra deixar qualquer indeciso maluco!!!);
- Dependência total da internet para instalar programas;
- Carência de versões para Linux de softwares consagrados, ou de uso muito específico como AutoCAD;
- Mesma coisa para vários Games;
- Flash desatualizado no Firefox (a não ser que use alguma gambiarra!);
- Chrome/Chromium sem Java (não conheço gambiarra para isso);
- Sem suporte a vários plugins para games on-line, como o Shockwave;
- Não rodará aqueles CD/DVD com cursos/aulas que você compra na Banca de Revistas;
- Se não sabe mexer vai ter muitas frustrações e vontade de socar a tela do computador;

Enfim, eu adoro o Linux, não troco por nada... heheheh!!!
:-p

[2] Comentário enviado por MattF em 20/06/2015 - 21:22h


[1] Comentário enviado por PauloHAC em 19/06/2015 - 18:04h

O que o Linux tem a oferecer?
- Gambiarras ao montão;
- Perca de tempo lendo manuais, fóruns e tutoriais pra fazer as gambiarras acima;
- Telinha preta de comandos (mais tempo perdido tendo que aprender centenas de comandos!);
- Suporte ruim a hardwares específicos;
- Pouco tempo de suporte da distribuição para atualizações de segurança, em média 2 anos ou menos;
- Centenas de distribuições para escolher/testar, além de vários ambientes gráficos (é pra deixar qualquer indeciso maluco!!!);
- Dependência total da internet para instalar programas;
- Carência de versões para Linux de softwares consagrados, ou de uso muito específico como AutoCAD;
- Mesma coisa para vários Games;
- Flash desatualizado no Firefox (a não ser que use alguma gambiarra!);
- Chrome/Chromium sem Java (não conheço gambiarra para isso);
- Sem suporte a vários plugins para games on-line, como o Shockwave;
- Não rodará aqueles CD/DVD com cursos/aulas que você compra na Banca de Revistas;
- Se não sabe mexer vai ter muitas frustrações e vontade de socar a tela do computador;

Enfim, eu adoro o Linux, não troco por nada... heheheh!!!
:-p


kkkkk, ás vezes que me pergunto por que comecei a usar linux, e não acho resposta mesmo. O pior é quando me pego tentando convecer os outros de usar linux, ou que linux é algo sensacional.

[3] Comentário enviado por clodoaldops em 21/06/2015 - 10:25h

1- Como a grande maioria não é da area de TI , o fato de desejar ou precisar se aprimorar é irrelevante. O que importa é um sistema que funcione e atenda necessidades do usuário.
2- Melhor pagar pelo Windows original que instalar versão piratex edition num pc que veio com linux meia-boa e desatualizado. Infelizmente há poucas opções de notebooks c/ linux , quanto aos desktops felizmente não há problemas , basta mandar montar o seu.
3- Máquinas perdem desempenho e ficam obsoletas com tempo pq programas ficam mais exigentes, como gnome-shell e unity. Isso acontece com qq sistema operacional.
Portanto usar Windows ou Linux depende basicamente da necessidade e escolha do usuário.
Não existe SO melhor , nem pior. Existe SO que atende ou não as necessidades do usuário.
Uso Linux desde 2008. E consigo usar Debian,Ubuntu, Fedora e Mageia sem grandes problemas.
Uso Linux pq gosto e atende minhas necessidades !


[4] Comentário enviado por cwagner em 22/06/2015 - 11:44h


[3] Comentário enviado por clodoaldops em 21/06/2015 - 10:25h

1- Como a grande maioria não é da area de TI , o fato de desejar ou precisar se aprimorar é irrelevante. O que importa é um sistema que funcione e atenda necessidades do usuário.
2- Melhor pagar pelo Windows original que instalar versão piratex edition num pc que veio com linux meia-boa e desatualizado. Infelizmente há poucas opções de notebooks c/ linux , quanto aos desktops felizmente não há problemas , basta mandar montar o seu.
3- Máquinas perdem desempenho e ficam obsoletas com tempo pq programas ficam mais exigentes, como gnome-shell e unity. Isso acontece com qq sistema operacional.
Portanto usar Windows ou Linux depende basicamente da necessidade e escolha do usuário.
Não existe SO melhor , nem pior. Existe SO que atende ou não as necessidades do usuário.
Uso Linux desde 2008. E consigo usar Debian,Ubuntu, Fedora e Mageia sem grandes problemas.
Uso Linux pq gosto e atende minhas necessidades !



Creio que o problema maior é justamente o usuário entender a SUA própria necessidade.

Muitos acham que computador deve ser igual a uma TV ou microondas que servem para atender uma tarefa apenas. Meu pai, por exemplo, que um aparelho que lhe permitisse acessar o POLISHOP e ver os resultados da LOTOFÁCIL. Nada que um smartphone não seja capaz de fazer, mas ainda assim ele queria um computador.

Aproveitando que o desktop dele queimou, o convenci de que comprar um notebook era mais interessante, pela portabilidade e facilidade de uso. Foi assim que ele comprou um Dell Inspiron com Windows 8 que foi substituído pelo Ubuntu 15.04 e tivemos um reembolso de quase R$300,00 pela não utilização do Win8.

Coloquei o Ubuntu básico com VLC para assistir alguns vídeos e ele está feliz, acessando seu sites e vendo seus desenhos animados e filmes.

O que quero dizer é que se o usuário souber exatamente o que quer, podemos indicar alguma solução para ele, ou mesmo algumas soluções, inclusive indicando programas proprietários e/ou livres.

Por outro lado é prudente ponderar o atendimento, se for alguém que acha que computador é uma panaceia capaz de resolver todos os seus problemas e que o Linux é a cereja do bolo. Com pessoas assim, teremos problemas, com certeza e em pouco tempo, o que poderia ser um caso de sucesso será mais um pedido para retornar ao Windows.

[5] Comentário enviado por tiekookeit em 24/06/2015 - 08:24h

Quem tá com Android na mão ai tá com uma cópia do kernel linux na mão.
A sua televisão, o roteador da sua casa, os switchs que ligam o mundo, quase todos estão com uma cópia do kernel linux.
As distribuições linux e a qualidade dos softwares open source impulsionaram as melhorias nos softwares proprietários.
A molecada com -20 anos, não vê o sistema operacional como importante, eles não tem medo de mudança trocam de um por outro pois são pessoas que em geral já possuem o conceito ou seja, "cliente de e-mail" e não "outlook", "navegador de internet" e não "Infernet Explorer", quem está "apegado" ao windows, é gente antiga da pré-história da informática, grandes corporações e grandes mentes já sabem definir o que de fato é o melhor custo/benefício para ele e para seu negócio, o que nem sempre é o caso de usar software livre, o demais ficam em geral jogam dinheiro no ralo pagando por softwares que não atendem adequadamente suas necessidades e valorizando empresas que produzem lixo.

[6] Comentário enviado por gabrielrf em 18/11/2015 - 08:41h

Saudações a todos, segue a minha opinião sobre este pequeno artigo.

Pra mim no item 2 você ridicularizou o Linux, tipo assim: o usuário só usa o Linux porque o Windows é pago, pois se ele fosse gratuito seria melhor usá-lo. Tipo que força o usuário a usar Linux só pra não precisar pagar pelo Windows.

Com relação ao item 4 e 5 de o Windows ficar velho e ultrapassado você não tem completa razão. Veja quanto tempo durou o Windows XP até que ele deixasse de receber suporte (2002 até abril de 2014). O Windows 7 por exemplo ainda é amplamente usado e vai receber suporte estendido até 2020.

Agora com relação a conclusão que você deu falando que os cracks não existem mais, isso sim você tem toda razão e é algo que também tem me incomodado no Windows rsrs.

Tenho me voltado cada vez mais a usar o Ubuntu eu gostei dele, tenho procurado por ferramentas que substituam as do Windows, mas tem algumas que, embora tenham alternativas à elas no Linux, são quase que insubstituíveis por causa da eficiência delas. Por exemplo o que mais me prende no Windows hoje é o Excel, Power Point, a pasta do Onedrive e do Google Drive integrada ao Explorador de arquivos e Camtasia Studio. Mas mesmo assim estou estudando mais o Linux, estou meio saturado do Windows desde o Windows 8, de saco cheio dos bugs e vírus e das formatações (as vezes só ela resolve certos problemas que não se encontra explicação).

Um abraço a todos e Viva o Linux :P


Gabriel Filgueiras Profissional da Internet e estudante de empreendedorismo digital.
Visite meu Blog em http://qualifique-se.blog.br



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts